Kiian lança tintas sublimáticas Digistar Display

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 23/11/2016
Com insumos, é possível imprimir diretamente ou por meio de transfer

Com insumos, é possível imprimir diretamente ou por meio de transfer

A Kiian, fabricante de insumos digitais, apresentou a Digistar Display, nova linha de tintas sublimáticas para transfer e impressão direta. Compatível com cabeças Epson, o conjunto é composto por oito opções: CMYK, duas cores light e duas cores especiais.

De acordo com a empresa, foram realizados muitos investimentos no desenvolvimento da linha Digistar Display, produzida para oferecer aos clientes o benefício de aplicar dois processos (direto e transfer) com apenas uma única tinta.

Alessandra Borghi, diretora de vendas da Kiian Digital, declarou: “A indústria têxtil tem se esforçado para deixar de empregar produtos químicos perigosos. Contribuímos para esse desafio ao desenvolver tintas com reduzido conteúdo químico perigoso e que cumprem os padrões têxteis globais de substâncias restritas. Estamos trabalhando com nossos clientes para construir um futuro melhor. Um exemplo disso é a nossa série de tintas mais vendida, a Digistar HI-PRO, que recentemente passou por avaliações de restrições da Nike (RSL), para uso em vestuário e calçados”.

Além das opções sublimáticas, a Kiian também vende tintas pigmentadas e dispersas.

Fonte: Kiian Digital



Impressão digital reproduziu a maior fotografia do mundo

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 23/11/2012

Parte da maior fotografia do mundo é exibida em mercado de Londres

Conhecida como "Jump4London", a obra — que possui um quilômetro de comprimento — está sendo exibida atualmente no Spitalfields Market, de Londres (Inglaterra). Apresentada no início de 2012, a maior fotografia do mundo entrou para o Livro dos Recordes (Guinness World Record) em julho desse mesmo ano.

A mega impressão digital foi composta por 109 mil imagens, as quais mostravam centenas de pessoas saltando. Para a reprodução desse colosso, foram impressos vários banners de 100 x 10m, com a ajuda de um equipamento Agfa :Anapurna M2050, no birô inglês Creative Place. Depois de prontos, os banners foram soldados, para que a criação da maior foto do mundo fosse possível.

Impressora UV da Agfa imprimiu as diversas partes da maior foto do mundo

"Jump4London" foi idealizada pela artista Clare Newton e contou com a participação de atletas paraolímpicos, crianças com necessidades especiais e celebridades. Para a criadora do projeto, este foi um modo de mostrar que arte e educação podem trabalhar em conjunto.

Um dos apoiadores dessa iniciativa é a Agfa Graphics, cujo gerente de marketing, Tim Light, comemora: "O que ela [Clare] conseguiu é realmente notável, e estou muito satisfeito com a exibição da fotografia em um espaço tão importante de Londres".

Veja o que a artista comentou (em inglês) sobre o projeto:

Fonte: Creative Place e Jump4london. Texto: InfoSign



Roland DG Brasil inaugura o novo Creative Center

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 26/03/2013

Em solenidade realizada no dia 12 de março, foi inaugurado, na sede da Roland DG Brasil, em Cotia, o novo Creative Center — um espaço dedicado a exibir aplicações executadas por meio das máquinas e soluções fabricadas pela empresa.

O objetivo do centro é apresentar (a empresários, técnicos e clientes) as potencialidades dos equipamentos, que não se limitam a trabalhar apenas com banners de lona e envelopamentos de vinis adesivos.

Novo Creative Center, da Roland, é repleto de produtos saídos de impressoras digitais

Novo Creative Center, da Roland, é repleto de produtos saídos de impressoras digitais

A ideia do espaço foi plantada em 2007, durante uma reunião, no Brasil, com executivos de várias subsidiárias internacionais da Roland. Na ocasião, o então presidente da Roland brasileira, Takao Shirahata, apresentou diversas aplicações incomuns, criativas e personalizadas desenvolvidas por birôs e gráficas digitais do país.

Tomando a ideia emprestada, os executivos da Roland italiana montaram o primeiro Creative Center do mundo. Bem-sucedida, a proposta espalhou-se entre as subsidiárias da fabricante japonesa, até ser colocada em prática no país que a inspirou, o Brasil.

Ambiente apresenta objetos personalizados para decoração e arquitetura

Ambiente apresenta objetos personalizados para decoração e arquitetura

Segundo Anderson Clayton, gerente de marketing da Roland DG Brasil, o Creative Center serve como referência não apenas para os clientes, mas também às revendas dos equipamentos da marca. "A ideia é reunir todas as aplicações que as máquinas conseguem fazer, mostrando como expandir negócios e abrir mercados", declara Clayton.

Na solenidade, também estiveram representantes de revendas Roland. Entre os presentes, estava Cláudio Gurgel, da Textos e Contextos, parceira da marca japonesa desde 1998. O executivo disse ter grande interesse em implantar, também, um espaço similar ao Creative Center no show room da empresa, a fim de expor materiais diferenciados aos seus clientes no Rio de Janeiro.

Envelopamentos e adesivação não podiam faltar ao Creative Center

Envelopamentos e adesivação não podiam faltar ao Creative Center

O espaço, atualmente, agrega as seguintes instalações e produtos:

  • Itens de vestuário (personalizados com sublimação);
  • Itens de vestuário (personalizados com sublimação);
  • Itens de decoração, como puffs, almofadas e adesivos de parede;
  • Brinquedos personalizados;
  • Quadros: reprodução de fotografias e obras de arte (fine arts);
  • Móveis: mesas e cadeiras customizadas;
  • Rótulos e etiquetas em garrafas e embalagens;
  • Artigos para festas;
  • Pisos decorados.

Fonte: Roland DG Brasil