Variáveis técnicas das impressoras de grande formato

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 30/08/2021
Velocidade, qualidade ou variedade: qual delas é a mais importante para a sua empresa?

Velocidade, qualidade ou variedade: qual delas é a mais importante para a sua empresa?

Adquirir uma impressora de grande formato adequada requer uma pesquisa diligente. Para aqueles de fora do mercado, pode parecer que os vários dispositivos fisicamente semelhantes farão a mesma coisa e que a decisão de compra será direcionada principalmente pelo custo do equipamento. Aqueles mais versados no grande formato sabem que muitas considerações devem ser feitas para restringir a lista de aparelhos potenciais. Em alguns casos, a decisão de se concentrar em uma qualidade significa uma decisão de aceitar compensações em outras áreas.

Velocidade de impressão

Para muitos, o desejo de rendimento máximo é de importância primordial, porque seu objetivo é a performance - e certamente existem sistemas para preencher esse requisito. Por exemplo: uma das impressoras de grande formato mais rápidas do mercado hoje produz mais de 15.000 pés quadrados de impressão vendável em uma hora. Mas esse mesmo dispositivo é bastante caro, algo que se justifica se a empresa tiver trabalho suficiente para atender a essa necessidade. E atingir as altas velocidades prometidas geralmente significa operar um ou dois degraus abaixo do modo de “alta qualidade”, porque a impressão mais rápida pode exigir resolução mais baixa. Mas o verdadeiro objetivo da impressora rápida não é a qualidade excepcional: em vez disso, é uma qualidade totalmente aceitável para o alto volume de trabalho. Além disso, muitas das máquinas mais rápidas são apenas do tipo plano ou rolo a rolo, limitando a variedade de aplicações. Portanto, leve em conta a compensação: velocidade, em troca de menor qualidade e menos flexibilidade.

Qualidade de impressão

Quando as primeiras impressoras de grande formato estavam sendo lançadas, os céticos diziam que elas nunca alcançariam qualidade fotográfica ou offset e, portanto, não competiriam com essas tecnologias. Os atuais sistemas inkjet refutam essas afirmações iniciais. Cabeças de impressão de alta resolução e conjuntos de tintas expandidos (que incluem verde, laranja, violeta e branco) produzem resultados surpreendentes. Mas, assim como a necessidade de velocidade, a busca por qualidade excepcional tem um custo. Dada a resolução extremamente alta que esses sistemas podem produzir, sua velocidade de impressão é reduzida. Por exemplo: uma impressora com foco em qualidade, hoje, apresenta um conjunto de tintas de doze cores capaz de atingir até 99% do Guia Pantone, mas produzirá apenas 194 pés quadrados por hora em seu modo de alta qualidade. Além disso, essas impressoras alimentadas por rolo usam tintas pigmentadas à base d’água com desempenho excepcional em mídias especialmente revestidas. A compensação aqui, então, é qualidade em troca de impressão mais lenta e menos flexibilidade.

Variedade de aplicações

As impressoras híbridas são aquelas que oferecem os recursos dos sistemas plano e rolo a rolo, integrados em uma única solução. Quase todos esses sistemas utilizam tintas UV, que permitem uma adesão a ampla variedade de substratos. Eles fornecem flexibilidade máxima, oferecendo durabilidade em mídias que variam de tecidos delicados a materiais rígidos, como estireno e madeira. Essas impressoras laboriosas são comumente encontradas em birôs que oferecem produtos finais diversificados. Com relação à velocidade de impressão, há uma grande variedade de sistemas mais lentos e mais rápidos, muitas vezes diretamente relacionados ao custo -  embora poucos cheguem perto dos sistemas mais rápidos. Com relação à qualidade de impressão, esses sistemas podem fornecer excelentes resultados para os propósitos e produtos finais, mas não competem pela melhor qualidade. Aqui, a flexibilidade é obtida em troca de menos velocidade e qualidade inferior.

As boas notícias

É útil visualizar a velocidade, qualidade e flexibilidade como um diagrama de Venn, que assume a forma de um triângulo equilátero. Embora haja uma sobreposição significativa entre esses três elementos, as impressoras mais específicas e segmentadas - e, portanto, limitadas - provavelmente estão fora dessa sobreposição. A boa notícia é que muitos sistemas atualmente oferecem excelente qualidade, velocidade aceitável e flexibilidade necessária para satisfazer as necessidades da maioria dos usuários de grande formato. No entanto, é essencial entender sua empresa e suas necessidades. Existe um sistema “certo” para elas. Sua tarefa é saber o suficiente para identificá-lo.

O autor deste artigo é Dan Marx, editor sênior do Impressions Group, que possui amplo conhecimento da indústria de comunicações gráficas e trabalhou por quase três décadas com proprietários de empresas e desenvolvedores de equipamentos e mídias.



Artwork Digital ganha prêmio de excelência da Inca Digital

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 30/05/2014

Artwork venceu na categoria de decoração de produtos e designs exclusivos

Artwork venceu na categoria de decoração de produtos e designs exclusivos

Durante a Fespa 2014, que aconteceu entre os dias 20 e 23 de maio, foram anunciados os vencedores do IDEAs, prêmio de excelência gráfica promovido pela Inca, fabricante de impressoras digitais. O birô brasileiro Artwork Digital foi o vencedor da categoria "Decoração de produtos e designs exclusivos".

Os juízes da competição avaliaram uma série de requisitos técnicos dos trabalhos inscritos, como originalidade, substrato, desafios de projeto, benefícios ao cliente, impressão e qualidade estrutural.

Heather Kendle, diretor de marketing da Inca, comentou: "Esta é a terceira edição do prêmio da Inca Digital. Mais uma vez, estamos satisfeitos com o número de inscrições".

Confira as empresas vencedoras do IDEAs 2014:

  • PDV 3D: Kolorcraft (Reino Unido) ;
  • Gráficos impressos para exposição: Electroprint (Marrocos);
  • Exposição interativa: Smurfit Kappa Display (Irlanda) ;
  • Decoração de produtos e designs exclusivos: Artwork Digital (Brasil);
  • Prêmio especial de criatividade: Color Ink (EUA).

Fonte: Inca Digital



Digi Print é a mais nova revenda Roland

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 16/08/2013

Roland SOLJET Pro4 XF-640

Roland XF-640: impressora vendida pela Digi Print

Em julho, o mercado de impressão digital têxtil ganhou um novo fornecedor, a Digi Print. Trata-se de uma revenda especializada em equipamentos e insumos da Roland. Além disso, a empresa tem suprimentos da Papéis Havir e possui sua própria marca de tintas sublimáticas para impressoras Roland, Mimaki, Epson e Mutoh.

Entre os especialistas da nova fornecedora, está Marcos Pinhata, diretor comercial da empresa e ex-colaborador da Marbor, que encerrou recentemente as suas atividades no ramo de impressoras digitais.

"Atuaremos no mercado de uniformes, decoração, moda, dublagem e calçados, atendendo todo território brasileiro. Prometemos excelência em atendimento aos clientes. Como base, contamos com um amplo conhecimento de mercado", declarou Pinhata.

A Digi Print comercializa impressoras Roland voltadas ao mercado têxtil, como a RE-640S, a Versa Studio e a XF-640S.

Em breve, a empresa divulgará seu site e show room.