Nova impressora UV para vidros

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 14/07/2022
Máquina acompanha conjunto de tintas com química específica para aderir em vidros

Máquina acompanha conjunto de tintas com química específica para aderir em vidros

A fabricante swissQprint apresentou uma nova impressora plana UV para estampar vidros.

A máquina vem com uma borda de alinhamento giratória com cinco batentes horizontais ajustáveis, para garantir o posicionamento preciso dos vidros na mesa de impressão, que é coberta por um papel de proteção permeável ao ar. Assim, o vácuo segura a mídia, mas o papel retém a tinta impressa na margem de sangria. A mesa de impressão permanece limpa e, com a opção rolo a rolo, o operador avança o papel. Isso significa tempos de configuração mais curtos entre os trabalhos.

A impressora emprega um conjunto de tintas específicas para vidro que inclui cores CMKY e lights, além de verniz. Um agente de ligação (e adesão) é desnecessário, o que elimina uma etapa do processo. O verniz é usado apenas para o acabamento e produção de efeitos foscos e brilhantes.

Segundo a swissQprint, itens de vidro impresso são a última moda em design de interiores, para cozinha, divisórias de chuveiro e sala, portas, painéis de cabine de elevador, arte de parede, entre outros.

Fonte: swissQprint



Aplicação de vinis em superfícies com rebites

Por Eduardo Yamashita em 10/11/2014

Veja dicas de como aplicar vinis adesivos em superfícies com rebites

Veja dicas de como aplicar vinis adesivos em superfícies com rebites

Você está pronto para começar a produzir projetos complexos envolvendo vinis adesivos em superfícies grandes? Em caso afirmativo, será necessário dominar a questão dos rebites.

Rebite de fixação mecânica permanente consiste em um eixo de metal liso com uma "cabeça". Ele é inserido em extremidades de placas e estruturas. Ninguém gosta, mas ele é inescapável em trabalhos com as frotas de caminhões, ônibus e veículos de grande porte.

De fato, é a pedra no sapato de quem realiza projetos maiores. Mas aplicar vinis sobre rebites não será um pesadelo se você tiver os conhecimentos e as habilidades certas. Saiba quais são a seguir.

De volta ao básico

O primeiro passo é ter certeza de que a superfície onde o vinil será aplicado está limpa e seca. A preparação inadequada pode gerar danos irreparáveis.

Embora óbvia, a limpeza da superfície é uma etapa importantíssima a ser levada a cabo, inclusive por instaladores apressados e aplicadores inexperientes. A contaminação dos vinis é uma das principais causas de insuficiência na aplicação.

Um dia antes da aplicação, limpe o veículo. Depois, use um pano úmido com água e álcool para remover a poeira da superfície. Em seguida, verifique todas as emendas, rebites e ondulações, a fim de retirar solvente e umidade remanescentes. Caso eles estejam presentes, é preciso usar um soprador térmico para secar completamente a superfície antes de iniciar o trabalho. Mas tome cuidado para não queimar a pintura ou a borracha.

Evite aplicação úmida

É melhor realizar a aplicação úmida ou seca? Quando se trata de rebite, o debate é longo. No entanto, você deve saber que não pode usar a aplicação úmida na instalação de vinis sobre rebites.

Essa regra também é válida para dias chuvosos. Por quê? Porque a condensação permanece mais tempo sob os rebites e as emendas do que sob superfícies planas. O vinil quando disposto sobre qualquer coisa molhada, prende a umidade sob as imagens, e bolhas surgirão se a água ficar presa embaixo dos rebites.

Para uma aplicação profissional, é preciso utilizar as ferramentas adequadas

Para uma aplicação profissional, é preciso utilizar as ferramentas adequadas

É possível ver caminhões na estrada com rebites levantados – identificados pelo vinil adesivo levantado ao redor do rebite. É muito provável que a imagem nessas regiões estava aprovada depois do instalador ter concluído o trabalho. Porém, muito provavelmente, ele não aplicou calor suficiente para que o material se moldasse às regiões do rebite. Pense em cera de vela. Até certo ponto você pode moldá-la quando ela está fria, mas quando está quente, ela pode tomar a forma do molde.

O que pode acontecer é as bolhas de água (que estavam na superfície molhada) se evaporarem com o calor, aumentarem de tamanho e formarem bolhas grandes.

Ferramentas adequadas

Há ferramentas que tornam mais fácil a instalação profissional. Especialistas recomendam um furador de bolhas para liberação de ar. É necessário um soprador térmico para ajudar a moldar o filme de PVC.

Espátula é uma necessidade absoluta. Alguns instaladores usam dois tipos: uma dura (para o trabalho em geral) e uma mais macia (para áreas detalhadas). Espátula de feltro ajuda a evitar riscos nas imagens impressas no vinil em áreas difíceis.

Instalação

Aplique o vinil sobre os rebites da mesma maneira que é feito em superfícies com curvas. Em seguida, volte e faça alguns furos ao redor do rebite, para que você tenha um lugar para que o ar escape. Em seguida, use calor e uma escova de rebite para aplicar o material em torno da cabeça do rebite.

Você pode até usar uma ferramenta de corte para aliviar o stress do filme. Fique atento: se o vinil não aplicado corretamente, ele levantará com o tempo.

Saber lidar com os rebites é fundamental para quem trabalha com envelopamento de grandes veículos

Saber lidar com os rebites é fundamental para quem trabalha com envelopamento de grandes veículos

Depois que o vinil levanta, o adesivo embaixo seca (cura) e não haverá mais adesão à superfície. O vinil ressecará e romperá nas lavagens de manutenção de limpeza.

Instaladores inexperientes costumam usar o estilete para furar a região dos rebites. Essa é uma prática não é recomendada, pois cria um corte no filme que leva a um ponto de tensão e faz com que o vinil, no seu encolhimento natural, abra muito nessas regiões.

A "picada de agulha" com o furador de bolhas faz um orifício circular, que é muito pequeno para que ele encolha futuramente.

Vinis adesivos adequados

Muitos instaladores não consideram se estão ou não usando ferramentas e vinil adequados. Por exemplo, para colocar um parafuso na parede, você pode escolher entre parafusos Philips e de cabeça em linha reta.

Se você aplicar o material errado e que não foi projetado para o trabalho, ele não produzirá o resultado desejado. Para os rebites, é a mesma coisa: use os vinis adesivos corretos e instale-os com as ferramentas adequadas.

Esse artigo técnico foi patrocinado pela Imprimax, fabricante de vinis adesivos

Este artigo técnico foi patrocinado pela Imprimax, fabricante de vinis adesivos

Gostou do artigo? Você também vai se interessar pelas matérias abaixo:

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis adesivos, envelopamento de carro e comunicação visual

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis adesivos, envelopamento de carro e comunicação visual



ExpoPrint & ConverExpo avança seus preparativos

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 02/03/2022
ExpoPrint & ConverExpo avança seus preparativos

ExpoPrint & ConverExpo avança seus preparativos

A menos de um mês de começar, a ExpoPrint & ConverExpo 2022, que ocorrerá entre 5 e 9 de abril no Expo Center Norte, em São Paulo, acelera seus preparativos para expor soluções de players de impressoras, tintas, insumos, mídias, softwares, equipamentos, acessórios e muito mais que podem trazer um real impacto ao processo produtivo das empresas de impressão e conversão.

Reconhecida como a feira de todas as impressões, a ExpoPrint & ConverExpo Latin America exibirá itens voltados para impressão editorial, promocional, comunicação visual, conversão de embalagens e rótulos, decoração, fotografia e todos os outros segmentos que demandam materiais impressos, independente do substrato.

Iniciativas

Maker: arena para destacar o poder do termoplástico na comunicação visual. Serão explicações didáticas e práticas sobre como lidar com materiais como acrílico e criar rentáveis objetos. Veja o processo de produção de uma peça e tire dúvidas com os especialistas. O espaço também vai tratar de tópicos como precificação, gestão e vendas;

Ilha da Sublimação FESPA Digital Printing: iniciativa que aborda o mercado de sublimação e transfer laser para brindes. São palestras diárias com especialistas dando dicas técnicas, de gestão, vendas, redes sociais e muito mais. Será possível ter contato direto com os principais fornecedores de equipamentos e suprimentos. A Ilha contará com a coordenação de Felipe Soares, um especialista do mercado;

Flexo Tour: estreia na ExpoPrint & ConverExpo, vai mostrar o processo de uma tecnologia essencial à sociedade: a flexografia para conversão de embalagens e rótulos. A feira receberá especialistas para falar de aspectos que norteiam o setor, tanto em processo produtivo como em pensamento estratégico. Um exemplo é a forte chegada da conversão digital;

CAMBEA #11: torneio realizado pela Alltak que valoriza o talento dos aplicadores brasileiros. É o grande encontro destes profissionais, que aproveitam para aprender e trocar experiências. Além da prova principal, que dura cinco dias e vale o título, há atividades e apresentações aos visitantes;

Portal Print Live: será o centro de notícias da indústria e será apresentado na ExpoPrint & ConverExpo. Na feira, o visitante terá uma prévia do que ele vai oferecer ao mercado! Em um estúdio especial, acontecerão entrevistas com especialistas, conversas com representantes do setor e lives diárias para mostrar tudo o que está ocorrendo no evento.

Fonte: APS