Como escolher o RIP perfeito para os seus negócios

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 01/10/2019
O software de processamento de imagens cumpre papel fundamental na impressão digital

O software de processamento de imagens cumpre papel fundamental na impressão digital

No início da era digital, o software RIP era a principal ferramenta das impressoras. Hoje, outras soluções operam simultaneamente ao processador de imagem, como os aplicativos de acesso remoto, compartilhamento de arquivos e armazenamento em nuvem. No entanto, os RIPs ainda têm uma grande importância: a qualidade da impressão depende deles.

Atualmente, há excelentes RIPs embutidos nas impressoras digitais. É uma boa maneira de garantir a compatibilidade entre software e hardware. Mas se você trabalha em uma gráfica ou birô que deseja investir em um novo software RIP, vale lembrar que esta é uma questão comercial e técnica. Então, pergunte-se: Qual é o foco da sua empresa? Rapidez e preço baixo? Qualidade superior em tudo? Atuar em um novo nicho? Você precisará adquirir equipamentos num futuro próximo? Todas essas questões influenciam a sua decisão de compra.

Também é importante pesquisar os softwares: Você sabe quem desenvolveu o RIP fornecido com a impressora? É da própria marca dao equipamento? É genérico e anônimo? Qual é o histórico do fornecedor?

A origem do RIP tem importância. Se for de propriedade do fornecedor da impressora, informe-se sobre assistência técnica, atualizações, escalabilidade e flexibilidade. Se isso for complicado, você deve confiar no fornecedor? Como você vai lidar com um problema de gerenciamento de cores? Onde você irá obter suporte? Se o fabricante estiver um local distante, como ele vai dar o suporte?

É fundamental contar com o suporte do fornecedor, e a assistência técnica não existe apenas para corrigir falhas, mas também para oferecer conhecimento especializado, melhorar a eficiência do fluxo de trabalho, informar sobre tendências, aplicativos e produtos, além de oferecer consultorias para o desenvolvimento dos negócios. Um bom fornecedor de software desejará construir um relacionamento, e não apenas vender o software. A qualidade do suporte é algo que deve estar no topo de sua lista de verificações. Se você está satisfeito com a sua impressora, descubra se ela rodará bem com o RIP do fornecedor com o qual você esteja familiarizado.

Aplicativos de dispositivos móveis fornecem relatórios de tarefas e tendências de produção e ajudam os gerentes a controlar seus negócios

Crescimento a longo prazo

Ao escolher um RIP, considere as necessidades comerciais da sua empresa, para garantir que o software tenha os recursos que ajudem no crescimento dos seus negócios. Verifique também o quão fácil é adicionar novas ferramentas. O aplicativo oferece todos os recursos que você quer? Ou, ao contrário, você precisa de poucos recursos? Nesse caso, um RIP mais básico, porém robusto, é a melhor alternativa. No entanto, não deixe de verificar a capacidade de atualização e suporte do software.

Com o aumento do gerenciamento remoto de trabalhos, é importante que os gerentes possam visualizar relatórios de tarefas e progressos por meio de dispositivos móveis, para que os negócios sejam mantidos sob controle. Nesse caso, recomenda-se um RIP em nuvem que ofereça armazenamento seguro.

Pense em um RIP que se integre aos negócios. Por isso, explore as opções de softwares que suportam todos os equipamentos disponíveis na sua empresa. Por exemplo, se você produz muitos banners e possui uma plotter e duas impressoras, o melhor é ter um único aplicativo que combine essas funções e rode todos os dispositivos. Isso simplifica a operação.

Para ter vantagem competitiva, é cada vez mais importante diferenciar as ofertas da sua empresa. Estão sempre surgindo novas demandas por materiais, cores e formatos. Portanto, escolha RIPs abertos a integrar novos recursos, como os de produção e acabamento de placas por meio de routers CNC.

Para encontrar o RIP adequado, é preciso levar em consideração as demandas de velocidade, qualidade e funcionalidade da empresa. Se o preço não fosse problema, qual solução você compraria? E lembre-se: o que é bom pode hoje, pode não ser suficiente daqui a seis meses.

E atualmente existem diversas alternativas de aquisição e uso de um RIP, como a assinatura mensal. Há opções de contrato de apenas um mês que oferecem todos os recursos mais recentes de um aplicativo. Essa pode ser uma opção muito boa para manter os custos em dia e usar de maneira eficaz as ferramentas do aplicativo.

O software RIP continua sendo uma ferramenta importante e influencia toda a operação da impressão digital. A escolha certa permitirá que você aproveite ao máximo seus hardwares e seus negócios.

Este artigo foi produzido pela desenvolvedora SAi e traduzido pela redação do portal InfoSign

 



Color-Logic lança plug-in de separação de cores fluorescentes

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 21/11/2019
O Touch7 Photo Neon possibilita a reprodução de cores especiais

O Touch7 Photo Neon possibilita a reprodução de cores especiais

A desenvolvedora Color-Logic lançou o Touch7 Photo Neon, plug-in para a preparação de arquivos com imagens a serem estampadas com tintas néon ou fluorescentes por impressoras digitais.

Segundo a empresa, o Touch7 Photo Neon funciona de maneira inteligente no nível do pixel, isolando e separando automaticamente os componentes CMY da imagem. A conversão final adiciona até três cores fluorescentes. Por exemplo: uma imagem RGB convertida pelo plug-in se tornará uma imagem RGB com mais três cores néon especiais. Além disso, ele não requer perfis ICC para extrair as separações desejadas.

Richard Ainge, desenvolvedor do Touch7 Photo Neon, explicou: “O Touch7 Photo Neon permite que qualquer designer ou operador de pré-impressão crie rapidamente separações de cores néon ou fluorescentes. Também ajuda a adicionar cores de gama estendida em imagens. Ao combinar o rosa neon com o CMYK, por exemplo, os birôs podem produzir um conjunto totalmente novo de laranjas e vermelhos ­ um efeito inatingível apenas com as tintas CMYK”.

Fonte: Color-Logic



Drytac lança película para criação de quadros brancos

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 10/11/2017
WipeErase Clear pode ser laminado sobre vários tipos de superfícies

WipeErase Clear pode ser laminado sobre vários tipos de superfícies

A Drytac, fabricante de mídias adesivas, anunciou no mercado internacional a disponibilidade da WipeErase Clear, película transparente de PET para laminação de quadros brancos e outros tipos de aplicações, como placas de menu e sinalização, paredes da salas de conferência e displays de varejo. O material também pode ser empregado em ambientes como quartos infantis, escolas, creches, hospitais, mercearias, restaurantes e pubs.

Com acabamento brilhante e 75μ de espessura, a mídia é compatível com impressão digital solvente, UV e látex.

O WipeErase Clear possui qualidade antigrafite e resistência a arranhões, abrasões, água, solventes e manchas, o que evita “efeitos fantasmas”, e até marcadores permanentes podem ser removidos de forma rápida com o uso de álcool.

Shaun Holdom, gerente de produto da Drytac, declarou: “O WipeErase Clear permite que os birôs transformem mídias em um quadro branco. Suas aplicações são quase infinitas, além de oferecer uma superfície durável e garantia de 10 anos. Em função de suas qualidades antigrafite, pode ser usada para proteger gráficos em áreas de alto tráfego”.

Fonte: Drytac