Mercado global de impressão digital têxtil pode crescer até 34% até 2019

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 07/09/2015
Informações constam do estudo Digital Textile Forecast 2014-2019, realizado pela InfoTrends

Informações constam do estudo Digital Textile Forecast 2014-2019, realizado pela InfoTrends

A InfoTrends, empresa de consultoria para a indústria de impressão, anunciou o Digital Textile Forecast 2014-2019. Trata-se de um estudo que mapeia o crescimento mundial da impressão digital têxtil empregada em segmentos industriais e de vestuário e decoração.

As informações do estudo tiveram como base uma série de entrevistas com fabricantes e fornecedores internacionais de máquinas, tintas e tecidos.

Avaliado em 7,5 bilhões de dólares, o mercado global de impressão digital têxtil passará por um grande crescimento, de aproximadamente 34% até 2019. A Europa continua com a maior fatia do mercado, devido às fortes indústrias transformadoras regionais, ao passo que a região asiática do Pacífico tem ganhado força por estar assimilando novas tecnologias de impressão digital.

O estudo da InfoTrends também mostra a tendência do mercado em substituir produções em massa por serviços personalizados, uma característica marcante da impressão digital, que oferece outros benefícios, como produção just in time e redução de mão de obra.

A InfoTrends também descobriu que um dos principais impulsionadores do crescimento da impressão digital têxtil é o fato de ela ser mais sustentável e amigável do ambiente. Tanto fornecedores quanto clientes estão ficando mais sensíveis aos impactos dos produtos consumidos sobre o ambiente.

Fonte: InfoTrends



Hollanders lançará impressora ColorBooster 250 na Fespa 2014

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 13/05/2014

ColorBooster 250 tem 2,5m de largura de impressão

ColorBooster 250 tem 2,5m de largura de impressão

A Hollanders, fabricante de impressoras digitais, participará em 2014 pela primeira vez da Fespa, feira europeia que acontecerá entre 20 e 23 de maio, em Munique (Alemanha).

Para a ocasião, a empresa estreará na Europa o ColorBooster 250, equipamento de 2,5m largura de impressão. Modular, a máquina pode ser configurada de acordo com as necessidades do cliente e pode receber upgrades de cabeças e de ferramentas adicionais como controle de pó e ambiente.

A empresa também vende outros equipamentos para estamparia têxtil, como a ColorBooster XL (impressora de 3,2m), o ColorBooster DS (sistema de impressão frente e verso), a ColorWash (máquina de lavagem de tecidos) e o ColorFix (sistema de fixação de cor por infravermelho).

Jacco Aartsen Tuijn, CEO da Hollanders, declarou: "O lançamento europeu da ColorBooster 250 é um movimento importante para a empresa. Com a solução, nossos clientes podem ter produtividade sem ter de fazer altos investimentos".

Fonte: Large Format Review



Summa lança máquina a laser com 3,2m de largura

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 17/06/2019
L3214 pode rodar a 400 metros quadrados por hora

L3214 pode rodar a 400 metros quadrados por hora

A fabricante Summa anunciou no mercado europeu a L3214, nova máquina a laser equipada com mesa de 1,4m (comprimento) x 3,2m (largura).

Com velocidade máxima de corte 400m2/h, a máquina é indicada para aplicações de sinalização, decoração e vestuário.

Segundo a empresa, um dos diferenciais da máquina é o corte “on-the-fly”, que possibilita a alimentação contínua das mídias. Isso significa que, enquanto o equipamento corta, o material recém-acabado fica prontamente disponível para retirada.

A L3214 vem com o sistema Vision, que escaneia continuamente as mídias e cria automaticamente o vetor de corte necessário para os trabalhos. O sistema também assegura a produção contínua.

A Summa garante que o desenrolador motorizado da L3214 elimina distorções no tecido durante o corte, além de oferecer uma alimentação de mídia constante e estável.

Outras tecnologias de destaque da máquina são o corte sem contato e as câmeras inteligentes (que compensa as deformações automaticamente). Além disso, os vapores são removidos pelo sistema de extração interno e o laser não produz poeira fibrosa. A máquina é fechada e a fonte laser é coberta durante as operações. O equipamento para de rodar se a tampa abrir.

Fonte: Summa