Durst Brasil anuncia impressora Kappa 180, para estamparia digital

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 08/01/2013

impressora para estamparia digital

Kappa 180: impressora Durst para estamparia digital

Além de apresentar expansão no mercado nacional de impressoras UV, a Durst Brasil anuncia mais um lançamento para 2013: a Kappa 180, equipamento para estamparia digital.

Segundo Flávio Hirata, CEO da fornecedora, o equipamento chegará no primeiro bimestre de 2013. O executivo comemora: "Com a Kappa 180, nosso portifólio ficará mais completo. Vamos oferecer aos clientes a mesma qualidade de impressão, mas, desta vez, para produção em tecidos".

Características da nova impressora para estamparia digital

A velocidade máxima estimada da Kappa 180 é de 600m2/h. A máquina trabalha com resolução máxima de 1.056 x 600dpi. E o volume das gotas disparadas pode variar: de 7 a 21 picolitros.

A impressora emprega o sistema QuadroZ, de cabeças de impressão, adaptado para disparar as tintas Kappa Inks, desenvolvidas especialmente para estamparia digital.

O conjunto de cores também é diferenciado. Além da paleta CMYK, a Kappa 180 usa tintas especiais: azul, vermelho, laranja e cinza – o que permite a reprodução de uma gama bem grande de tonalidades.

Segundo a Durst, a Kappa 180 tem rápido acerto. Isso porque o equipamento possui sistema de entrada de mídia automatizado (que pode trabalhar com substratos de até 195cm de largura). Além disso, a blanqueta de impressão está integrada ao sistema de limpeza, o que aumenta a produtividade e encurta o tempo de ajuste entre as trocas de trabalho.

Fonte: Durst Brasil. Edição: InfoSign



Software Onyx chega à versão 12.2

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 05/07/2017
Atualização aumentou a velocidade de processamento do RIP Onyx

Atualização aumentou a velocidade de processamento do RIP Onyx

A Onyx, desenvolvedora de aplicativos, anunciou a versão 12.2 do RIP homônimo. De acordo com a empresa, o software opera com maior velocidade de processamento, além de oferecer novas funcionalidades como escalonamento e rotação de trabalhos.

O Onyx 12.2 está disponível para toda a linha de produtos da fornecedora. Entre eles, o Thrive, o ProductionHouse, o PosterShop e o RIPCenter. Os interessados na nova versão do aplicativo por meio dos revendedores autorizados.

A Onyx destaca os seguintes diferenciais da versão 12.2 do programa:

- Nova interface multi-roll que oferece fluxo de trabalho interativo com exibições de mídia carregada e seleção automática de rolos entre tarefas da fila do RIP;

- Manuseio aprimorado de mídia e tamanho da página, para simplificar as configurações das impressoras e dos trabalhos;

- Nova interface que exibe informações específicas do dispositivo com base em dados como níveis de tinta, status da impressora e informações de mídia;

- Atualizações do fluxo de trabalho de corte e ferramentas de duplicação de configurações do dispositivo de corte, o que permite maior automação;

- Tempo reduzido de fluxos de trabalho, com escalonamento e rotação do trabalho diretamente do diálogo open-file antes de enviar os trabalhos para a fila do RIP;

- Suporte ao Autoscan Spectrophotometer FD-9, da Konica Minolta, para gerenciamento de cores e empresas de impressão industrial.

Fonte: Onyx



Fujifilm instalou mil unidades da Acuity LED 1600 no mundo

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 11/04/2018
Gráfica turca foi adquiriu a milésima unidade da impressora UV LED da Fujifilm

Gráfica turca foi adquiriu a milésima unidade da impressora UV LED da Fujifilm

A fabricante Fujifilm anunciou ter instalado a milésima unidade da impressora híbrida Acuity LED 1600. A Elitronik, sediada em Istambul (Turquia), confirmou a aquisição do equipamento, que foi lançado há quatro anos e atualizado em 2015.

A Elitronik emprega a Acuity LED 1600 para produzir membranas para a indústria eletrônica. A aquisição da máquina faz parte de um processo de migração tecnológica, substituindo a serigrafia por impressoras digitais.

Müge Elif Özaslan, fundador da Elitronik, declarou: “O setor em que atuamos usa quase que exclusivamente a impressão serigráfica, que pode ser um processo caro e demorado, com muito espaço para erro humano. Em 2015, começamos a pesquisar sobre uma tecnologia que pudesse mudar isso, e a UV digital parecia ser a mais promissora. Conversamos com alguns fornecedores, mas a Fujifilm nos permitiu testar a Acuity LED 1600 em nossa fábrica, para que pudéssemos ter certeza de que ela forneceria as melhorias que precisávamos”.

Tudor Morgan, gerente da área Sign & Display da Fujifilm Graphic Systems Europe, declarou: “A venda da milésima unidade da Acuity LED 1600 é a prova da confiabilidade dessa impressora. A milésima instalação é particularmente interessante e demonstra que o potencial dessa máquina vai muito além dos tradicionais mercados de comunicação visual e embalagens”.

Fonte: Fujifilm