Gerber anuncia mesa de corte de produção em massa

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 27/10/2020
Atria é indicada para indústrias de vestuário, móveis, transportes e EPI

Atria é indicada para indústrias de vestuário, móveis, transportes e EPI

A fabricante Gerber Technology apresentou no mercado internacional a Atria, mesa de corte para produção em massa.

De acordo com a empresa, a solução será um divisor de águas dos mercados de vestuário, móveis, transporte e equipamentos de proteção individual (EPI), pois utiliza algoritmos poderosos para eliminar erros, reduzir custos e garantir a integridade dos dados em cada ponto do processo.

Lenny Marano, diretor comercial da Gerber, declarou: “A Atria é inteligente, integrada e de alto desempenho. A pandemia de covid-19 é um desafio para muitos fabricantes e exige que sejam ágeis e inovadores. A Atria é permitirá que as empresas se adaptem facilmente e respondam às demandas dos consumidores e aos novos desafios do mercado”.

Uma das primeiras empresas a testar a Atria foi a GDI Grupo Diamante Internacional, fabricante de uniformes profissionais, que conseguiu poupar 30% mais material desde a implementação da solução de corte da Gerber.

Ron Ellis, diretor da Gerber, explicou: “As indústrias de moda e transporte foram dois dos segmentos muito impactados pela covid-19. As fabricantes dessas indústrias tiveram de adaptar rapidamente seus processos, fomentar o comércio eletrônico e buscar novas maneiras de se conectar com seus clientes. A tecnologia de controle de última geração e os sensores inteligentes do Atria permitem versatilidade e a tornam a solução perfeita para uma variedade de mercados, incluindo vestuário, transporte e móveis”.

Para mais informações sobre a Atria, assista à entrevista com Leonard Marano e Ron Ellis abaixo:

Fonte: Gerber



Sinalização digital zela por vagas de deficientes em estacionamento

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 11/05/2015

Caso o veículo não tenha o adesivo de deficiente, uma mensagem de repúdio será veiculada em frente ao motorista irresponsável

Caso o veículo não tenha o adesivo de deficiente, uma mensagem de repúdio será veiculada em frente ao motorista irresponsável

A falta de respeito a deficientes físicos e idosos não é uma exclusividade vergonhosa do Brasil. Na Rússia, estima-se que mais de 30% dos motoristas (conforme vídeo abaixo) ignoram as sinalizações que indicam vagas para deficientes em estacionamentos. Por isso, uma organização russa sem fins lucrativos lançou uma campanha para desencorajar “espertinhos” a estacionar ilegalmente em vagas especiais.

O experimento social, conhecido como “Mais que uma sinalização”, empregou sinalização digital e projeções aéreas para comunicar uma mensagem gravada por um deficiente físico, a fim de repudiar quem para ilegalmente em vagas especiais.

A projeção é exibida em uma “tela fina de ar saturado com água”, que é invisível a olho nu e aparece quando um carro sem o adesivo de deficiente tenta estacionar na vaga especial. Uma câmera é usada para verificar a existência do adesivo no veículo.

Fonte: Digital Signage Connection



Starpac lança vinil adesivo DP 100 com nova medida

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 01/03/2013

Novo vinil Starpac DP 100: com 2m de largura e acabamento branco

Novo vinil adesivo Starpac DP 100: com 2m de largura e acabamento branco

A Starpac, fabricante nacional de películas, anunciou o lançamento de uma nova versão do vinil adesivo DP 100. A novidade conta com dois metros de largura e acabamento branco.

Com essa nova versão, o produto que é distribuído pela Serilon, está disponível em rolos de 50 metros, nas larguras de 1m, 1,22m, 1,37m, 1,5m e 2m.

"Com a nova medida do vinil adesivo DP 100, o birô terá aumento de produtividade, passando a imprimir uma maior metragem de adesivo, no mesmo período de tempo", ressaltou Sila Sequetin, diretor executivo da Starpac.

Fonte: Serilon