Entrevista com Ricardo Augusto Lie, sócio-diretor da Ampla

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 27/04/2016
Ricardo Augusto Lie, sócio-diretor da Ampla Digital

Ricardo Augusto Lie, sócio-diretor da Ampla Digital

Há mais de uma década, a Ampla Digital marca presença no mercado nacional entre as grandes fornecedoras de comercialização e fabricação de impressoras digitais de grande formato. Para manter e ampliar sua posição, a fabricante sofistica anualmente seu portfólio de equipamentos, para dar conta da constante demanda por tecnologias mais robustas, produtivas e versáteis. Recentemente, além de atender a birôs e gráficas nacionais, a empresa tem investido em uma nova rede de distribuição internacional, para expandir seus negócios a outros países, sobretudo da América Latina. Para falar mais sobre esses e outros assuntos, o InfoSign entrevistou o sócio-diretor da Ampla Digital Ricardo Augusto Lie, que também tratou de perspectivas de negócios, projetos e lançamentos.

InfoSign: A Ampla planeja fazer lançamentos em 2016?

Ricardo Lie: Sim, vamos apresentar em primeira mão na feira Serigrafia Sign 2016 a Ampla Elite 3204, impressora com 3,2m de largura que pode trabalhar na velocidade de até 80m²/h. Ela é indicada para o empresário de pequeno ou médio porte que planeja investir em um segundo equipamento. Esperamos visitantes e clientes em nosso estande para conhecer de perto a máquina.

Como a Ampla tem enfrentado a atual retração do mercado brasileiro?

Fazendo os ajustes necessários – como todas as empresas. Porém, estamos mantendo o foco no novo posicionamento mercadológico definido pela nova diretoria da empresa.

Qual a expectativa de negócios para os próximos meses?

Nossas expectativas são positivas. Consideramos tanto o potencial de nossa linha de produtos (incluindo o lançamento da Elite 3204) quanto uma definição do nosso cenário político-econômico, com uma consequente retomada da confiança dos empresários.

Como funciona o modelo de negócios da Ampla, considerando os representantes do mercado brasileiro?

Estamos desenvolvendo uma qualificada rede de distribuidores em todo o país, cujo trabalho será complementado pelas vendas diretas da empresa. Os distribuidores nos tornam mais próximos dos clientes e também agilizam o feedback e o trabalho de pós-venda.

Quais as perspectivas para o mercado externo?

Também temos perspectivas muito otimistas para o mercado externo, considerando que, além do Brasil em sua totalidade, a Ampla possui distribuidores nos seguintes mercados e países: América Central, Argentina, Bélgica, Bolívia, Canadá, Chile, Colômbia, Egito, Equador, Índia, México, Peru, Reino Unido, Rússia e Uruguai. 

Como tem funcionado o esquema de comercialização e instalação de máquinas em países estrangeiros?

O projeto é todo desenvolvido em conjunto com o cliente pela equipe técnica da Ampla com o apoio dos distribuidores internacionais.

O Programa Portas Abertas contempla quais benefícios e ações de apoio ao cliente?

Aumentar a proximidade com o cliente e criar uma oportunidade confortável de ele expor suas necessidades, além de conhecer e indagar sobre a Ampla, seus produtos e serviços.

Além da comunicação visual, a Ampla pretende atuar em outros mercados?

Comunicação visual ainda é o nosso maior negócio, mas hoje os pilares de atuação da Ampla se focam também nos mercados de estamparia digital para a indústria têxtil (favorecida pela evolução dos tecidos em poliéster, que aumenta o valor agregado pela personalização das peças) e de impressão digital industrial em segmentos como o coureiro, calçadista, moveleiro, de decoração e de embalagens.

Isso é parte da filosofia da nova diretoria?

Este é um movimento natural de crescimento e qualificação do mercado que a nova diretoria da Ampla considera de importância estratégica vital não apenas seguir, mas, se possível, antecipar.



Características dos principais tipos de papéis transfer

Por João Leodonio em 05/12/2017
Saiba quais são os papéis transfer disponíveis atualmente

Saiba quais são os papéis transfer disponíveis atualmente

Os papéis transfer são conhecidos principalmente por serem boas alternativas para aplicação de imagens em tecidos de algodão e poliéster. Alguns deles apresentam um fundo branco, que permite imprimir peças coloridas sem prejudicar as estampas originais. Trata-se de sobreposição, ou seja, da adesão ao tecido por termocolagem.

Por questões de preço e disponibilidade, os papéis transfer mais utilizados são o OBM e o Dark, também encontrado no mercado com outros nomes. Além deles, listamos abaixo as caraterísticas do Ink Pro e do INNEO.

Para todos os casos, recomenda-se que as peças que receberam as aplicações fiquem em descanso por, pelo menos, 24 horas, antes de serem lavadas. Além disso, é importante que elas não sejam lavadas em tanques e não sejam torcidas à mão. Se utilizar água quente, a temperatura máxima deve ser de 40°C. A água não pode ter alvejante, e deve-se passar pelo avesso. Esses procedimentos são muito importantes para manter a integridade do transfer por mais tempo.

Papel Transfer OBM

Característica: o lado da impressão possui revestimento de poliéster (para sublimação). O outro lado é emborrachado termocolante (fundo branco).

Aplicações: em tecidos claros ou escuros de algodão ou poliéster. É indicado para estampas que não precisam de recorte, pois a plotter não suporta esse material, que é bem difícil de ser cortado à mão. Após aplicado, ele oferece um toque menos discreto, porém, confere relevo à peça.

Camiseta preta com aplicação em OBM

Papel Transfer INNEO

Característica: papel transfer importado.

Aplicações: em tecido branco de algodão. Esse papel é indicado para impressora laser colorida de alta velocidade, sem óleo e com temperatura interna de até 200°C.

Papel Transfer Ink Pro

Característica: papel transfer impresso por equipamentos a jato de tinta.

Aplicações: em algodão. Esse material exige que as tintas utilizadas na impressão devem ser originais, de preferência. Isso porque as tintas paralelas não oferecem um resultado de boa qualidade.

Papel Transfer Dark

Característica: o lado da impressão é de papel sulfite resistente a temperatura (impressão a laser). O outro lado é emborrachado termocolante (fundo branco).

Aplicações: em tecidos claros ou escuros de algodão ou poliéster. Esse papel não confere 100% de qualidade da definição, mesmo que sejam usados arquivos em alta resolução. Porém, ele oferece um toque mais discreto.

Camiseta preta com Dark Film com fundo branco

 

Sobre o autor: João Leodonio atua no segmento gráfico há 10 anos, como gerente de produção e consultor. Tecnólogo em produção gráfica, atuou como palestrante pela Imprensa Oficial, de Angola, e como consultor de processos produtivos. É proprietário da Pari Transfer Sublimático 

 



Roland DG Brasil lança gravadora de mesa DGSHAPE DE-3

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 12/09/2019
Equipamento grava alumínio, cobre, plástico e madeira

Equipamento grava alumínio, cobre, plástico e madeira

No dia 3 de setembro, a divisão DGSHAPE da fabricante Roland DG Brasil lançou a gravadora de mesa DE-3, com tecnologia a laser e regulagem automática de profundidade.

Indicado para personalizar alumínio, cobre, peças de plástico e itens de madeiras, o modelo é um dos mais inteligentes e intuitivos equipamentos do mercado. Com ele, é possível escrever textos de diversos tipos de fonte e gravar fotos com alta nitidez em uma enorme variedade de brindes, sinalizações, troféus, ferramentas e produtos industriais.

Anderson Clayton, vice-presidente no Brasil da Roland DG, declarou: “É uma pequena máquina com ampla área de trabalho, de 305mm x 230mm. Um equipamento de mesa que funciona como gravadora de produção sofisticada e cabe confortavelmente em escritórios e salas de aula”.

Em 3 de abril de 2017, a Roland DG anunciou a transferência de sua unidade de negócios 3D. A partir daí a DGSHAPE passou a concentrar as atividades dentais, médicas e de fabricação digital 3D.  Desde a introdução da primeira fresadora desktop, em 1986, a Roland DG vem desenvolvendo uma variedade de tecnologias digitais com a missão de ajudar transformar imaginação em realidade.

Fonte: Roland DG Brasil