Impressoras da série HP Latex 500 terão compatibilidade com RIP Caldera V11

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 12/10/2016
Testes comprovaram a consistência do Caldera V11 em impressoras HP Latex 500

Testes comprovaram a consistência do Caldera V11 em impressoras HP Latex 500

A HP anunciou que o recém-lançado RIP Caldera V11 passou por uma série de testes de impressão necessários para obter a certificação para uso em equipamentos da linha HP Latex 500. A avaliação teve como objetivo garantir que o software seja compatível com os modelos da série mencionada, inclusive os novos 560 e 570.

Os testes foram realizados em condições controladas e envolveram a reprodução de arquivos de imagens TIF, JPEG, EPS, PDF e PNG. A certificação aplica-se a toda suíte Caldera V11, que inclui aplicativos como GrandRIP+, VisualRIP+, TextilePro e vários outros.

Segundo a empresa, os testes demonstraram que a transferência de dados e a reprodução de cores são precisas. Além disso, o Caldera V11 é capaz de relatar erros de sistema e problemas de impressão para que sejam solucionados rapidamente.

Um dos principais benefícios do credenciamento é os usuários poderem ter certeza de que o Caldera V11 oferece um novo recurso de sincronização, com o qual é possível usar as mesmas configurações de RIP em diferentes impressoras e locais. Isso reduz o tempo de instalação, pois a mesma configuração é empregada em diversas estações.

Arnaud Fabre, gerente de produto da Caldera, declarou: “Os testes demonstraram que os proprietários podem contar com o software Caldera para transferir fielmente instruções e dados de produção para suas impressoras látex. Escolher um RIP da Caldera significa escolher um sistema de software independente e otimizado para Linux ou Mac”.

Fonte: Caldera



Expositores se preparam para a Febratex 2018

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 20/05/2018
Feira reunirá mais de duas mil marcas

Feira reunirá mais de duas mil marcas

A edição de 2018 da Febratex, Feira Brasileira para a Indústria Têxtil, está marcada para ocorrer entre os dias 21 e 24 de agosto, em Blumenau (SC). A organizadora FCEM espera receber, durante os quatro dias de evento, milhares de compradores e visitantes qualificados, que circularão pelos cinco pavilhões da exposição, onde figurarão novidades e negócios de empresas do Brasil e de países como Alemanha, Argentina, China, Estados Unidos, Índia, Itália, Peru, Portugal, Suíça, Turquia, entre outros.

São expositores que apresentarão inovações nos segmentos de máquinas de corte e costura, bordado, estamparia digital, teares, fiação, máquinas e insumos para tinturaria e setor de lavanderia, equipamentos para enfesto, corte automático, texturização, retorção e enrolamento e matérias-primas, entre outras.

Alguns dos expositores já deram início à divulgação. É o caso da Fremplast Tintas, que apresentará a impressora sublimática CS1802, e a J-Teck Global, que levará as tintas de sublimação Digital Globaltech e equipamentos de grande formato.

Além da área de exposição, o evento contará com o Fórum Febratex de Informação, que oferecerá palestras diárias com conteúdo para o mercado, apresentado por profissionais e entidades conceituadas.

Hélvio Roberto Pompeo Madeira, diretor-presidente do FCEM, declarou: “Posicionada entre os principais eventos globais de tecnologia para a cadeia produtiva têxtil, a Febratex 2018 assume uma posição de importância estratégica para o crescimento do setor no Brasil, porque oferece aos seus visitantes uma experiência completa de atualização em equipamentos, materiais e tendências, em uma oportunidade única de interação com seus mais importantes players”.

Com previsão de reunir mais de 2.400 marcas, a feira será visitada por milhares de profissionais, que podem fazer o credenciamento grátis pelo site.

Fonte: FCEM



InfoTrends lança estudo sobre o mercado de estamparia digital

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 21/01/2013

Infotrends faz estudo sobre estamparia digital

A InfoTrends, empresa de consultoria para a indústria de impressão, concluiu um novo estudo voltado ao segmento de estamparia digital. Chamado "Transforming Textile Printing" (Transformando a Impressão Têxtil), a análise explora questões sobre demanda e tendências, além de enfatizar as características das empresas envolvidas na cadeia produtiva desse mercado.

Segundo o estudo, o potencial da impressão digital no mercado têxtil é bastante promissor. Isso se deve à introdução de equipamentos de altíssima velocidade e que também permitem trabalhar com diversos tipos de tintas.

A indústria têxtil global está avaliada em aproximadamente um trilhão de dólares. Desse todo, o InfoTrends estima que a parcela que utilizada a estamparia digital (para vestuário, decoração e produtos industriais) é de 10,3 bilhões (em 2012), ou menos que 1,5% de todo o mercado têxtil.

Apesar do segmento de estamparia digital ainda ser pequeno — se comparado com a indústria têxtil como um todo —, ele vem crescendo expressivamente e, de acordo com o InfoTrends, as receitas de vendas de tintas e equipamentos voltados para esta finalidade deve ter um crescimento anual de cerca de 30%.

Segundo a consultoria, as principais tendências que estão impulsionando este crescimento incluem a tecnologia de impressão de alta qualidade, a disponibilidade de soluções com preços mais baixos (que permite a entrada de novas empresas no mercado) e sistema aberto de cabeças de jato impressão, que permite o uso de tintas de vários fornecedores diferentes.

O estudo cobre os seguintes itens:

  • Fornecedores de sistemas de impressão digital e fabricantes de cabeças de impressão;
  • Fornecedores de tintas digitais e os tipos de tintas;
  • As fibras e os tecidos utilizados na impressão têxtil;
  • Sustentabilidade na impressão digital têxtil.

O estudo é baseado em entrevistas com empresas de toda a cadeia produtiva da estamparia digital. Ao todo, o InfoTrends realizou 67 entrevistas com empresas na China, Índia, Estados Unidos e Itália.

O documento, porém, custa 16,995.00 dólares. O interessado pode acessar mais informações na página especialmente criada para o estudo.

Fonte: InfoTrends. Texto: InfoSign