Fujifilm Dimatix anuncia impressora DMP-2850

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 17/07/2016
Equipamento é dedicado a imprimir eletrônicos e aplicações industriais

Equipamento é dedicado a imprimir eletrônicos e aplicações industriais

A fabricante Fujifilm Dimatix anunciou no mercado internacional a Dimatix DMP-2850, impressora desktop inkjet desenvolvida para impressão de eletrônicos e outras mídias e aplicações especiais empregadas em trabalhos de pesquisa e desenvolvimento na indústria.

Segundo a empresa, o equipamento é uma versão melhorada da DMP-2831, impressora que se tornou uma das principais ferramentas para o desenvolvimento de deposição de fluidos, com aproximadamente mil unidades instaladas no mundo.

A DMP-2850 inclui um PC configurado com Microsoft Windows 8.1 e Drop Manager. Além disso, emprega duas câmeras de alta velocidade com resolução óptica refinada para fornecer imagens de qualidade superior em funções de controle de impressão.

A máquina também permite o monitoramento remoto das câmeras e do status dos trabalhos. Um sistema permite analisar o desempenho dos disparos de gotas e uma câmara fiducial facilita a inspeção e o registro de impressão com precisão.

A DMP-2850 é alimentada por cartuchos, que estão disponíveis em dois tamanhos de gota (1 e 10 picolitros). A máquina estará disponível a partir de setembro de 2016.

Fonte: Fujifilm Dimatix



Durst lança impressoras UV LED e softwares modulares

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 24/06/2019
Impressoras vêm com sistema híbrido de alimentação de mídias

Impressoras vêm com sistema híbrido de alimentação de mídias

A fabricante Durst anunciou duas novas impressoras UV LED (P5 350 e P5 210) e uma série de softwares modulares, como o Durst Workflow e o Durst Analytics.

Híbridas, a P5 350 (com largura de 3,5m) e a P5 210 (largura de 2,1m) podem rodar com a resolução de 1.200dpi. Além disso, são capazes de imprimir até 6 placas paralelamente, por meio de mesas dobráveis e sistema confiável de recarga de tinta. Ambos os modelos podem receber sistemas periféricos para automação da produção.

A Durst oferece quatro tipos de tinta para as impressoras P5: Rigid LED, Roll LED, P5 Premium WG e P5 POP HS.

Todas as impressoras da série P5 podem vir com os seguintes softwares modulares recém-desenvolvidos pela Durst:

- Durst Workflow Print: solução para gerenciar a produção de impressos;

- Durst Workflow Plus: uma extensão para a pré-impressão e preparação mais rápida e flexível;

- Durst Analytics: baseada em web, é uma solução para formular estatísticas do trabalho e analisar dados de produção;

- Durst Analytics Plus: software de monitoramento, integrado ao processo de produção e sistemas ERP;

- Durst Smart Shop: software de loja virtual com ferramentas de cálculo, visualização 3D e configuração de produto para impressão;

- Durst Smart Shop Plus: editor on-line com o qual é possível criar layouts de impressão diretamente no navegador.

Fonte: Durst



Envelopamento de carros: com ou sem emendas

Por Eduardo Yamashita em 20/11/2014

Envelopamentos de veículos sem emenda exigem planejamento e são desafiadores. Muitos instaladores de vinil não possuem habilidades para colocar isso em prática corretamente. Muitos prometem envelopamento sem emendas, mas não conseguem entregá-lo. E uma coisa é certa: com um envelopamento autêntico, é possível se diferenciar da concorrência. E, sim, os melhores instaladores conseguem realizar instalações com poucas emendas.

Planejamento

O sucesso do envelopamento está diretamente ligado ao planejamento e a mãos firmes. Quanto mais bem planejado, mais fácil será a aplicação. É uma medida que serve para qualquer trabalho. No entanto, evitar emendas exige mais cuidado.

No envelopamento sem emendas, há algumas complicações. Você tem de entender os baixos-relevos e como eles afetam a aplicação. Antes de começar o trabalho, saiba como abordar o consumo de vinil e as condutas com eles.

Pergunte-se: Antes de aplicar o vinil no veículo, terei a cobertura que preciso? Depois de considerar cuidadosamente a resposta, faça outra pergunta: O que é necessário fazer para preparar esta área do veículo de modo que pareça uma peça única?

Instaladores que sabem aplicar vinis sem emendas conseguem se diferenciar no mercado

Instaladores que sabem aplicar vinis sem emendas conseguem se diferenciar no mercado

Combinação de cores

Por exemplo, se depois de aplicar um vinil vermelho e preto sobre um carro branco surgirem espaços brancos, vai parecer um trabalho desleixado. Para evitar isso, é preciso embutir componentes dentro de algumas das áreas de baixo-relevo (acabamentos) para que a cor original do carro não seja revelada. E não esqueça de considerar essas questões antes de projetar o envelopamento.

Pergunte-se: Os acabamentos (baixos-relevos) serão um problema? O que vou fazer com eles? Se essas áreas são pintadas de preto e a imagem é composta de preto e vermelho, então você não tem de se preocupar em combinar o gráfico.

Provavelmente, a melhor cor para trabalhar em cima em um veículo é a preta, porque ela "desaparece" e não chama atenção. Num mundo utópico, haveria apenas carros pretos, para facilitar o trabalho dos instaladores. E, nesse caso, o envelopamento sem emenda seria muito mais fácil, porque é possível transformar o preto em qualquer cor. Mas a realidade é diferente: há uma série de pinturas variadas.

Planejamento é fundamental para garantir uma aplicação profissional

Planejamento é fundamental para garantir uma aplicação profissional

Envelopamento parcial

Em alguns casos, a cor é tão diferente que, dependendo do projeto, deve-se usá-la em conjunto com o projeto e fazer um envelopamento parcial.

Envelopamento parcial pode ser a melhor solução em muitos casos, porque é possível que o instalador não possua as habilidades necessárias para obter uma cobertura completa e executar o trabalho corretamente.

Se você não tem as habilidades para fazer um envelopamento sem emendas, não hesite em realizar o parcial. Por exemplo, é muito mais fácil aplicar imagens de chamas nas laterais do veículo do que envolver todo o veículo.

Quando você não pode fazer um envelopamento total, às vezes, envelopamentos parciais funcionam bem.

Esse artigo técnico foi patrocinado pela Imprimax, fabricante de vinis adesivos

Este artigo técnico foi patrocinado pela Imprimax, fabricante de vinis adesivos

Gostou do artigo? Você também vai se interessar pelas matérias abaixo:

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis adesivos, envelopamento de carro e comunicação visual

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis adesivos, envelopamento de carros e comunicação visual