Zünd lança Zünd Cut Center 3.0

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 12/12/2017
ZCC 3.0 vem com ferramentas melhoradas de corte e gerenciamento remoto

ZCC 3.0 vem com ferramentas melhoradas de corte e gerenciamento remoto

A Zünd, fabricante de mesas de corte, anunciou a versão 3.0 do Zünd Cut Center (ZCC). O software passou a oferecer métodos de registro aprimorados e um painel de controle adicional, para acesso remoto às informações de produção.

O ZCC 3.0 inclui algoritmos para capturar as marcas com mais precisão. Assim, a câmera ICC visa apenas marcas críticas, ignorando as demais. Isso gera economia de tempo e aumenta a produtividade.

A dashboard é outro destaque da nova versão do aplicativo. Por meio dela, é possível visualizar os dados de desempenho das mesas de corte Zünd, para gerenciamento e acesso remoto a todos os dados de produção. O status do trabalho em tempo real pode ser visualizado a qualquer hora e em qualquer lugar. As estatísticas fornecem uma visão clara e instantânea da produção.

O Cut Queue do ZCC 3.0 oferece uma paleta de ferramentas de planejamento de produção e gerenciamento de tarefas. Muitas configurações podem ser manipuladas manualmente ou automaticamente por meio de hot folders, através do Cut Editor.

Os hot folders geram automaticamente arquivos para programas de CAD e layout. Isso acelera a preparação e elimina as etapas manuais. O software também otimiza automaticamente os dados de corte, para diminuir o tempo de processamento.

O Cut Editor também oferece funções de corte, vinco e nesting.

Fonte: Zünd



Cientista europeu cria processo para recuperar cabeças de impressão

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 16/01/2013

Um cientista europeu afirma ter descoberto um novo processo de recuperação para cabeças de impressão entupidas. Com a novidade, as peças que seriam descartadas, ganhariam uma nova chance.

"É certo que nós, na Europa, criamos o primeiro processo deste tipo. Desenvolvi um químico capaz de remover a tinta de forma a não causar degradações nas cabeças de impressão", revelou Phil Keenan, atual diretor da Camscience, e com passagens em empresas como a HP e a Xennia.

Com sua tecnologia atualmente utilizada por empresas como HP, Ricoh e outras que usam cabeças para disparo de tinta UV, Keenan pretende expandir os negócios, atingindo outras marcas como Mimaki e Roland. Segundo o cientista, a novidade é capaz de restaurar as peças a fim de fazê-las trabalharem como novas, evitando que sejam enviadas para aterros.

Keenan disse ao site britânico SignLink como funciona o químico: "Ele provoca uma separação entre a tinta UV curada e as superfícies da cabeça de impressão. Usando solventes leves e surfactantes, o químico quebra a tinta em partículas tão finas que são facilmente removidas", explicou.

É esperar para ver se o produto chega ao Brasil e, principalmente, se cumpre com o esperado.

reaproveitar cabeça de impressão

O cientista Phil Keenan afirma ter desenvolvido químico que reaproveita cabeças de impressão já gastas

Fonte: SignLink. Texto: InfoSign



swissQprint vendeu sua 500ª impressora de grande formato

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 07/02/2015

A empresa Atelier Bischof, da Suíça, comprou a 500ª unidade fabricada pela swissQprint

A empresa Atelier Bischof, da Suíça, comprou a 500ª unidade fabricada pela swissQprint

A swissQprint, fabricante europeia de equipamentos, anunciou ter vendido 500 impressoras digitais.

No dia 4 de fevereiro de 2015, um grupo de executivos da fornecedora acompanhou a instalação da 500ª unidade (uma impressora do modelo Nyala 2) no Atelier Bischof, birô suíço localizado em Tübach.

A Atelier Bischof tem 50 anos e é especializada em tecnologia de publicidade.

Fonte: swissQprint