GQM apresenta novo agente químico para estamparia digital

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 24/10/2019
Produto reduz níveis de ureia e nitrogênio amoniacal

Produto reduz níveis de ureia e nitrogênio amoniacal

A fornecedora nacional GQM (Global Química & Moda) anunciou o Global Print BU, novo produto químico auxiliar para uso na pré-impressão da estamparia têxtil digital.

De acordo com a empresa, o produto é sustentável, pois reduz tanto a ureia utilizada na pasta base quanto o nitrogênio amoniacal nos efluentes.

Márcio Wesley H. Faria, gerente de contas da GQM, declarou: “o Global Print BU oferece qualidade e segurança ao processo. Outra vantagem desse agente é que ele reduz a incidência de ‘replique’ no tecido - os indesejáveis de respingos -, o que é essencial para garantir mais qualidade ao resultado final. Com menos poluentes, a limpeza e o reaproveitamento da água residual são facilitados. Assim, o processo se torna mais prático, limpo e sustentável. A redução desses resíduos é um grande ganho, especialmente em larga escala”.

A GQM representa marcas como Epson, Sensient, Lamberti e Neenah Coldenhove.

Fonte: GQM



Nordeste é a região onde as indústrias gráficas mais crescem no país

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 01/07/2019
Com a grande concentração de empresas do setor, Ceará receberá a feira Signs Nordeste 2019

Com a grande concentração de empresas do setor, Ceará receberá a feira Signs Nordeste 2019

O Nordeste possui mais de três mil empresas do setor gráfico e é a região que atualmente registra o maior crescimento no mercado. Para atender a essas empresas, chega à capital cearense a Signs Nordeste, feira de impressão digital, sinalização e serigrafia, que ocorrerá entre os dias 10 e 13 de setembro, no Centro de Eventos do Ceará (Pavilhão Leste). Grátis, a inscrição já pode ser realizada no site do evento.

“Juntamente com Bahia e Pernambuco, o Ceará é o estado com maior a concentração de empresas do setor gráfico. Por isso, vimos a necessidade de alimentar este mercado com informação, tecnologia, networking e tudo mais que uma feira como a Signs Nordeste tem para oferecer”, comenta Hélvio Pompeo Madeira, diretor-presidente do Febratex Group, empresa especialista na promoção de feiras de negócios.

Maquinários de ponta, novidades do mercado, produtos e serviços serigráficos e matérias-primas para impressão têxtil são algumas das tecnologias que poderão ser conferidas durante a Signs Nordeste.

As negociações também são um ponto forte da feira: “Com este evento, buscamos reunir as marcas em torno de soluções inovadoras. Quem participa da exposição, tem oportunidade de ampliar seu portfólio, ficar por dentro das novas soluções, estreitar relacionamento com fornecedores e, claro, contribuir para o crescimento da indústria nacional, que é nosso principal objetivo”, finaliza o diretor.

Evento ocorrerá entre os dias 10 e 13 de setembro, no Centro de Eventos do Ceará

Fonte: Signs Nordeste



Novas impressoras Océ Arizona 480 chegam ao mercado internacional

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 23/11/2012

Arizona 480 GT: impressora UV plana da Océ

A Océ, fabricante de impressoras digitais, aproveitou as recentes feiras internacionais para lançar dois equipamentos planos (flatbed) da linha Arizona®: o 480 GT (mesa de 1,25 x 2,5m) e o 480 XT (2,5 x 3,05m). Além das características típicas da família, como a tecnologia Océ VariaDot® (pontos de dimensões variadas), as impressoras incluem uma série de novidades técnicas:

Oito canais independentes de tinta

Os quatro primeiros canais são dedicados às cores do padrão CMYK. Porém os canais "5" e "6" podem ser configurados de duas maneiras:

  • Verniz e tinta branca: combinados, esses dois insumos podem criar aplicações únicas. A tinta branca, por exemplo, pode ser usada para fazer impressões em substratos coloridos, incluindo backlits. Já o verniz serve para dar acabamento superficial (reserva ou total);
  • Duas vezes tinta branca: nesse caso, dois canais ("5" e "6") são usados para o branco, proporcionando o dobro da opacidade na impressão.

Os demais canais, "7" e "8", podem ser usados para aumentar a produtividade, ao acrescentar mais tintas cyan e magenta. Esse esquema é chamado de CM2 e oferece modos de operação de alta qualidade, mas de velocidades maiores (quase 25% mais rápido do que o modo de produção normal, sem os canais adicionais de tintas).

Impressora Océ Arizona 480 XT possui oito canais de tintas

Compensação de pixel

As impressoras Océ Arizona 480 usam uma nova tecnologia que, segundo a fabricante, otimiza a nitidez, densidade e uniformidade das imagens impressas, tanto em substratos em bobina quanto naqueles fixados na mesa. Para tanto, os equipamentos têm a capacidade de fazer compensações de pixels nas imagens, deixando-as mais equilibradas.

Sistema de vácuo (na mesa da impressora)

Há seis zonas de vácuo na Océ Arizona 480 GT. Já na Océ Arizona 480 XT, são sete áreas. Estas zonas foram projetadas para trabalhar com os formatos de mídias mais usados no mercado, para reduzir o manuseio de substratos feito pelos operadores.

Modo "Batch"

Com essa nova função, o operador pode imprimir um conjunto de mídias (por exemplo: 50 itens de 90 x 120cm e 30 itens de 122 x 243cm) numa mesma produção.

Mais características técnicas

As duas novas impressoras da Océ podem imprimir em mídias rígidas de até 50,8mm de espessura. Trabalham em velocidade de impressão de 25,3m2/h, para estampar diversos materiais rígidos e flexíveis. A empresa vende como opcional o sistema de alimentação de substrato do tipo rolo a rolo, que suporta bobinas com 2,2m de largura.

Veja mais: conheça um pouco da fabricação das impressoras Arizona:

Fonte: Océ. Texto: InfoSign