Influência da temperatura na instalação de vinis adesivos

Por Eduardo Yamashita em 28/07/2015
Artigo técnico aborda a influência da temperatura na aplicação de vinis adesivos

Artigo técnico aborda a influência da temperatura na aplicação de vinis adesivos

Todo vinil adesivo sofre influência de temperatura. O frio extremo pode afetar o desempenho do filme de PVC e dificultar a instalação. Por outro lado, o calor extremo pode tornar o adesivo muito agressivo. Portanto, ao instalar imagens de vinil no Pará ou Rio Grande do Sul, em janeiro ou junho, é preciso enfrentar alguns desafios ambientais. Quais são os riscos? E como saber quando está muito frio para a instalação planejada?

Em ambientes muito frios

A baixa temperatura do ambiente ou da superfície reduz a plasticidade do filme de PVC, o que pode roubar sua capacidade de se conformar a uma superfície curva ou ligeiramente texturizada. No entanto, não haverá problema se a superfície de aplicação for lisa e plana. Em outras palavras, a elongação do filme de PVC diminui, deixando-o mais quebradiço.

Mas conformação é apenas parte do problema. O vinil mais conformável do mundo só vai ficar parado (adesivado) se o adesivo trabalhar. Em temperaturas abaixo da mínima, o adesivo torna-se tão frágil que não se molda à superfície. Se estiver perto da temperatura mínima da superfície, o filme pode aderir, mas não vai se relacionar bem o suficiente para tornar-se permanente. Isso poderia causar falha adesiva após a entrega ao cliente.

Qual a temperatura ideal para evitar o fracasso das aplicações? Depende. Cada vinil é diferente, mas em geral a temperatura mínima varia entre 4ºC e 7ºC para vinis cast e entre 8ºC e 10ºC para calandrados. Para ter certeza dos valores ideais, consulte sempre os dados publicados pelos fabricantes.

Falhas de aplicação podem acontecer caso não seja levada em consideração a temperatura como fator de influência durante a instalação de vinis adesivos
Falhas de aplicação podem acontecer caso não seja levada em consideração a temperatura como fator de influência durante a instalação de vinis adesivos

Intemperismo e armazenamento

Ao armazenar vinis em local separado do espaço de trabalho, é preciso adaptá-los à temperatura do ambiente antes da aplicação. Se estiver 22ºC em sua mesa e 3ºC na área de armazenamento, o vinil pode não estar pronto para o trabalho. Logo, será necessário aquecer a mídia para que fique entre 20ºC e 25ºC. Esse procedimento também é válido para fitas adesivas, filmes de laminação e outros materiais autoadesivos.

Entretanto, se o seu vinil está quente e será instalado em um veículo em uma garagem com a temperatura mais baixa, será necessário aquecer a superfície antes da instalação. A temperatura da superfície é tão importante quanto a do próprio vinil.

Lembre-se que, geralmente, leva alguns dias para o adesivo curar na superfície. Então, se você tem de instalar vinis em clima frio, faça-o em local climatizado. Além disso, tente organizar o ambiente para manter a superfície recém-decorada ou o veículo por alguns dias (mínimo de dois dias) descansando antes de liberá-lo para o cliente.

Agora você sabe que “depende” é a resposta para a questão “é quente o suficiente para instalar o vinil?”.

Este artigo técnico foi patrocinado pela Imprimax, fabricante de vinis adesivos
Este artigo técnico foi patrocinado pela Imprimax, fabricante de vinis adesivos



MACtac apresenta nova película adesiva

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 12/12/2012

A MACtac, fabricante de substratos, acaba de lançar mais um material para aplicações em sinalização, comunicação visual e PDV (ponto de venda). Trata-se do Permacolor® Colorptint PP2018, mídia feita de poliéster revestido (em ambos os lados) por um adesivo acrílico sensível à pressão (protegido por papel liner).

De acordo com a fabricante, a mídia oferece bom desempenho em diversas aplicações realizadas sobre diversos tipos de superfícies.

Poliéster da MACtac

Poliéster da MACtac: aplicado em instalações indoor

O substrato pode ser usado em conjunto com outras mídias, como chapas, Fome-Cor®, Gatorfoam®, Cresent®, Masonite® e Sintra®. Também permite a laminação.

Segundo Mary Ann Kucera, gerente de marketing da MACtac, o filme é uma boa alternativa para aplicações mais rotineiras.

Fonte: MACtac. Texto: InfoSign



Feira Serigrafia Sign 2018 tem data e local marcados

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 18/07/2017
Serigrafia Sign 2018 está agendada para o mês de julho

Serigrafia Sign 2018 está agendada para o mês de julho

A edição de 2018 da feira Serigrafia Sign vai ocorrer entre os dias 25 e 28 de julho, das 13h às 20h (de quarta a sexta-feira) e das 10h às 17h (sábado), no Expo Center Norte, na cidade de São Paulo.

A edição de 2017 reuniu 36 mil visitantes, que conferiram atrações como a Serigrafia em Ação (oficina criativa com demonstrações práticas de todo processo serigráfico), o Circuito de Impressão Digital Têxtil (espaço que apresentou etapas do processo de impressão digital em tecidos), o DecorExpress (projeto que apresentou as possibilidades que a comunicação visual oferece para a decoração) e a Arena do Conhecimento by SID (apresentações de novos produtos, ferramentas, dicas e técnicas de envelopamento)

Já o conteúdo técnico do evento foi compartilhado no Fórum Serigrafia Sign, que contou com palestrantes conceituados, temas inovadores e cases de sucesso, além da Arena Técnica, com palestras sobre novas tecnologias, lançamentos e soluções oferecidas pelos expositores aos profissionais.

Liliane Bortoluci, diretora do evento, declarou: “As novidades da edição de 2017 agradaram e surpreenderam o público, os expositores e as instituições do setor. Buscamos formatar o evento para atender às demandas de um mercado em evolução, e as atrações interativas, experimentações, apresentação de tendências e conteúdo técnico de qualidade marcaram a feira deste ano. O grande volume de negócios iniciados na feira demonstra otimismo e sinaliza uma retomada do setor”.

Fonte: Serigrafia Sign