Visitantes fazem negócios na feira FuturePrint 2019

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 14/07/2019
Empresários e técnicos de várias regiões do país compareceram ao evento para adquirir tecnologias

Empresários e técnicos de várias regiões do país compareceram ao evento para adquirir tecnologias

Negócios. Embora a FuturePrint 2019, exposição de tecnologias de comunicação visual e impressão digital, ofereça diversos atrativos para os visitantes interessados em se informar e atualizar, o evento é essencialmente uma feira de negócios. No primeiro dia, 10 de julho, a exposição concentrou inúmeros compradores interessados em adquirir soluções e melhorar o oferecimento de seus produtos e serviços. Foi o caso de empresários de diversas regiões do país que estiveram no evento para negociar vinis adesivos, plotters de recortes, softwares especializados e impressoras digitais. Conheça alguns desses empresários e seus negócios concluídos na feira.

Sublimação digital

A edição de 2019 da FuturePrint foi a primeira chance de dois executivos da Sublitextil visitarem a feira. Alex Sandro Santos (sócio diretor) e Marco Barbosa (diretor industrial) saíram de Fortaleza (CE) para arrematar um negócio no estande da Mimaki. A dupla adquiriu a recém-lançada TS55-1800, impressora sublimática de grande formato capaz de produzir na resolução máxima de 1.200dpi e na velocidade máxima de 135m2/h.

Especializada em moda feminina (infantil, jovem e plus size), a Sublitextil já contava com quatro calandras e três impressoras da Mimaki. Como a demanda produtiva vem crescendo nos últimos meses, os diretores decidiram adquirir mais um equipamento sublimático e optaram pela nova TS55-1800.

Embora as negociações e os estudos tenham sido realizados antes da feira, a FuturePrint foi oportunidade para que os diretores da Sublitextil fechassem o negócio e conhecessem mais sobre a máquina: “Estaremos em São Paulo até sexta-feira, e vamos testar a impressora, para ver como ela se comporta”, relata Santos.

O executivo também se orgulha de ser o primeiro a adquirir e instalar a TS55-1800 no Nordeste, e está com as ótimas expectativas em relação à produtividade e aos ganhos que o equipamento oferecerá para a empresa, que trabalha com mais de 30 tipos de tecidos de poliéster importados e nacionais.

Instalada em um prédio de 1.500 metros quadrados, a Sublitextil estampa 80 mil metros por mês, para atender o segmento de moda feminina em toda a região metropolitana de Fortaleza.

Alex Sandro Santos (sócio diretor) e Marco Barbosa (diretor industrial), da Sublitextil, adquiriram uma impressora sublimática de grande formato

Vinis e decoração

Sócio-diretor da TecnoMold, revenda curitibana de materiais para sign e serigrafia, Ricardo Felippe visita a feira há mais de vinte anos. Em 2019, ele veio com o sócio, Gustavo Felippe, para a exposição com o intuito de se atualizar e negociar pacotes de vinis decorativos e automotivos recém-lançados pela Imprimax.

Uma das prioridades atuais da TecnoMold é atender ao segmento de decoração. O sócio-diretor da empresa notou que há mais de três anos, a demanda por vinis para adesivação de casas e escritórios tem crescido em razão do interesse do público em usar os materiais para personalizar salas, quartos e outros cômodos. Além disso, os fornecedores de vinis decorativos, como a Imprimax, aumentaram a oferta de produtos para o segmento, o que estimulou ainda mais o uso dessas soluções.

Os executivos da TecnoMold notaram também que, além de signmakers, novos consumidores, como donas de casa, procuram a loja para comprar películas adesivas para renovar, criar e decorar. E a FuturePrint é uma boa oportunidade para que esse público veja de perto as várias possibilidades de adesivação. “A feira é importante para quem é do ramo. Também é interessante para as pessoas que não conhecem a área e queiram conhecer, por exemplo, como substituir papéis de paredes por vinis adesivos, na decoração doméstica”, acrescenta o sócio-diretor.

Otimista em relação ao segundo semestre de 2019, o executivo acredita que a feira é um estímulo ao mercado, e espera aumentar as vendas de vinis decorativos no período.

Ricardo Felippe e Gustavo Felippe, sócios da TecnoMold, vão ampliar a oferta de vinis adesivos decorativos oferecidos na revenda

Plotter de recorte

Localizado em Ibaté, interior de São Paulo, o birô Mega Comunicação Visual oferece serviços de impressão e acabamento de sinalização para clientes da região de Ribeirão Preto. Especializada em personalização de frota, a empresa conta com uma impressora solvente e uma plotter de recorte de 1,2m. Como os equipamentos estão começando a ficar defasados, tanto o proprietário (Junior Leite) quanto a arquiteta (Amanda Gomes) estudam há meses novas soluções para renovar o parque gráfico.

Depois de pesquisar muito, a dupla optou por adquirir uma plotter de recorte de 1,5m e uma impressora UV de 1,6m da Bannerjet. O atendimento da fornecedora e o custo-benefício dos equipamentos foram os grandes atrativos das aquisições, que foram concluídas no primeiro dia, 10 de julho, da FuturePrint 2019.

A dupla foi até o estande da Bannerjet para pegar a plotter a fim de instalá-la no dia seguinte na empresa. Com o novo equipamento, os executivos esperam aumentar a produtividade do acabamento e melhorar o aproveitamento de mídias, além de integrá-lo à nova impressora UV, que será instalada em breve.

A dupla do Mega Comunicação Visual não só adquiriu a plotter, mas aproveitou a feira para analisar outras tecnologias, fazer cotações e conversar com as equipes de outros fornecedores. “Pegamos muitas propostas. Os vendedores nos estandes são muito atenciosos”, acrescentou o proprietário, que participa do evento há cinco anos.

Junior Leite (proprietário) e Amanda Gomes (arquiteta e designer de interiores), da Mega Comunicação Visual, compraram uma plotter de recorte para renovar o acabamento da empresa

Softwares especiais

Localizada na capital paulista, a LPGonline presta serviços de criação e impressão de peças de comunicação visual, como revestimento de parede, cartazes, displays e adesivos. O foco da empresa é atender decoradores e agências de propaganda mais críticos e que exigem trabalhos de imagens e acabamentos de maior qualidade.

Para rodar duas impressoras (uma látex e uma ecossolvente) e uma plotter de recorte, a LPGonline utiliza os softwares da SAi, desenvolvedora especializada em aplicativos de sinalização. A fornecedora esteve presente na FuturePrint 2019, com um estande dedicado a apresentar seus aplicativos, sobretudo o recém-lançado Flexi 19.

Gilberto Bonetti, designer da LPGonline, acompanhou as palestras técnicas da SAi e tirou dúvidas com o diretor Marcelo Chagas, especialista nos produtos oferecidos pela fornecedora. Além da versão 19 do Flexi, Bonetti ficou sabendo de um novo plug-in, o Box&Display, que ajuda na criação de embalagens e caixas personalizadas – produtos que a LPGonline pode vir a oferecer (o que expandiria o leque de opções da empresa).

Bonetti, que visita a feira desde as primeiras edições, é veemente ao dizer que o evento é muito importante para o mercado e para qualquer profissional que queira se manter atualizado. “Quem tem negócio precisa vir para conhecer as novidades”, enfatiza o designer, cuja empresa atua há 34 anos na área de comunicação visual.

Gilberto Bonetti (designer da LPGonline) e Marcelo Chagas (diretor da SAi): software pode ampliar leque de opções oferecidas pelo birô

 



Durst Brasil anuncia impressora Kappa 180, para estamparia digital

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 08/01/2013

impressora para estamparia digital

Kappa 180: impressora Durst para estamparia digital

Além de apresentar expansão no mercado nacional de impressoras UV, a Durst Brasil anuncia mais um lançamento para 2013: a Kappa 180, equipamento para estamparia digital.

Segundo Flávio Hirata, CEO da fornecedora, o equipamento chegará no primeiro bimestre de 2013. O executivo comemora: "Com a Kappa 180, nosso portifólio ficará mais completo. Vamos oferecer aos clientes a mesma qualidade de impressão, mas, desta vez, para produção em tecidos".

Características da nova impressora para estamparia digital

A velocidade máxima estimada da Kappa 180 é de 600m2/h. A máquina trabalha com resolução máxima de 1.056 x 600dpi. E o volume das gotas disparadas pode variar: de 7 a 21 picolitros.

A impressora emprega o sistema QuadroZ, de cabeças de impressão, adaptado para disparar as tintas Kappa Inks, desenvolvidas especialmente para estamparia digital.

O conjunto de cores também é diferenciado. Além da paleta CMYK, a Kappa 180 usa tintas especiais: azul, vermelho, laranja e cinza – o que permite a reprodução de uma gama bem grande de tonalidades.

Segundo a Durst, a Kappa 180 tem rápido acerto. Isso porque o equipamento possui sistema de entrada de mídia automatizado (que pode trabalhar com substratos de até 195cm de largura). Além disso, a blanqueta de impressão está integrada ao sistema de limpeza, o que aumenta a produtividade e encurta o tempo de ajuste entre as trocas de trabalho.

Fonte: Durst Brasil. Edição: InfoSign



Fisher Textiles passa a oferecer tecidos com liner preto

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 18/02/2020
Mídias são indicadas para soft signage

Mídias são indicadas para soft signage

A fabricante Fisher Textiles anunciou no mercado internacional a disponibilidade de dois tecidos com liner preto sem sangria.

De poliéster, o GF1707 Soft Knit Black tem 126 polegadas de largura e é retardador de chamas. Possui estrutura rígida e alta opacidade. É recomendado para banners e peças de comunicação visual. Segundo a fabricante, os fios usados para confeccionar este tecido garantem que ele não desbota mesmo depois de muitas lavagens.

O GF4608 Power Stretch Black é composto por poliéster (90%) e spandex (10%). Com 126 polegadas de largura, é uma mídia retardadora de chamas. Possui 20% de alongamento na largura e 40%, no comprimento. Por isso é indicado para compor telas que exigem alongamento e tensão. É um tecido fosco e confeccionado com fios sem sangria e sem crocking.

Fonte: Fisher Textiles