Hollanders lança lavadora de tecidos ColorWash XL

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 02/12/2013

A Hollanders, fabricante de equipamentos para o mercado têxtil, anunciou a ColorWash XL, lavadora de tecidos que acompanha impressoras digitais.

De acordo com a empresa, a máquina tem uma série de refinamentos que aumentam o rendimento e a velocidade das operações e reduzem os níveis de ruído do equipamento.

Com 3,2m de largura, a lavadora possui um sistema de aspiração de água, que deixa o tecido mais seco e limpo. Além disso, tem um tubo de lavagem redesenhado, para proporcionar ciclos adicionais de produção e economizar recursos.

ColorWash XL é lavadora de tecidos fabricada pela Hollanders

ColorWash XL é a lavadora de tecidos lançada pela Hollanders

A ColorWash XL é totalmente automatizada. Ela apresenta um sistema modular rolo a rolo e incorpora um controle on-board de temperatura de água, velocidade de lavagem, concentração de sabão e tensão da mídia.

A lavadora foi desenvolvida para trabalhar em conjunto com as impressoras ColorBooster XL e Colorfix, mas também pode ser anexada a equipamentos de outras marcas.

Fonte: My Print Resource



Linha de impressoras Mimaki JV150 é lançada no Brasil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 16/01/2015

JV150 pode disparar gotas de tintas com volume de 4 picolitros

JV150 pode disparar gotas de tintas com volume de 4 picolitros

A Mimaki, fabricante de equipamentos para comunicação visual, anunciou o lançamento no Brasil da série de impressoras JV150, composta pelos modelos JV150-130 (largura de 1,3m) e JV150-160 (largura de 1,6m).

Rolo a rolo, os equipamentos da série trabalham na resolução máxima de 1400dpi, com tinta ecossolvente ou sublimática e paleta com quatro ou oito cores.

Tecnologia de impressão

Para que os pontos sejam corretamente posicionados no substrato, a Mimaki desenvolveu uma tecnologia que permite às cabeças de impressão disparar gotas de tinta em ângulos de jato adequados. Além disso, o volume das gotas pode variar, de 4 a 35 picolitros.

Unidade de verificação de nozzle

As impressoras JV150 possuem sensores que monitoram as gotas de tintas e detectam o entupimento dos nozzles. Quando isso acontece, eles são expurgados automaticamente, o que reduz desperdícios e mantém a qualidade da impressão.

Aquecedores de mídia

Para garantir a adesão e o formato adequado dos pontos, a mídia deve estar em temperatura ideal durante a impressão. Os modelos da série JV150 vêm equipados com três aquecedores de substratos (de pré-impressão, intermediário e de pós-impressão), os quais mantêm a correta temperatura das mídias durante o processo.

Fonte: Mimaki



SAi esclarece dúvidas sobre gerenciamento de cores para grandes formatos

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 17/02/2019
Executivo da desenvolvedora aborda pontos fundamentais sobre o processo

Executivo da desenvolvedora aborda pontos fundamentais sobre o processo

Gudrun Bonte, vice-presidente de gerenciamento de produtos da SAi, desenvolvedora de aplicativos dedicados a impressão de grande formato, responde a algumas das perguntas mais corriqueiras sobre gerenciamento de cores.

Quais ferramentas de gerenciamento de cores a SAi oferece para grande formato? Descreva os produtos e como usá-los.

O Flexi, software RIP da SAi, inclui um conjunto completo de ferramentas para criação de perfis, capazes de guiar os birôs por todo o processo. O SAi Flexi também tem ferramentas para automatizar o Pantone e para fazer correspondência manual de cores especiais.

Como o aplicativo se diferencia da concorrência?

A SAi se diferencia ao tornar mais fácil o gerenciamento de cores para as pessoas sem experiência. O Flexi também é o único RIP de perfis para grande formato disponível hoje por assinatura. Por apenas 50 dólares por mês, os bicôs podem ter um RIP completo.

Calibração de cores é passo fundamental no gerenciamento de cores

Com quais sistemas de cores o Flexi trabalha?

O Flexi funciona perfeitamente com perfis ICC compatíveis. Ele também se integra perfeitamente às bibliotecas online de perfis dos fabricantes de impressoras. Isso significa que os birôs só precisam colocar a mídia na impressora e o Flexi carregará automaticamente o perfil da biblioteca do fabricante do equipamento.

Além dos perfis de cores, quais opções estão disponíveis para os birôs que desejam aprimorar o gerenciamento de cores?

Qualquer birô que leve a sério a comunicação de cores precisa ter um dispositivo de medição de cores. Ferramentas como o Color Muse fazem medições precisas de cores especiais e também comparam cores impressas. Esses dispositivos portáteis custam menos de 100 dólares e suas medições podem ser usadas no software RIP para as correspondências. A maneira mais eficaz de os birôs poderem aprimorar suas habilidades de gerenciamento é por meio de treinamentos profissionais. O software pode facilitar o processo, mas o treinamento ajuda os profissionais envolvidos a entender como comunicar cores com os clientes e como implementar um fluxo de trabalho completo.

Quais são as atuais expectativas dos clientes dos birôs?

Os compradores de impressão estão mais cientes e exigentes. Querem que suas cores combinem nas mais diversas mídias. Os compradores de impressão querem cores mais consistentes e são mais propensos a trocar de birô para obter esse resultado. Muitos compradores de impressão sabem quais cores devem estar em seus produtos. Isso significa que a comunicação de cores e a antecipação clara das expectativas se tornaram mais importantes. Ou seja, os birôs precisam estampar corretamente e também se comunicar de forma inteligente com os seus clientes.

Amostras de cores reproduzidas pelo aplicativo

Quais são os maiores desafios que os birôs enfrentam para atender tais expectativas?

Sem treinamento ou processo formal de gerenciamento de cores, os birôs podem ter muita dificuldade para obter consistência de cores. Controles de processo, como a Calibração G7 e a simulação de perfis, tornamra-se importantes para os trabalhos mais complicados. É muito difícil obter cores precisas e consistentes sem o uso dos perfis ICC correspondentes às mídias usadas. Portanto, corrigir esse problema tornará o gerenciamento de cores mais fácil. É por isso que os birôs estão investindo na criação de seus próprios perfis.

A crescente variedade de mídias de grande formato aumenta a necessidade de ferramentas de gerenciamento de cores? Por quê?

Os princípios básicos do gerenciamento de cores são os mesmos, independentemente da mídia. No entanto, fazer a correspondência de cores em diferentes tipos de mídias e tintas é muito difícil sem o gerenciamento.

Como as ferramentas de gerenciamento de cores se adaptaram para oferecer suporte a uma variedade maior de mídias?

A nova geração de dispositivos de medição de cores tornou muito mais rápido e fácil perfilar mídias transparentes e têxteis. Esses dispositivos são investimentos caros, mas reduzem drasticamente o desperdício. Ferramentas de perfil de cores se tornaram muito mais fáceis de operar. Por exemplo, a versão mais recente do Flexi inclui um assistente que guia o usuário iniciante na confecção de perfis. Ele também inclui ferramentas de comparação e relatório, para ajudar os birôs a comunicar melhor sobre as cores com seus clientes.