Gênesis apresenta solução completa para impressão sublimática

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 29/04/2014

A Gênesis, fabricante brasileira de tintas, tem investido no fornecimento de produtos para sublimação digital. Além das impressoras da DGI, a empresa lançou recentemente as seguintes soluções:

Tintas digitais para sublimação

Linha Sublitop Micropiezo (DS.8000): tinta para cabeças Epson DX4, DX5, TFP e DX7. Indicada para impressão somente em papéis especiais tratados (resinados) para sublimação.

Linha Sublitop Micropiezo Intenso (DS.8500): tinta para cabeças Epson DX4, DX5, TFP e DX7. Indicada para impressão em papéis especiais tratados (resinados) para sublimação ou em papéis comuns de alta alvura.

Linha Sublimax (DS.9000): tinta para cabeças Epson DX4 e DX5. Indicada para impressão em papéis comuns de alta alvura ou em papéis especiais tratados (resinados) para sublimação.

Linha Sublitop Piezo 7-14 (DS.6000): tinta de fabricação própria para as seguintes cabeças: Ricoh 7pL, Seiko 12pL e Konica 14pL.

As tintas da linha Sublitop fazem parte do portfólio de solução para sublimação da Gênesis

As tintas da linha Sublitop fazem parte do portfólio de solução para sublimação da Gênesis

Linha cleaners de limpeza (DS.1000)

Composta por cleaner para sublimação (DS.1090), cleaner flush para sublimação (DS.1091) e laca de conversão para sublimação (DS.1092).

Impressoras para sublimação

Mutoh RJ-900X: emprega uma cabeça Epson DX5. Possui largura de impressão de 1,08m e trabalha na velocidade máxima de 63m²/h. Acompanha media clamp, acessório estabilizador na alimentação de mídia. Indicada para quem está começando no mercado de sublimação.

FTII-1804S: emprega quatro cabeças CMYK de tecnologia Konica Minolta. Apresenta largura de impressão 1,8m e trabalha na velocidade máxima de 50m²/h. Indicada para alta produtividade por tratar-se de um equipamento industrial.

Papéis para sublimação

Tech HD: com 50g/m² e massa celulósica composta por fibras longas de pinheiro. O material apresenta tratamento físico e superfície calandrada. Indicado para tintas Sublitop Micropiezo Intenso DS.8500.

Tech HTD: com 50g/m² e massa celulósica composta por fibras longas de pinheiro. Apresenta tratamento químico e superfície resinada (coating). Indicado para tintas Sublitop Micropiezo DS.8000.

A Gênesis oferece também os softwares RIP Wasatch e Photoprint, além de peças para impressoras Mutoh RJ-900X (cabeças Epson DX5, dampers, capstation, captop, flatcable e unidades de limpeza).

Fonte: Gênesis



Brett Martin apresenta nova linha de foams

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 26/06/2019
Foam pode ser usado no desenvolvimento de aplicações criativas

Foam pode ser usado no desenvolvimento de aplicações criativas

A Brett Martin, fabricante de mídias plásticas para a impressão, anunciou o lançamento no mercado internacional da Foamalux Calibre, linha de foams vendidos em folhas de 1.220mm x 3.050 mm, com espessuras de 10mm, 19mm e 30mm.

Indicada para sinalização, a mídia apresenta núcleo leve e acabamento duro e sedoso. De acordo com a empresa, o substrato é forte, durável e fácil de manusear.

Duncan Smith, diretor de vendas da Brett Martin, declarou: “A Foamalux Calibre é uma adição fantástica a uma já reconhecida variedade de substratos de PVC. Apresentamos a mídia recentemente na Fespa 2019, onde os visitantes puderam ver em estande amostras do material em aplicações criativas”.

A linha Foamalux é composta por várias opções como White, Ultra, Xtra e Ultra. A Brett Martin também vende chapas de policarbonato, poliéster e acrílico de alto desempenho, que oferecem resistência, durabilidade e clareza visual para uma aplicações de comunicação visual e displays.

Fonte: Brett Martin



Coralis disponibiliza cartilha grátis sobre gerenciamento de cores

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 22/03/2014

A ideia da publicação é derrubar os mitos sobre gerenciamento de cores na impressão digital

A ideia da publicação é derrubar certos mitos sobre gerenciamento de cores na impressão digital

A Coralis, especializada em soluções de gerenciamento de cores, está disponibilizando gratuitamente um documento informativo intitulado "Queda dos 10 mitos do gerenciamento de cores na impressão digital".

De autoria de Matheus Pimentel, o material desmistifica tópicos desvirtuados sobre o gerenciamento de cores em birôs e gráficas digitais, respondendo às seguintes questões:

  1. O número de passadas aumenta o consumo de tinta?
  2. A extensão do arquivo pode interferir no resultado de cor?
  3. O que é um perfil de cor genérico?
  4. Preciso ter meus aplicativos sincronizados?
  5. O perfil ICC resolve tudo?
  6. Se reduzir a resolução ganho em velocidade, mas posso comprometer o resultado de cor?
  7. Matéria-prima de baixa qualidade pode comprometer o resultado das cores?
  8. Por que devo utilizar um software RIP e qual é configuração ideal dele?
  9. Sou bom de olho. Isso ajuda?
  10. O meu CMYK é igual ao seu CMYK?

O para obter o material, basta fazer um cadastro simples no site da Coralis.

Fonte: Coralis