Summa lança máquina a laser com 3,2m de largura

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 17/06/2019
L3214 pode rodar a 400 metros quadrados por hora

L3214 pode rodar a 400 metros quadrados por hora

A fabricante Summa anunciou no mercado europeu a L3214, nova máquina a laser equipada com mesa de 1,4m (comprimento) x 3,2m (largura).

Com velocidade máxima de corte 400m2/h, a máquina é indicada para aplicações de sinalização, decoração e vestuário.

Segundo a empresa, um dos diferenciais da máquina é o corte “on-the-fly”, que possibilita a alimentação contínua das mídias. Isso significa que, enquanto o equipamento corta, o material recém-acabado fica prontamente disponível para retirada.

A L3214 vem com o sistema Vision, que escaneia continuamente as mídias e cria automaticamente o vetor de corte necessário para os trabalhos. O sistema também assegura a produção contínua.

A Summa garante que o desenrolador motorizado da L3214 elimina distorções no tecido durante o corte, além de oferecer uma alimentação de mídia constante e estável.

Outras tecnologias de destaque da máquina são o corte sem contato e as câmeras inteligentes (que compensa as deformações automaticamente). Além disso, os vapores são removidos pelo sistema de extração interno e o laser não produz poeira fibrosa. A máquina é fechada e a fonte laser é coberta durante as operações. O equipamento para de rodar se a tampa abrir.

Fonte: Summa



Summa lança mesas de corte com 3,2m de largura

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 05/12/2018
Modelos F3232 e F3220 são indicadas para cortar tecidos

Modelos F3232 e F3220 são indicadas para cortar tecidos

A Summa, fabricante de plotters de corte, anunciou no mercado internacional dois novos modelos de mesas de corte para acabamento. São os F3232 e F3220, com largura de 3,2m e base tecnológica da série Summa F.

Com previsão de começar a serem comercializadas entre fevereiro e abril de 2019, as máquinas são indicadas para birôs que estampam materiais de tecidos de grandes formatos.

Geert Pierloot, gerente de marketing de produto da Summa, declarou: “Além do recém-lançado Módulo Rotativo de Alto Torque (HT RM), o F3232 e o F3220 atendem ao mercado têxtil no processamento de todos os tipos de tecidos, para aplicações como bandeiras e banners”.

Segundo a fabricante, as máquinas também são indicadas para cortar mídias rígidas no formato de 3m x 2m. Além disso, o F3232, com área de trabalho de 3,2m x 3,2m, oferece o modo “Tandem”, que aumenta a produtividade do fluxo de trabalho por trabalhar com zonas frontais e zonas traseiras alternadamente. O modo tandem processa placas de 1,5m x 3m.

As ferramentas da série Summa F são projetadas para oferecer alta versatilidade no processamento de diversos tipos de materiais.

Fonte: Summa



Epson entra no mercado de sublimação com duas novas impressoras

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 25/11/2012

impressora Epson para sublimação

Nova SureColor SC-F7000: aposta da Epson para o mercado de impressão sublimática

SureColor SC-F: esse é o nome da nova linha de impressoras que marcam a entrada da Epson na sublimação. Dois modelos fazem parte dessa família: o SureColor SC-F60 e o SureColor SC-F70. O primeiro tem 44 polegadas (1,1m) de largura de impressão. Já o segundo, um pouco maior, vem com 64 polegadas (equivalente a 1,6m).

As novidades, que trabalham com a paleta básica de cores CMYK e resolução de 720 x 1440dpi, têm um grande diferencial: todos os seus componentes (tintas, cabeças, chassis e acessórios) são projetados e fabricados pela mesma empresa, a Epson — um feito inédito no mercado de impressoras sublimáticas. "A impressão digital têxtil ainda é pequena, mas está crescendo rapidamente. Nossa estratégia é aumentar esse percentual, fornecendo soluções confiáveis e de baixo custo, totalmente projetadas por nós", declarou recentemente Guy Martin, gerente de produto da Epson Europa.

Até então, vários outros modelos de impressoras da fabricante eram adaptadas para receber tintas sublimáticas compatíveis. Algo que a empresa tentará coibir com as suas novas apostas para o mercado.

Características técnicas das impressoras Epson para sublimação

As impressoras SureColor SC-F possuem sistema rolo a rolo de alimentação de substrato (papéis para sublimação), cuja estrutura exige pouco trabalho de um único operador. As máquinas também contam com tensionamento automático de mídia. Além disso, o cilindro de recolhimento de material impresso — padrão na SC-F70, mas opcional na SC-F60 — permite produções ininterruptas. E para quem faz uso de bobinas mais pesadas, pode-se adquirir um sistema opcional de mídias que suporta bobinas de 80Kg.

Epson SureColor SC-F6000: impressora sublimática de 1,1m

Segundo a fabricante, as impressoras vêm equipadas com cabeças Epson MicroPiezo TFP, já consolidadas no segmento de sublimação. Trata-se de uma tecnologia que casa bem com as tintas Epson UltraChrome DSink, outra novidade da empresa, vendida em cartuchos de 1,5 litro.

Ambos os modelos foram desenvolvidos para a produção de brindes, soft signage, moda esporte, vestuário, acessórios, artigos personalizados, entre outras aplicações feitas com sublimação. De acordo com a empresa, as máquinas geram impressos com resitência à luz, lavagem, abrasão e transpiração.

Quanto aos modos de operação, os equipamentos oferecem: Draft (velocidade de 57m2/h), Produção (28m2/h) e Qualidade (16m2/h).

Fonte: Epson UK. Texto: InfoSign