Sinalização digital com reconhecimento facial foi usada em ação na Austrália

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 21/11/2019
Dispositivo pedia sorrisos e distribuía vouchers de graça

Dispositivo pedia sorrisos e distribuía vouchers de graça

A filial australiana da JCDecaux, multinacional do ramo de OOH, instalou na cidade de Sydney um painel com uma tecnologia exclusiva de rastreamento facial, para captar as reações do público que interagia na ação de lançamento de uma linha de iogurtes.

A tecnologia de reconhecimento facial determinava se as expressões dos possíveis consumidores eram felizes ou ansiosas. Com base nelas, o dispositivo distribuía vouchers que podiam ser resgatados pelos produtos que estavam sendo lançados. Quando um rosto era detectado, o painel exibia uma mensagem pedindo aos transeuntes que “sorrissem ou fazessem uma careta para um ganhar um smoothie”.

A JCDecaux colaborou com a Lion Dairy & Drinks e com as agências AJF Partnership e Starcom, para desenvolver a experiência exclusiva e lançar a campanha “Fix your Hanger”, dos iogurtes Yoplait Yoghurt Smoothie.

Ashley Taylor, chefe de soluções criativas da JCDecaux, declarou: “A câmera captava dados de imagens que eram submetidos a um algoritmo treinado para detectar a orientação do rosto e estimar a emoção do usuário. Uma máquina personalizada era então acionada para distribuir o voucher, de acordo com a ‘felicidade’ ou ‘ansiedade’ da pessoa. É uma maneira fantástica de se envolver com consumidores”.

Fonte: JCDecaux



Nova película dupla face para adesivação é lançada pela Drytac

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 21/05/2015

ReTac Duo é filme de poliéster usado para aplicações em paredes e janelas

ReTac Duo é filme de poliéster usado para aplicações em paredes e janelas

A Drytac, fabricante de materiais para acabamento, anunciou no mercado internacional a ReTac Duo, película de poliéster transparente e dupla face para adesivação de paredes e janelas.

Com 1 mil de espessura, o filme possui adesivo permanente em um lado e adesivo ReTac ultrarremovível do outro lado.

Projetado especificamente para aplicações removíveis para paredes e janelas, o ReTac Duo pode ser usado para transformar fotografias, posters, gráficos, mapas e imagens diversas em decalques removíveis.

Segundo a empresa, as peças permanecem firmemente presas, mas podem ser reposicionadas conforme necessário, sem perda de força adesiva durante a remoção. Além disso, a película não deixa resíduos adesivos na superfície e nenhum dano ocorre às paredes e janelas.

O ReTac Duo está disponível em largura de 54 polegadas.

Fonte: What They Think



Vinil adesivo: conheça as superfícies onde ele pode ser aplicado

Por Eduardo Yamashita em 28/03/2014

Na comunicação visual, há muitos projetos confeccionados com vinis adesivos, que podem ser processados por meio de recorte eletrônico ou impressão (digital, serigrafia e flexografia). As imagens obtidas com essas mídias precisam ser aplicadas (instaladas) numa determinada superfície (ou substrato). Em relação a isso, a pergunta mais importante a fazer é: A imagem ficará adesivada na superfície?

Para isso, precisamos entender o conceito técnico e as características das superfícies. Com essas informações, é possível responder à pergunta sem errar. A classificação das superfícies pode estar relacionada ao tipo, à curvatura e ao acabamento.

Conheças as principais características das superfícies onde o vinil adesivo pode ser aplicado

Conheças as principais características das superfícies onde o vinil adesivo pode ser aplicado

Tipo de superfície

Nada mais é que o material de que é composta a superfície, como:

  • metal: ferro, aço e alumínio;
  • plástico: vinil (PVC), poliéster, polipropileno, polietileno e acrílico;
  • madeira: compensada, aglomerada, laminada e maciça;
  • alvenaria: concreto, argamassa e gesso.

Há também superfícies com revestimentos, uma vez que elas terão contato direto com o adesivo da película:

  • papel;
  • PVC/vinil;
  • pintura;
  • verniz;
  • melamínico.
Antes de realizar a aplicação, considere sempre o material de que é composta a superfície

Antes de realizar a aplicação, considere sempre o material de que é composta a superfície

Curvatura da superfície

São as "deformações" que a superfície apresenta:

  • plana: sem curva (não confundir com o termo "lisa"). Exemplo: uma parede "reta";
  • curva: pode ser dividida em:
  1. simples: curva com um único sentido. Exemplo: um tubo cilíndrico;
  2. composta: curva em dois ou mais sentidos. Exemplo: uma bola;
  • combinada: possui a conjugação das superfícies citadas anteriormente, e pode ser:
  1. corrugada: composição de superfícies planas. Exemplo: um caminhão baú corrugado;
  2. baixo-relevo: composição de superfícies planas, pode ter curvas simples (exemplo: canaleta de van) e/ou curvas compostas (exemplo: quina da canaleta de van, maçanetas e frisos de veículos).
Exemplo de superfície corrugada

Exemplo de superfície corrugada

Acabamento da superfície

Outro aspecto que o aplicador deve conhecer para fazer a instalação correta do vinil é o tipo de acabamento da superfície, que pode ser:

  • liso: sem irregularidade, totalmente regular, como se fosse polida;
  • poroso: apresenta uma desigualdade, é assimétrica, com "lacunas".
Exemplo de superfície porosa

Exemplo de superfície porosa

Classificação

É importante ressaltar que as classificações (tipo, curvatura e acabamento) são intercambiáveis, ou seja, há diversos tipos de superfícies combinadas. A figura abaixo ajuda a compreender melhor o conceito.

Classificação das superfícies

Classificação das superfícies

Após esse entendimento é possível julgar se a superfície responderá à expectativa de resultado em relação à imagem aplicada. Pode-se também definir quais são os tratamentos que as superfícies específicas devem receber, para atender aos requisitos de durabilidade do projeto. E importante: jamais esqueça as técnicas de aplicação para cada tipo de superfície.

Gostou do artigo? Você também vai se interessar pelas matérias abaixo:

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis adesivos, envelopamento de carro e comunicação visual

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis adesivos, envelopamento de carro e comunicação visual