Anajet lança camisetas pretas pré-tratadas para impressão direta

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 30/11/2014

Peças escuras com pré-tratamento garantem um processo com melhores resultados

Peças escuras com pré-tratamento garantem um processo com melhores resultados

A AnaJet, fabricante de equipamentos para impressão direta em camisetas, anunciou o lançamento de camisetas pretas com pré-tratamento. Segundo a empresa, ao comprar as peças, é possível economizar tempo e obter resultados consistentes na produção.

A AnaJet já oferecia o kit de pré-tratamento de camisetas a fim de prepará-las para a impressão direta. O processo, que envolve uma série de químicos e equipamentos de spray, ainda continua em alta entre os clientes da empresa. Porém, segundo a fabricante, muitos deles começaram a pedir soluções mais fáceis de lidar. Baseada nessa demanda, a Anajet passou a vender camisetas pré-tratadas.

A empresa também lançou a Spectrum, tinta mais barata e compatível com impressoras mPower. O material possui as mesmas propriedades da tinta antecessora, a PowerBright.

Além disso, a empresa anunciou a versão 3.0 do AnaRIP, software que inclui novas funcionalidades de rede e criação de perfis ICC, que melhoram a saturação de tinta e reproduzem gradientes mais suaves.

Fonte: My Print Resource



Zünd apresenta nova ferramenta de corte e gravação

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 17/01/2017
Novo RM-L tem potência de 3,6kW e torque de 0,7Nm

Novo RM-L tem potência de 3,6kW e torque de 0,7Nm

A fabricante Zünd anunciou o RM-L, novo módulo de corte, gravação e acabamento para diversos substratos, como Plexiglass, policarbonato, alumínio, Dibond, MDF, entre outros. O maquinário incorpora um spindle (refrigerado a água) com pinça pneumática, potência de até 3,6kW e torque de 0,7Nm. Além disso, conta com um sistema de extração de pó para manter a área de trabalho sempre limpa.

Segundo a empresa, o uso do RM-L diminui os tempos de troca de ferramentas, o que auxilia sobretudo nos fluxos de trabalho que envolvem diferentes produtos personalizados e projetos complexos. Além disso, substratos mais densos e duros podem der processados a velocidades e profundidades maiores, o que reduz o número de passes e aumenta a produtividade.

O módulo também vem equipado com o MQL, sistema de lubrificação de quantidades mínimas que mantém o bit lubrificado para diminuir atritos. Assim, pouco calor é gerado durante a produção, o que aumenta a vida útil do bit e permite velocidades maiores de processamento.

O RM-L tem um sistema de compensação de superfície que determina a espessura do substrato e detecta inconsistências. Durante o processamento, o sistema compensa variações e faz ajustes de profundidade. Para trabalhos de gravação, isso evita problemas causados por diferenças na espessura do substrato.

Para acomodar diferentes diâmetros de eixo, são utilizados suportes HSK-E25, que permitem o uso de uma gama maior de bits no mesmo módulo de router, e o ARC HSK troca automaticamente os bits.

Fonte: Zünd



SPGPrints lançará tintas para estamparia digital têxtil na Febratex

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 24/07/2016
Fabricante apresentará novas tintas ácidas e equipamento para impressão direta em tecidos

Fabricante apresentará novas tintas ácidas e equipamento para impressão direta em tecidos

A fabricante SPGPrints estará presente na Febratex 2016, feira têxtil que ocorrerá entre os dias 9 e 12 de agosto, em Blumenau (SC). No evento, a empresa promete lançar a Nebula Acid HD, linha de tintas ácidas indicadas para impressão inkjet direta em tecidos. Além disso, será a primeira vez que a SPGPrints apresentará a série de impressoras Javelin numa exposição nas Américas.

Com formulação especial, as tintas Nebula Acid HD são compatíveis com equipamentos que empregam cabeças Kyocera e foram desenvolvidas para oferecer maior profundidade de cor e melhor desempenho produtivo. Indicados para estampar poliamida usada em moda praia e artigos de luxo, os insumos cumprem as normas da indústria e estarão disponíveis a partir de setembro de 2016, no padrão CMYK e nas cores laranja, vermelho, azul e cinza.

Jos Notermans, gerente comercial da SPGPrints, declarou: “A indústria de moda praia exige que as impressoras têxteis trabalhem em alto desempenho e que estampem cores brilhantes, desenhos complexos e detalhes finos. As tintas Nebula Acid HD estão à altura desse desafio. E vamos apoiar nossos clientes a fazer a adoção desses insumos, ajudando-os a recriar seus perfis de cores”.

A impressora Javelin, que será apresentada pela primeira vez ao público brasileiro na Febratex 2016, é capaz de produzir mais de dois milhões de metros anualmente. Segundo a empresa, a máquina emprega cabeça de impressão Archer e dispara de gotas com volumes variáveis (de 2 a 10 picolitros), para a reprodução de detalhes finos, transições suaves e padrões geométricos. Com configuração de múltipla passada e largura de 1.850mm, a impressora é indicada a empresas que querem dar o primeiro passo na impressão digital têxtil ou complementar seu parque industrial.

Fonte: SPGPrints