FDC apresenta novo vinil cast fluorescente

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 01/11/2023
Lumina 3521 é indicado para aplicações de curta duração

Lumina 3521 é indicado para aplicações de curta duração

A norte-americana FDC Graphic Films lançou no mercado internacional o Lumina 3521, vinil cast fluorescente indicado para envelopamento, sinalização de vitrines, exposições em feiras, displays de pdv e decalques com duração de curto prazo.

Com adesivo permanente e acabamento de alto brilho, o Lumina 3521 está disponível em seis opções: Vermelho, Laranja, Amarelo, Verde, Azul e Fúcsia.

De acordo com a empresa, o Lumina 3521 apresenta uma coloração neon exclusiva com apelo visual superior e opacidade excepcional, e a mídia pode ser empregada em instalações internas ou externas, porém, como os pigmentos fluorescentes desbotarão por conta dos raios UV, as películas têm durabilidade limitada.

Michael Aldrich, gerente de produto da FDC, declarou: “O Lumina 3521 é um ótimo filme externo de curta duração. Porém pode ser usada para qualquer coisa que queira chamar a atenção”.

Fonte: FDC



Dispositivo imprime informações de produção no verso da mídia

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 07/02/2015

Informações impressas no verso da mídias ajudam a melhorar a comunicação interna dos birôs

Informações impressas no verso da mídias ajudam a melhorar a comunicação interna dos birôs

A Matan, fabricante de impressoras digitais, anunciou recentemente o lançamento do ID Backprint, dispositivo que estampa informações sobre os trabalhos no verso das mídias impressas.

Com a ferramenta, é possível marcar dados como identidade do arquivo digital, data e hora da impressão, modo de produção, nome do cliente, endereço de entrega e transporte, além de informações sobre embalagem, posicionamento, instalação e panelização.

O ID Backprint, que vem instalado em equipamentos Matan, registra as informações no verso do substrato paralelamente à impressão realizada na parte frontal da mídia.

As marcações feitas corretamente melhoram a comunicação entre birôs e clientes, evitam erros de produção e podem economizar tempo e dinheiro. Geralmente, elas são feitas nas margens dos impressos e, por isso, correm o risco de serem retiradas durante o acabamento, nos processos de corte e refile.

Algumas empresas fazem as marcações manualmente, o que pode acarretar erros e tomar tempo dos operadores. Foi pensando nisso que a equipe de desenvolvimento da Matan criou o ID Backprint e as marcações eletrônicas no verso das mídias, que tornam a produção e a comunicação mais eficientes e seguras.

ID Backprint é ferramenta que vem instalada em impressoras Matan

ID Backprint é ferramenta que vem instalada em impressoras Matan

Fonte: Matan Printers



Birô fatura com sinalização para distanciamento social

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 24/04/2020
Gráfica inglesa já produziu mais de 10 mil metros de sinalização para distanciamento social

Gráfica inglesa já produziu mais de 10 mil metros de sinalização para distanciamento social

Desde o começo da pandemia de covid-19, o birô inglês Leach tem produzido sinalizações com orientações e informações sobre distanciamento social e cuidados de saúde e higiene. Os materiais, que podem ser colados em janelas, pisos e paredes, seguem padrões governamentais e podem ser utilizados em estabelecimentos de serviço essencial, como mercados, farmácias, hospitais e postos de saúde. As mídias também são indicadas para qualquer comércio com potencial de aglomerar pessoas.

Apenas no mês de março, a Leach produziu mais de 10 mil metros quadrados de gráficos de distanciamento social. Atualmente, a empresa estampa centenas de sinalizações que podem ser adquiridas por meio da loja virtual dedicada ao serviço.

No Reino Unido, onde a Leach está localizada, a maioria das lojas atualmente contém cartazes e marcas no chão que ajudam as pessoas a manter o distanciamento seguro e adequado.

James Lavin, diretor administrativo da Leach, declarou: “Nossas vidas e a maneira como socializamos inevitavelmente mudarão, principalmente no curto prazo. Essas novas sinalizações se tornarão parte integrante do nosso dia a dia, assim como as sinalizações contra o fumo, por exemplo”.

O executivo ressaltou que não são apenas as empresas de serviços essenciais que precisarão de sinalização específica, outros estabelecimentos como museus, restaurantes e lojas também poderão querer aplicar essa nova comunicação visual, sobretudo antes de voltarem a funcionar, quando houver o relaxamento das quarentenas e isolamentos.

Fonte: Leach