Epson dos EUA apresenta nova impressora para sublimação

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 10/12/2013

Série de impressoras sublimáticas da Epson ganhou um novo modelo

Série de impressoras sublimáticas da Epson ganhou novo modelo

A subsidiária norte-americana da Epson, fabricante de impressoras digitais, anunciou o lançamento nos EUA do SureColor F7170, equipamento de sublimação voltado para o mercado de estamparia têxtil e produção de artigos de decoração, vestuário e sinalização. A máquina junta-se à linha F-Series, que é também composta pelas SureColor F6070 e SureColor F7070. Conheça as principais características técnicas da máquina:

Sistema rolo a rolo de alimentação de substrato

A máquina apresenta um novo take-up, que realiza o enrolamento das mídias (como papéis transfer) com mais precisão e permite produções ininterruptas.

Cabeças Epson MicroPiezo TFP

Peças de alto desempenho com 360 nozzles por canal, capaz de lidar com até 10 canais de tinta. As cabeças têm controle de menisco, o que melhora a formação e o endereçamento dos pontos impressos.

Tintas Epson UltraChrome DS

A Epson SureColor F7170 foi desenvolvida para trabalhar exclusivamente com a tinta UltraChrome DS, que vem lacrada em embalagens. Os refis de tinta são acoplados em tanques que permitem a impressão contínua. A impressora conta também com um novo aquecedor para agilizar a secagem das tintas.

Software RIP da Wasatch

A versão TX do RIP Wasatch permite ao usuário rodar a máquina já preparada para a impressão têxtil.

Papel transfer

A SureColor F7170 é compatível com a linha de papéis transfer da Epson, como o DS Transfer Production (rolo com mais de 175m, para alta produção) e o DS Transfer Multipurpose (para transferência tanto em superfícies rígidos quanto flexíveis).

Ainda não há previsão de lançamento da SureColor F7170 no Brasil.

Fonte: Epson USA



Konica Minolta lança impressora inkjet única passada para estamparia têxtil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 23/11/2015
De porte industrial, Nassenger SP-1 é capaz de produzir em altíssimas velocidades

De porte industrial, Nassenger SP-1 é capaz de produzir em altíssimas velocidades

A Konica Minolta, fabricante de tecnologias de impressão, apresentou ao mercado internacional o Nassenger SP-1, equipamento de estamparia têxtil digital que produz em velocidades altíssimas. A máquina é fruto da experiência em desenvolver e produzir cabeças e dispositivos de impressão e tintas inkjet para tecidos.

O modelo foi lançado em resposta ao aumento do uso de impressão digital sob demanda para mídias têxteis, a fim de reduzir o tempo de inatividade entre trabalhos em grandes indústrias de tecidos. Segundo a empresa, a máquina também foi desenvolvida para reduzir efluentes e gastos com combustíveis.

Com tecnologia única passada, a Nassenger SP-1 imprime diretamente sobre tecidos alimentados no equipamento por meio de unidade fixa de impressão, que pode produzir em velocidades atingidas por impressoras serigráficas.

Fonte: Konica Minolta



Como é a adesivação dos carros Renault de Fórmula 1

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 16/05/2018
Equipe Renault tem um estúdio especial para produzir adesivos para seus veículos

Equipe Renault tem um estúdio especial para produzir adesivos para seus veículos

Em fevereiro, a equipe Renault revelou seu carro para a temporada 2018 da Fórmula 1: um bólido com design preto e amarelo e vários gráficos, marcas e logos impressos. Para essa composição, a montadora francesa usou (e usa) adesivos estampados e recortados por uma impressora Roland TrueVIS VG-640 e uma plotter Roland CAMM-1 GX, equipamentos instalados num centro técnico sediado em Enstone, na Inglaterra, onde os carros de corrida são projetados e fabricados.

Os carros da Renault, que competirão em 21 Grands Prix, serão exibidos por mais de 400 milhões de telespectadores. É uma exposição enorme, em que as marcas desempenham um papel essencial nos programas de patrocínio. Portanto, é preciso o máximo de zelo na reprodução delas. Se algum adesivo ficar avariado, a equipe deve substitui-lo imediatamente. Por isso, os carros sempre viajam com vários conjuntos de adesivos.

Joe McNamara, chefe de pintura e gráficos da equipe Renault de Fórmula 1, explicou: “A equipe sempre carrega 30 versões de cada adesivo. Isso equivale a cerca de 1.400 adesivos para cada corrida, e 80% deles são relacionados ao patrocinador. Então, eles precisam ser substituídos com precisão absoluta”.

Embora a equipe tenha suas próprias ferramentas, ela conta com o apoio dos usuários da Roland em todo o mundo, que podem imprimir os adesivos dos carros com rapidez e precisão, se necessário.

Além de impressora e plotter, o estúdio da Renault possui quatro fresadoras Roland MDX-540, para fabricar núcleos de espuma para algumas peças de carros que exigem esse material.

Fonte: Roland DG