Anunciada a versão 12.1 do Caldera RIP

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 27/05/2019
RIP da Caldera chega à versão 12.1

RIP da Caldera chega à versão 12.1

A desenvolvedora Caldera anunciou a versão 12.1 de seu software RIP homônimo. O lançamento oficial foi realizado na Fespa 2019 Global Print Expo, feira que ocorreu em Munique, Alemanha, entre os dias 14 e 17 de maio.

Segundo a empresa, a versão 12.1 inclui novos recursos como o RotationBoost, que aumenta a velocidade do algoritmo de rotação, e o Snapshots, que permite salvar o estado da instalação do Caldera RIP. Ao criar snapshots, os usuários podem restaurar facilmente as configurações anteriores, além de poder revisar o driver e criar configurações para reimprimir exatamente nas mesmas condições.

Outro recurso do RIP é o CalderaCare, que inclui o CalderaJobs, que permite reimpressões exatas de trabalhos já realizados. Com o CxF/4, os usuários podem importar bibliotecas espectrais para obter mais precisão na correspondência de cores. O CalderaCare também inclui uma atualização para os clientes da InkPerformer, que pode ajudar a economizar tinta.

Samin Sarkar, gerente geral da Caldera, declarou: “Estamos focados no crescimento dos principais pontos fortes da Caldera. Nossa estratégia depende da expansão de nosso ecossistema de parceiros, para oferecer aos nossos clientes capacidades adicionais em nosso software”.

Por ser parte da Dover Corporation, a tecnologia Caldera está sendo implementada em vários setores. A marca já tem presença significativa em áreas de tecidos e embalagens.

Fonte: Caldera



Kornit anuncia novos equipamentos para impressão direta em tecidos

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/02/2017
Avalanche R-Series vem com sistema de recirculação de tinta

Avalanche R-Series vem com sistema de recirculação de tinta

A Kornit, fabricante de impressoras digitais, anunciou a Avalanche R-Series, linha de equipamentos para estamparia têxtil composta por dois modelos, o Avalanche Hexa (com 6 cores e branco) e o Avalanche 1000 (para produção em alta velocidade). As máquinas incluem sistema de recirculação de tintas que, segundo a empresa, otimiza a qualidade de impressão, economiza insumos e melhora a produtividade.

Com sistema de impressão direta em tecidos, a Avalanche Hexa é indicada para empresas que trabalham com cores especiais, como tons usados em logos corporativos e em uniformes de equipes esportivas. Já a Avalanche 1000 tem robustez e capacidade de produção industrial. Graças à sua arquitetura, tanto a impressão com tinta branca quanto a colorida podem ocorrer paralelamente – mecanismo que otimiza sobretudo produções de vestuário escuro. A máquina imprime até 220 peças claras ou 160 itens escuros por hora.

Ambos os modelos possuem uma área de impressão de 90cm x 60cm e vêm com um mecanismo de ajuste automático de altura que permite estampar botões, zíperes e outros objetos salientes.

Os equipamentos empregam tintas originais pigmentadas NeoPigment, que são usadas por mais de 1.200 instalações em todo o mundo há 14 anos. De acordo com a Kornit, os insumos são fabricados de acordo com regulamentos ambientais como o Oeko-Tex Standard 100 e o GOTS, sendo adequados vários tipos de tecido.

Fonte: Kornit



Empresa desenvolve mecanismo de projeções aéreas 3D

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/11/2014

Feixes de laser são projetados no ar para gerar imagens 3D

Feixes de laser são projetados no ar para gerar imagens 3D

A Aerial Burton, empresa japonesa de tecnologia, desenvolveu um display capaz de projetar textos e imagens pixeladas em pleno ar, que podem ser utilizadas para sinalização.

A tecnologia emprega um conjunto de espelhos que refletem feixes de laser infravermelho. A área em que os raios se concentram é ionizada, processo que libera fótons que podem ser vistos a olho nu.

O display ainda está em fase de desenvolvimento, e a empresa busca criar mecanismos que possam ser acoplados em plataformas móveis (como carros ou ambulâncias).

Akira Asano, diretor da Aerial Burton, declarou: "O diferencial desse dispositivo é o fato de ele poder exibir textos e imagens em pleno ar sem fazer uso de uma tela".

Fontes: DigiInfo e Tecmundo