Hönle apresentará novos sistemas de cura UV

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/05/2019
jetCURE foi desenvolvida para impressoras inkjet

jetCURE foi desenvolvida para impressoras inkjet

A Hönle, especialista em tecnologias UV, desenvolve e fabrica sistemas de cura para impressão inkjet que serão apresentados na Fespa Global 2019, feira que ocorrerá entre os dias 14 e 17 de maio, em Munique, Alemanha. Entre os produtos da empresa está o jetCURE, sistema LED de alta potência que atinge intensidade de irradiação de 18.000mW/cm², que resulta em uma cura mais rápida e confiável de tintas e revestimentos.

Há diferentes versões do jetCURE, com aberturas de luz que vão de 20mm a 40mm. O comprimento do LED pode ser adaptado de acordo com as aplicações. O comprimento de onda pode ser adaptado à tinta.

A empresa também apresentará um sistema de resfriamento que impede o fluxo de ar em direção às cabeças de impressão.

Outro destaque será a LED Powerline AC/IC, unidade de alto desempenho com LED de alta luminosidade e ar refrigerado. O dispositivo se destacae pelo peso leve e design compacto. A peça é oferecida em duas versões que diferem na intensidade de saída e tamanho da abertura de radiação.

Fonte: Hönle



Substratos não tecidos usados para sublimação

Por João Leodonio em 10/04/2018
Com o processo sublimático, é possível estampar dezenas de mídias e objetos

Com o processo sublimático, é possível estampar dezenas de mídias e objetos

Além dos tecidos com poliéster, é possível sublimar muitos outros tipos de substratos, desde que sejam resistentes a temperaturas superiores a 200ºC. Outra característica fundamental dessas mídias é que elas apresentam uma camada superficial de resina à base de poliéster, cuja função é fixar a sublimação. Portanto, o substrato não é sublimado, mas sim a resina aplicada na superfície dele.

Além de substratos planos, o processo sublimático permite estampar materiais e objetos curvos e com formatos diversos, como canecas, copos, porta-retratos, relógios, chaveiros, squeezes, tapetes, placas, descansos de panelas, caixas de presente, quebra-cabeças, entre outros.

A despeito do surgimento contínuo de novos substratos passíveis de receber a sublimação, os materiais mais comumente utilizados no mercado são: cerâmica, metais, madeiras, pedras, EVA, borracha, vidros, cartões, PVC e alguns polímeros.

Cuidados

- Antes de sublimar, limpe os substratos com produtos indicados pelo fabricante. Elimine qualquer tipo de impureza oriunda do manuseio e da aplicação de resina;

- Obedeça o tempo e a temperatura indicados pelos fabricantes. Essa relação varia de acordo com o tipo de substrato;

- Faça uma inspeção visual no ato da compra do produto para detectar possíveis falhas provocadas na aplicação da resina;

- Para sublimar em prensas planas, recomenda-se o uso de um gabarito de altura para cada substrato. Há materiais, como azulejos e vidros, que são muito sensíveis à pressão da prensa. Com os gabaritos, é preciso fazer apenas o ajuste fino, o que evitará perdas desnecessárias;

- Para todos os casos, indica-se o uso de fita adesiva térmica específica para a fixação do papel ao substrato. Não utilizar outros adesivos, pois corre-se o risco de manchar o produto.

Sobre o autor: João Leodonio atua no segmento gráfico há 10 anos, como gerente de produção e consultor. Tecnólogo em produção gráfica, atuou como palestrante pela Imprensa Oficial, de Angola, e como consultor de processos produtivos. É proprietário da Pari Transfer Sublimático 

 



Kornit apresenta novo equipamento de impressão direta em tecidos

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 26/06/2013

Durante a Fespa 2013 (em Londres), a Kornit, fabricante de impressoras para estamparia digital, irá apresentar um novo equipamento especialmente projetado para operações em massa. Chamada Avalanche 1000, a máquina permite produzir em alta velocidade e é compatível com uma grande variedade de tecidos.

"A Avalanche 1000 fez com que a impressão digital têxtil entrasse em um novo nível", disse Jay Butterfield, proprietário da Silk Screen Ink, um dos "clientes beta" da nova impressora. "Estamos orgulhosos em ter ajudado no desenvolvimento desta solução", acrescentou.

Novidade realiza imprime diretamente em tecidos

Novidade imprime diretamente em tecidos

Projetada para produzir em alta velocidade, a máquina tem as seguintes características:

  • Plataforma robusta, para produção industrial;
  • Equipada com 24 cabeças Spectra Polaris;
  • Sistema integrado de umidificação: torna a máquina mais resistente às variações climáticas;
  • Sistema de bateria adicional;
  • Área de impressão de 90 x 60cm;
  • Mecanismo de ajuste de altura: permite a impressão sobre botões, zíperes, entre outros objetos das peças;
  • Imprime até 300 peças claras ou 170 peças escuras por hora.

Outra novidade da Kornit é a Avalanche Hexa, que vai estrear na Fespa 2013. Trata-se de uma garment printer com canais de vermelho e verde adicionais – que têm a função de aumentar a gama de cores reproduzíveis. A impressora é ideal para quem trabalha nos mercados de moda e materiais promocionais.

Fonte: What They Think