Lançado novo tipo de cabeça de impressão inkjet

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 12/09/2019
DuraFlex, da Memjet, imprime com resolução de 1600dpi

DuraFlex, da Memjet, imprime com resolução de 1600dpi

A fabricante Memjet anunciou a DuraFlex, nova cabeça de impressão inkjet para equipamentos de única passada. Desenvolvida para os formatos A4 e A3, a peça contém módulos de alta velocidade que controlam todas as funções do processo. O dispositivo é indicado para fabricantes OEM de impressoras digitais benchtop e de entrada.

Com arquitetura modular, a DuraFlex tem a capacidade de estampar com resolução de 1600dpi e pode produzir na velocidade de até 46m/min. O dispositivo é fornecido com um RIP incorporado e também suporta RIPs front-ends externos.

A DuraFlex emprega tintas pigmentadas aquosas. Resistentes a luz e arranhões, esses insumos foram desenvolvidos para aplicações que entram contato indireto com alimentos. Eles também são compatíveis com mídias porosas e substratos com ou sem revestimento.

Segundo a empresa, a DuraFlex possibilita que os parceiros OEM criem soluções de impressão digital para estampar etiquetas, correspondência, documentos para escritório, embalagens e gráficos de grande formato.

Kim Beswick, gerente da Memjet, declarou: “Nosso objetivo ao desenvolver a DuraFlex foi criar uma tecnologia simples, porém robusta, que pudesse fornecer aos parceiros OEM os recursos para criar soluções de impressão digital poderosas e acessíveis. A DuraFlex complementa outras tecnologias da Memjet, sendo um recurso que se encaixa estrategicamente entre nossas soluções VersaPass e DuraLink”.

Fonte: Memjet



Como atrair mais clientes com sinalização digital de janela

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 11/02/2019
Displays específicos são projetados para oferecer o melhor desempenho em janelas de lojas

Displays específicos são projetados para oferecer o melhor desempenho em janelas de lojas

Atualmente, um dos grandes desafios dos varejistas é conseguir a atenção de clientes dominada pelas telas do celular. Os profissionais de marketing da área estão mais inteligentes e veiculam anúncios nos celulares por meio da tecnologia de beacon, para atrair diretamente os clientes. Sem mencionar todos os outros outdoors e displays que competem pela atenção dos usuários.

Para se diferenciar, no entanto, os varejistas podem se beneficiar da sinalização digital, especificamente sinalização digital instalada em janelas.

Por que usar a sinalização digital em janelas?

“Há muitas opções disponíveis que vão além da sinalização estática tradicional. Os monitores digitais captam mais facilmente a atenção dos clientes, mesmo sob luz solar direta. Além disso, permitem um gerenciamento de conteúdo simples e eficiente para os monitores sempre atualizados”, declara SG Kim, vice-presidente executivo da divisão de displays da Samsung.

Que tipo de sinalização de janela os varejistas devem usar?

É preciso considerar uma variedade de elementos, como a exibição mesmo sob luz solar forte ou fraca. Outros fatores incluem versatilidade e flexibilidade. Os varejistas devem procurar soluções que possam ser posicionadas de várias maneiras. Kim argumenta que o melhor é escolher um “design inteligente que possa ser incorporado em qualquer espaço”.

Uma solução indicada pelo executivo da fabricante sul-coreana é a série OWN da Samsung, com design fino, operação eficiente, qualidade de imagem brilhante e excelente visibilidade, mesmo sob luz solar direta.

Fonte: DigitalSignageToday



Caldera anuncia nova versão de seu software

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 30/08/2013

Caldera V9.20

Caldera lança Versão 9.20 de seu apicativo

A Caldera, desenvolvedora de softwares, acaba de anunciar a versão 9.20 de seu aplicativo mais famoso. De acordo com a marca, ela traz uma série de melhorias e novos drivers de impressora.

A novidade conta com a "Countour Nesting", ferramenta destinada a usuários que têm impressão e recorte em seu fluxo de trabalho, ajudando a economizar substrato e tinta e eliminando a necessidade de imprimir além dos contornos de recorte. Também aumenta a eficiência do aproveitamento (nesting) das mídias por otimizar a disposição entre os elementos a serem impressos e cortados.

A versão 9.20 contém, ainda, uma ferramenta de "preflight", disponível nos VisualRIP+ e GrandRIP+, que é capaz de verificar arquivos PDF e compará-los a padrões industriais em vários estágios do fluxo de trabalho.

Fonte: Caldera