Trotec apresenta nova máquina a laser

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 23/02/2021
Q500 emprega fonte de 60W

Q500 emprega fonte de 60W

A fabricante Trotec lançou a Q500, gravadora a laser indicada para a produção de displays e peças de sinalização.

Com sistema de controle OptiMotion, o equipamento pode trabalhar na velocidade máxima de 2m/s e executar gravações com um tamanho de fonte de 4 pontos.

A Q500 pode ser fornecida com duas opções de laser: o modelo de tubo de vidro de CO2 e 60-120W (para aplicações de corte) e o modelo CeramiCore RF de fonte dupla de CO2 e 60W (para gravações).

A Q500 roda com o software JobControl, da Trotec, que atua como uma espécie de driver de impressão e é compatível com uma ampla gama de aplicativos de design gráfico.

A máquina oferece qualidade e velocidade aprimoradas em comparação ao modelo R500, da Trotec, que tem o mesmo tamanho (de 1300mm x 900mm), mas não inclui menos recursos.

Fonte: Trotec



Por que a qualidade do liner é essencial para as mídias adesivas

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 16/07/2020
Saiba por que esse componente é tão importante para os vinis e filmes adesivos

Saiba por que esse componente é tão importante para os vinis e filmes adesivos

Ao instalar mídias adesivas, a última coisa em que você pensa provavelmente é o resto dos materiais que você jogará no lixo, e são esses materiais, sobretudo o liner, que fazem toda diferença tanto na impressão quanto na instalação das mídias.

O liner é um recurso essencial das mídias adesivas e influencia diretamente na qualidade da aplicação. Mas, por ser descartado, parece ter baixo valor. Isso não poderia estar mais longe da verdade. E ao gastar um pouco mais para ter uma solução de liner de mais qualidade, você poderá economizar muito trabalho, tempo e, também, dinheiro.

Geralmente de papel (embora possa ser também composto por poliéster ou polipropileno), o liner é acoplado à mídia, que pode ser um filme de PVC, poliéster, polipropileno ou papel sintético. O liner, que é agente desmoldante, tem a função de impedir que a superfície dessa mídia adira à superfície errada.

Evite problemas de impressão

Algumas impressoras digitais têm aquecedores usados para a secagem de tinta, e o calor pode estragar os liners de baixa qualidade, potencialmente causando enrugamentos e choques com a cabeça de impressão com as mídias. Para que isso seja evitado, recomenda-se o uso de um liner revestido de PE, que ajudará o substrato a ficar nivelado durante a impressão.

Mídias finas

Também é necessário um liner mais espesso para estabilizar materiais finos durante a impressão. Por exemplo, um poliéster de 50 micra é muito delicado, porém o liner correto possibilita o uso dessa mídia.

Mídias transparentes

Mídias transparentes exigem um liner opaco ou branco, para que as máquinas possam “enxergar” os materiais e imprimi-los e processá-los.

Estabilidade no acabamento

Um bom liner também oferece estabilidade durante o processo de corte das mídias, especialmente em impressoras com plotter integrada, nas quais o material é pinçado por roletes. Essas máquinas movimentam o substrato, de modo que o liner precisa ser estável suficiente para que as linhas de corte sejam precisas.

Liners mais “pesados”

O peso do liner também influenciará a instalação da mídia; um liner mais pesado ajudará os substratos a ficarem planos e garantir um processo de instalação mais fácil. Os revestimentos de liberação de ar facilitam o uso dos materiais: são pequenos canais que permitem que o ar flua e não fique preso entre a mídia e a superfície, o que criaria bolhas. O PVC padrão não é poroso, portanto, essa tecnologia torna os materiais gráficos, particularmente aqueles usados no envelopamento de veículos, mais tolerantes.

Liner resistente a umidade

O papel absorve e dispersa umidade do ar. Essa mudança constante, causada pelas mudanças do ambiente, pode ser causa de alguns problemas na impressão e instalação das mídias. Liners de papel que sejam resistentes à umidade superam esse desafio. Eles são revestidos em ambos os lados com polietileno que inibe a absorção de umidade e bloqueiam alterações no perfil do papel. O liner é siliconado no lado receptivo do adesivo.

O liner não é apenas uma parte descartável da mídia. Ele desempenha um papel determinante na qualidade do trabalho. Gastar um pouco mais em um produto melhor evitará danos à impressora, reduzirá o tempo de inatividade e acelerará o processo de instalação, tornando o trabalho mais fácil e barato a longo prazo.

Fonte: Drytac



Roland DG lança impressoras VersaUV LEC2 e S-Series

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 22/01/2021
Modelos VersaUV LEC2 imprimem e cortam

Modelos VersaUV LEC2 imprimem e cortam

A fabricante Roland DG anunciou no mercado internacional duas novas linhas de impressoras UV: a VersaUV LEC2 e a S-Series. Ainda não há previsão de lançamento das máquinas no Brasil.

VersaUV LEC2

Com sistema rolo a rolo e recorte integrado, a VersaUV LEC2 está disponível nas larguras de 762mm (LEC2-330) e 1.625mm (LEC2-640).

Voltada para produção de aplicações internas e externas, a série é indicada para empresas de embalagens e protótipos e birôs que buscam adicionar qualidade premium e efeitos especiais a uma ampla gama de peças gráficas e de sinalização.

Para o modelo LEC2-330 estão disponíveis acessórios opcionais como a barra de tensão TB-30 e a mesa de extensão ET-30, que possibilitam a impressão de filmes finos e rótulos com contorno e protótipos de papelão.

O modelo LEC2-640 vem com tinta branca de alta opacidade, para a impressão em materiais transparentes e produção de gráficos para vitrines.

VersaUV S-Series

Com sistema plano de alimentação de substratos, essa nova linha imprime em mídias flexíveis e rígidas.

A S-Series é indicada para birôs de sinalização, lojas de personalização, gráficas industriais e especialistas em embalagens.

A S-Series é oferecida em uma variedade de tamanhos para se adequar a diferentes ambientes de produção. A linha agrega modelos com diferentes larguras (762mm e 1.625mm) e configurações de comprimento (F200, F300 e F400), além de trabalhar com mídias com 230mm de altura.

Tintas ECO-UV EUV5

Todos os modelos VersaUV LEC2 e S-Series empregam a nova tinta EUV5, em configurações de CMYK duplo (para maior produtividade) ou de CMYK com primer e branco. A tinta branca adiciona realces e pode ser usada como fundo para impressão de cores. Já o primer cria acabamentos brilhantes e foscos. Também podem produzir efeitos texturizados, Braille e marcações especializadas para aplicações industriais.

As lâmpadas UV LED de intensidade ajustável possibilitam acabamentos criativos, como aplicações de glitter, realizados por meio de um processo secundário.

Fonte: Roland DG