Nova unidade de purificação de ar para impressoras digitais

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 03/09/2020
Dispositivo filtra ar e reduz odores no ambiente de produção

Dispositivo filtra ar e reduz odores no ambiente de produção

A filial europeia da Mimaki e a Bofa International, empresa especialista em tecnologia de extração de fumaça, anunciaram uma nova unidade de purificação de ar para a impressora solvente SWJ-320EA, de 3,2m de largura. A finalidade do aparelho é garantir um ambiente mais limpo e agradável aos operadores da máquina. Ele também reduz odores e possui filtros substituíveis pelo usuário

A nova purificadora, que tem 4m de comprimento e se conecta diretamente à impressora, extrai os VOCs (compostos orgânicos voláteis) emitidos durante a produção, passa a filtrá-los e, em seguida, libera o ar limpo de volta para o ambiente de produção.

Testes confirmaram que o nível de VOCs liberados pela impressora caiu de 250ppm para 1,8ppm.

A impressora SWJ-320EA, lançada em 2019, é indicada para estampar materiais para pdv, vinis para envelopamento de veículos, banners, outdoors, displays, entre outras peças de comunicação visual.

Bert Benckhuysen, gerente de produto da Mimaki Europe, comentou: “A Bofa é líder de mercado em tecnologia portátil de extração de fumaça e sua experiência provou ser inestimável ao desenvolver uma solução para a SWJ-320EA. Como resultado desta colaboração bem, nossos clientes ganham uma vantagem competitiva significativa”.

Fonte: Mimaki Europe



Como adesivar paredes e muros texturizados

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/07/2021
Aprenda a aplicar vinis em paredes rústicas

Aprenda a aplicar vinis em paredes rústicas

Os especialistas da Imprimax ensinam, neste artigo, a adesivar superfícies irregulares de muros e paredes externas expostas a intempéries. Com a técnica, o material será devidamente moldado e fixado, com um ótimo perfeito.

Para aplicações em superfícies externas, rústicas, porosas e irregulares, como muros de concreto, utilize um material específico como o Digiwall Branco, vendido nas versões semibrilhante e fosca. Trata-se de um vinil mais fino, de 65 micra, que pode receber impressão digital solvente, UV e látex. Como principal característica, a mídia conta com um tack mais agressivo e um adesivo mais resistente; necessários para que a aplicação suporte as condições extremas da instalação outdoor.

Embora esse tipo de trabalho exija materiais e procedimentos mais laboriosos, ele “é um tipo de aplicação de grande valor agregado”, garante Cleber Orsioli, gerente de marketing da Imprimax. Além disso, pode ser aplicado em pequenas superfícies ou áreas muito grandes, cobrindo totalmente dimensões muito espaçosas.

Para a preparação da superfície antes da aplicação, utilize a lavadora de alta pressão para extrair o máximo de impurezas do local (o pano é insuficiente para isso). Aguarde 24 horas para a secagem completa da área que receberá o adesivo. Comece apenas quando a superfície estiver bem seca e sem impurezas.

Comece a aplicação: faça o encaixe da imagem e vá retirando o liner. Nessa primeira etapa, adesive o material com as mãos enluvadas. Em hipótese nenhuma utilize a espátula, pois ela pode marcar o material, estragando o trabalho. Em seguida, utilize rolo e soprador térmico para moldar o vinil às reentrâncias da superfície.

Caso o muro apresente uma saliência maior ou um obstáculo, contorne o adesivo, para adaptá-lo a essa irregularidade.

Para o acabamento, aqueça o material com soprador térmico. O calor torna o material maleável, para que a passagem do rolo adapte o vinil às irregularidades do muro. Esse procedimento, exige um pouco de força e paciência para conferir um acabamento de alto nível.

Wagner Oliveira, instrutor técnico da Imprimax, dá mais uma dica: “É importante se atentar à durabilidade da tinta usada na impressão”, pois o material será submetido a intempérie e condições climáticas variadas. Ou seja, ele será naturalmente desgastado, por isso deverá ter uma resistência maior.

Assista como executar os procedimentos para a aplicação do Digiwall Branco em superfície rústica. Confira também o teste de resistência do material a condições extremas e externas:



Wasatch lança versão 7.4 do SoftRIP

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 08/11/2016
SoftRIP 7.4 vem com novas ferramentas e funções para fluxo de trabalho e garment printing

SoftRIP 7.4 vem com novas ferramentas e funções para fluxo de trabalho e garment printing

A Wasatch, desenvolvedora de softwares, anunciou a versão 7.4 do SoftRIP, aplicativo dedicado a impressão de grandes formatos. Uma das principais ferramentas do novo RIP é a Automation Option, que permite configurar a escala de produção em uma ou várias impressoras em uma pequena rede local ou pela internet.

A nova versão do SoftRIP também possui uma interface simplificada projetada para imprimir etiquetas. Funções dedicadas são encontradas na tela principal juntamente com as ferramentas de gerenciamento de cores.

Na nova edição do aplicativo, filas de impressão podem ser excluídas automaticamente. Todas as entradas podem ser limpas rotineiramente ao iniciar o SoftRIP através da configuração Management Tools. Além disso, as filas podem ser bloqueadas e protegidas por senha. Isso significa que os gerentes de produção podem manter de forma segura as filas do SoftRIP e manter ou excluir entradas conforme necessidade.

A Wasatch também adicionou ferramentas para gerenciar a impressão de tinta branca em roupas escuras. Trata-se de uma função especialmente desenvolvida para empresas que trabalham com equipamentos de impressão inkjet direta em vestuário. Com ela, os operadores podem gerar automaticamente tinta branca em arquivos que contêm transparência. Isso pode reduzir o tempo de preparação de arquivos e aumentar a confiabilidade da impressão.

A Wasatch afirma ainda que adicionou diversos novos drivers para impressoras como Mutoh 1938TX, Mimaki TS300P, MS JP3, Epson P10000 e P20000.

Fonte: Wasatch