Enquete: as tecnologias de impressão digital que os leitores do InfoSign buscaram adquirir em 2015

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 07/01/2016
Em 2015, maioria dos leitores do InfoSign preferiram planejar e investir em tecnologias capazes de imprimir em tecidos

Em 2015, maioria dos leitores do InfoSign preferiram planejar e investir em tecnologias capazes de imprimir em tecidos

Ao longo do ano passado, o InfoSign perguntou em enquete aberta qual tipo de impressora de grande formato os leitores do site gostariam de adquirir em 2015. O resultado (de um total de 1.172 votos) vai ao encontro de uma clara tendência do mercado: o interesse cada vez mais em adotar a impressão digital em tecidos.

A tecnologia mais votada foi a sublimática, com 338 votos (29% do total). Em segundo lugar, ficou a impressão direta em tecido, com 246 votos (21%). Somados, os resultados obtidos pelas duas categorias correspondem à metade dos pontos computados. Embora a impressão por sublimação possibilite a decoração de substratos e objetos diversos, sua principal aplicação é a estamparia de tecidos. Portanto, não é errado afirmar que pelo menos metade dos votantes estavam interessados em adquirir uma impressora têxtil.

Além da sublimação e da impressão direta, a tecnologia látex, que teve 84 votos (7%), também é capaz de imprimir, entre outros substratos, diversos tipos de tecidos, o que ajuda a endossar a tendência analisada.

A enquete mostrou também que tecnologias consolidadas obtiveram desempenho satisfatório. A solvente recebeu 238 votos (equivalente a 20%) e a UV, 197 (17%), o que demonstra que ambas têm lugar cativo ente os leitores do InfoSign.

O tipo de impressora menos votada emprega tinta à base d'água, com 69 votos (6%), deixando claro que se trata de uma tecnologia voltada a um nicho mais específico e de interesse reduzido.

Não deixe de participar da nova enquete, que procura conhecer quais as tecnologias de impressão digital de grande formato nossos leitores pretendem adquirir em 2016.



OneVision lança software de pré-impressão digital

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 10/01/2018
Wide Format Automation foi desenvolvido exclusivamente para rodar impressoras de grandes formatos

Wide Format Automation foi desenvolvido exclusivamente para rodar impressoras de grandes formatos

A desenvolvedora OneVision anunciou no mercado internacional o lançamento do Wide Format Automation, aplicativo de pré-impressão para rodar impressoras de grandes formatos.

Com ferramentas específicas de nesting, panelização e acabamento de banners, o software permite a criação de fluxos de trabalho mais ágeis.

Segundo a empresa, a primeira etapa a ser executada por quem usa o software é a calibração da entrada de cores. Isso envolve verificar a qualidade dos dados de impressão dos trabalhos recebidos, para verificar erros. Dependendo do tipo de trabalho, é possível incluir também a geração de marcas de registro e códigos de barras no início do processo. Após a otimização de dados, as transparências são achatadas para acelerar o processo de impressão e evitar erros de cor.

O aplicativo oferece ferramentas para organizar de forma inteligente trabalhos de impressão, sendo elees de vários clientes, em diferentes formas, em uma única folha ou em rolo. Trata-se da otimização do uso dos substratos, para reduzir a quantidade de resíduos e desperdícios.

Outra ferramenta oferecida pelo software é o gerenciador de corte, que corrige linhas de corte danificadas ou incompletas. Sangria, marcas de verniz ou máscaras brancas podem ser criadas por meio de um processo automatizado.

Já o Tiling & Paneling permite que os formatos muito grandes de imagem sejam divididos em vários arquivos menores para impressão. O Inksave permite economizar tintas CMY sem comprometer a qualidade, enquanto a conexão direta com o Onyx disponibiliza dados de impressão otimizados para controlar o RIP.

Fonte: OneVision



HP desenvolve nova geração de cabeças de impressão

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 07/02/2015

Tecnologia High Definition Nozzle Architecture (HDNA) está em fase de teste

Tecnologia High Definition Nozzle Architecture (HDNA) está em fase de teste

A HP, desenvolvedora de tecnologias, anunciou a nova cabeça de impressão High Definition Nozzle Architecture (HDNA). Térmico, o dispositivo possui sistema de duplo canal e trabalha em resolução de 2400dpi e velocidade 33% maior que as cabeças térmicas antecessoras da HP.

As cabeças HP HDNA são capazes de disparar pontos pequenos e grandes, o que melhora a impressão de detalhes finos e transições suaves de cor.

Trata-se da quarta geração de cabeças que empregam tecnologia MEMS (Micro-Electro-Mechanical Systems), a qual permite o aumento da densidade de nozzles (maior resolução de impressão) e a criação de circuitos integrados.

A arquitetura modular da cabeça permite que donos de impressoras inkjet rotativa (web press) façam upgrade em seus sistemas de impressão. Isso quer dizer que eles podem aumentar a qualidade e a velocidade à medida que novas tecnologias são lançadas. Portanto, além de melhorar resolução e velocidade, a HP HDNA pode receber upgrades.

A tecnologia causará impacto em diversas áreas, como na impressão de grande formato e escritório e no mercado consumidor.

Fonte: Info Trends