Brasil Signage Expo 2015 ocorre entre 27 e 28 de agosto

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 10/08/2015
Brasil Signage Expo é a primeira feira brasileira totalmente dedicada a sinalização digital

Brasil Signage Expo é a primeira feira brasileira totalmente dedicada a sinalização digital

Nos dias 27 e 28 de agosto, o Pavilhão Amarelo do Expo Center Norte, em São Paulo, recebe a segunda edição da Brasil Signage Expo, feira especializada em sinalização digital e mídia digital out-of-home.

Diversos expositores estão confirmados para o evento, no qual mostrarão o que há de mais moderno em telas e painéis de LED, softwares, hardwares, conteúdo, players e aplicações mobile.
Além da exposição, o visitante da feira poderá participar do Congresso ABMOOH, realizado com apoio da Associação Brasileira da Mídia Out-of-Home. O conteúdo deste ano será ministrado por palestrantes dedicados ao digital signage. Outra atração é o Congresso Internacional, patrocinado pela BroadSign, empresa global de software de digital signage. O participante poderá conhecer tendências tecnológicas e mercadológicas nacionais e globais.

De acordo com a organizadora, a edição 2015 da feira já conta com um aumento significativo de inscrições antecipadas realizadas por meio do site do evento. São profissionais diretamente ligados ao setor de sinalização digital e tomadores de decisão dos mais diversos ramos de atuação. Mais de 75% dos inscritos até o dia 27 de julho são executivos e empresários.

Fonte: Brasil Signage Expo



Como são reproduzidas cópias oficiais das obras de Van Gogh

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 18/03/2019
Museu Van Gogh usa tecnologia de grande formato para imprimir quadros do pintor

Museu Van Gogh usa tecnologia de grande formato para imprimir quadros do pintor

Localizado em Amsterdã, na Holanda, o Museu Van Gogh abriga a maior coleção de obras do pintor homônimo. O visitante da exposição pode admirar uma coleção permanente de obras-primas de um dos pintores mais famosos e apreciados no mundo.

O museu abriga uma loja de lembranças onde é possível comprar objetos temáticos e itens colecionáveis. Entre ele, estão reproduções autenticadas (com certificado) e de alta definição das pinturas de Van Gogh.

Todas as imagens das obras-primas foram digitalizadas com scanners de alta resolução, que capturaram detalhes finos, texturas de pinceladas, protuberâncias de tinta e texturas das superfícies dos quadros. Por isso, as reproduções são quase idênticas aos originais.

Para estampar as imagens, o Museu Van Gogh utiliza uma Canon imagePrograf, capaz de produzir impressões de alta qualidade (na resolução de 2.400 x 1.200dpi) em papel ou canvas. A máquina emprega um conjunto de 12 tintas inkjet pigmentas, nas cores: preto fotográfico, preto fosco, ciano, magenta, amarelo, ciano fotográfico, magenta fotográfico, cinza, fotográfico cinza, vermelho, azul e otimizador cromático.

Para proteger reproduções de obras de arte, recomenda-se usar um vidro de proteção em cima das impressões, para para protegê-las da luz. Pode-se optar por envernizar o material com um revestimento que ressalte as cores e proteja a peça contra arranhões.

Após a impressão e o envernizamento, as imagens são montadas em uma base. As impressões em papel podem ser fixadas em poliestireno, papelão, placas de alumínio ou qualquer outra superfície plana. As telas tambpem podem ser esticadas à mão sobre uma moldura de madeira, para que o quadro fique com um aspecto mais artesanal. É aconselhável que as molduras de madeira tenham certificação PEFC e FSC, para garantir o manejo florestal sustentável. Existem muitos tipos de molduras, mas o mais importante é que ela reflita a qualidade da impressão.

Qualquer um pode adquirir uma reprodução autenticada das obras de Van Gogh

Fonte: Flaar



HP expande portfólio de impressoras látex para mídias rígidas

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 10/07/2018
Latex R1000 incrementou linha de impressoras

Latex R1000 incrementou linha de impressoras

A HP anunciou no mercado internacional a nova impressora Latex R1000. A máquina expande a linha de tecnologias látex para estampar mídias rígidas, que já incluía a Latex R2000, projetada para birôs de grande porte.

A estreante Latex R1000 é indicada para empresas em crescimento e com restrições de investimento e espaço. Ambas as máquinas da linha oferecem tecnologias para imprimir em grande variedade de mídias flexíveis e rígidas, para aplicações em varejo, sinalização externa, eventos, exposições e decorações.

De acordo com a empresa, a nova impressora é capaz de rodar a 57m²/h, vem com cartuchos de 3 litros de tinta e pode acomodar mídias com até 1,64m de largura e até 5cm de espessura.

A Latex R1000 emprega tinta branca capaz de estampar mídias transparentes e coloridas. Além disso, conta com cabeças térmicas removíveis que podem ser armazenadas em uma câmara off-line. A máquina também apresenta um sistema de manutenção automática que executa recirculação e verificações automáticas dos nozzles – funções operadas por meio do HP Smart Services, que maximizam o tempo de atividade e ajudam a evitar falhas na produção.

A HP também oferece um revestimento especial para acabamento superficial. À base d’água, o material proporciona alta aderência e resistência a riscos.

Fonte: HP