Características dos principais tipos de papéis transfer

Por João Leodonio em 05/12/2017
Saiba quais são os papéis transfer disponíveis atualmente

Saiba quais são os papéis transfer disponíveis atualmente

Os papéis transfer são conhecidos principalmente por serem boas alternativas para aplicação de imagens em tecidos de algodão e poliéster. Alguns deles apresentam um fundo branco, que permite imprimir peças coloridas sem prejudicar as estampas originais. Trata-se de sobreposição, ou seja, da adesão ao tecido por termocolagem.

Por questões de preço e disponibilidade, os papéis transfer mais utilizados são o OBM e o Dark, também encontrado no mercado com outros nomes. Além deles, listamos abaixo as caraterísticas do Ink Pro e do INNEO.

Para todos os casos, recomenda-se que as peças que receberam as aplicações fiquem em descanso por, pelo menos, 24 horas, antes de serem lavadas. Além disso, é importante que elas não sejam lavadas em tanques e não sejam torcidas à mão. Se utilizar água quente, a temperatura máxima deve ser de 40°C. A água não pode ter alvejante, e deve-se passar pelo avesso. Esses procedimentos são muito importantes para manter a integridade do transfer por mais tempo.

Papel Transfer OBM

Característica: o lado da impressão possui revestimento de poliéster (para sublimação). O outro lado é emborrachado termocolante (fundo branco).

Aplicações: em tecidos claros ou escuros de algodão ou poliéster. É indicado para estampas que não precisam de recorte, pois a plotter não suporta esse material, que é bem difícil de ser cortado à mão. Após aplicado, ele oferece um toque menos discreto, porém, confere relevo à peça.

Camiseta preta com aplicação em OBM

Papel Transfer INNEO

Característica: papel transfer importado.

Aplicações: em tecido branco de algodão. Esse papel é indicado para impressora laser colorida de alta velocidade, sem óleo e com temperatura interna de até 200°C.

Papel Transfer Ink Pro

Característica: papel transfer impresso por equipamentos a jato de tinta.

Aplicações: em algodão. Esse material exige que as tintas utilizadas na impressão devem ser originais, de preferência. Isso porque as tintas paralelas não oferecem um resultado de boa qualidade.

Papel Transfer Dark

Característica: o lado da impressão é de papel sulfite resistente a temperatura (impressão a laser). O outro lado é emborrachado termocolante (fundo branco).

Aplicações: em tecidos claros ou escuros de algodão ou poliéster. Esse papel não confere 100% de qualidade da definição, mesmo que sejam usados arquivos em alta resolução. Porém, ele oferece um toque mais discreto.

Camiseta preta com Dark Film com fundo branco

 

Sobre o autor: João Leodonio atua no segmento gráfico há 10 anos, como gerente de produção e consultor. Tecnólogo em produção gráfica, atuou como palestrante pela Imprensa Oficial, de Angola, e como consultor de processos produtivos. É proprietário da Pari Transfer Sublimático 

 



App ajuda a escolher os vinis adesivos corretos para aplicações de comunicação visual

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/11/2013

DesignScape 3D ajuda profissionais de envelopamento, adesivação e comunicação visual

DesignScape 3D foi criado para ajudar profissionais de envelopamento, adesivação e comunicação visual

A Mactac, fornecedora de vinis adesivos, lançou o DesignScape3D, aplicativo para tablets concebido para ajudar os profissionais de impressão digital a encontrar as mídias mais adequadas para adesivação e envelopamento.

Segundo a empresa, o app faz uma prévia das aplicações de impressos de grandes formatos em ambientes 3D, com detalhes sobre o local em que as peças serão utilizadas.

O DesignScape 3D sugere produtos e fornece dicas, dados técnicos e recomendações de filmes para laminação. O app ainda permite solicitar amostras de produtos e literatura adicional, que pode ser enviada por e-mail aos clientes finais.

Mary Ann Kucera, gerente de mercado da Mactac, declarou: "O aplicativo está disponível para tablets com iOS ou Android. Em breve, teremos uma versão para Windows".

Fonte: Mactac



Novo quiosque para aeroportos faz reconhecimento facial

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 03/04/2014

Phoenix é capaz de identificar passageiros por meio de reconhecimento facial

O quiosque Phoenix é capaz de identificar passageiros por meio de reconhecimento facial

A Materna, fornecedora alemã de eletrônicos, realizou recentemente o lançamento do quiosque Phoenix, utilizado em check-in em aeroportos.

De acordo com a empresa, o quiosque, que emprega tecnologia touchscreen, pode ser equipado com câmeras e dispositivos de reconhecimento biométrico facial. No check-in, a câmera tira uma foto do passageiro, que é comparada com a foto contida no passaporte dele.

O Phoenix também inclui um dispositivo de fornecimento de papel suficiente para imprimir mais de 4 mil tíquetes de embarque. O quiosque pode vir com a função opcional de pagamentos, para check-in automático tanto do passageiro quanto da bagagem.

Fonte: Digital Signage Today