X-Rite apresentou o novo i1Pro 3

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 22/01/2020
É a terceira geração do espectrofotômetro

É a terceira geração do espectrofotômetro

As fabricantes X-Rite e Pantone anunciaram a terceira geração do i1Pro, espectrofotômetro indicado para gerenciamento de cores de impressoras, monitores e projetores, empregados nos segmentos de gráficas, imagens e fotografias.

Segundo as empresas, o dispositivo está mais preciso, confiável e duas vezes mais rápido que seu antecessor.

Ray Cheydleur, gerente de portfólio de produtos de impressão e imagem da X-Rite, declarou: “Por mais de 10 anos, a família i1Pro é a solução indicada para profissionais de imagem que exigem perfis de cores precisos. O i1Pro 3 leva o gerenciamento de cores para o próximo nível. Os profissionais de cores poderão incorporar os padrões de cores em impressoras e todos os dispositivos digitais, para um gerenciamento repetitivo de cores”.

Entre as novidades do i1Pro 3, a X-Rite e Pantone destacam:

- Fonte de luz LED de espectro completo: permite a digitalização de passagem única e aumenta a precisão do dispositivo;

- Medição M0, M1 e M2 em uma única passagem: os operadores de pré-impressão e impressão podem prever rapidamente como as cores impressas em substratos opticamente iluminados ficarão sob diferentes condições de iluminação;

- Leitura de patchs menores (6mm x 6mm) duas vezes mais rápido que o i1Pro 2: é possível ler mais patches por target, o que demanda menos páginas impressas e digitalizações;

- Calibração em telas ultra brilhantes (até 5K NITs): em até quatro monitores conectados a um único computador ou vários monitores conectados a computadores diferentes;

- Criação automatizada de arquivos: com a opção de incluir a “i1iO Automated Scanning Table” i1Pro 3.

Fonte: X-Rite



Como aplicar vinis recortados por plotters

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 17/02/2017
Saiba, passo a passo, como aplicar vinis recortados empregados em comunicação visual

Saiba, passo a passo, como aplicar vinis recortados empregados em comunicação visual

Aplicações de vinis adesivos recortados em plotters são o ponto de partida de muitas pequenas empresas do ramo de comunicação visual. Trata-se de um serviço simples, muito requisitado e que não demanda recursos muito caros.

No entanto, a aplicação de vinis recortados requer alguns cuidados. No passo a passo a seguir, realizado pela Imprimax, saiba como executar o serviço de modo correto e com qualidade.

Observação: a máscara de transferência deve ser usada imediatamente para manter a característica removível do adesivo (cola). Cuidado também com o tempo de aplicação, pois pode haver o aumento do tack, o que dificultará a remoção da máscara.

Efetue o recorte eletrônico (com plotter) do material
Depile a arte
Aplique a máscara de transferência
Retire o liner da mídia após o mascaramento
Limpe e posicione a mídia sobre a superfície, iniciando a aplicação, espatulando do centro para as extremidades
Retire a máscara, puxando-a rente ao adesivo e à superfície, tomando cuidado com os ‘miolos’ das letras. Caso surjam bolhas, faça um pequeno furo nas extremidades e espatule o ar para fora, pelo lado oposto ao furo
Finalize a aplicação

 



SAi lança software específico para impressão sublimática

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/11/2019
FlexiDYESUB melhora fluxo de trabalho na sublimação

FlexiDYESUB melhora fluxo de trabalho na sublimação

A desenvolvedora SAi lançou a FlexiDYESUB, uma versão do Flexi 19 específica para produção de impressão sublimática digital. De acordo com a empresa, o aplicativo inclui um conjunto completo de recursos para otimizar as etapas de pré-impressão de qualquer negócio que envolva sublimação, como grandes indústrias têxteis e pequenas e médias empresas que produzem camisetas, itens decorativos em metal, cerâmica, vidro, plástico, cartão e tecidos.

O FlexiDYESUB também é indicado tanto para trabalhar com equipamentos que estampam diretamente no tecido ou que imprimem em papel de transferência.

Pelo aplicativo, é possível controlar os canais de tinta individualmente. Além disso, o “Wizard-based color profiler” elimina falhas na criação de perfis e simplifica o processo de dividir as tinas. Já o mapeamento de cores exatas oferece a capacidade de personalizar fórmulas que correspondam às cores que deverão ser reproduzidas.

Além das ferramentas de gerenciamento de cores, o FlexiDYESUB armazena dados dos trabalhos em nuvem e oferece a “Artwork Approval Tool”, por meio da qual as aprovações dos clientes podem ser simplificadas.

Fonte: SAi