Zünd disponibiliza versão 3 do Zünd Design Center

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 04/04/2017
ZDC já pode ser baixado

ZDC já pode ser baixado

A Zünd, fabricante de equipamentos para corte e acabamento, anunciou que está disponível para download a versão 3 do Zünd Design Center (ZDC), plug-in para Adobe Illustrator que permite a criação rápida e fácil de embalagens e displays de comunicação visual.

O ZDC oferece uma extensa biblioteca de designs de peças dobráveis de papelão ondulado, PVC, PP e outros materiais. Para dimensionar e alterar os desenhos prontos, basta inserir as novas medidas e o programa calculará automaticamente as dimensões. Os projetos podem ser pré-visualizados em 3D e manipulados livremente.

O aplicativo oferece várias opções de exportação para PDFs 3D interativos, arquivos .png e objetos 3D (.dae, .obj, .stl), que são indicados para apresentações aos clientes. Todos os desenhos podem ser preparados para importação diretamente no Zünd Cut Center (ZCC), sem etapas adicionais.

Segundo a empresa, a versão 3 do ZDC permite que designs sejam atualizados com um simples clique, imediatamente após as alterações das dimensões. Para os usuários que desejam criar seus próprios desenhos, o arquivo .ai contém os métodos de processamento em camadas separadas.

Na seção "panel properties", os novos projetos podem ser agrupados em simples etapas. E no modo de visualização 3D, os usuários podem modificar parâmetros como espessura, cor e transparência do material, e atualizar imediatamente a visualização para obter estas alterações.

Fonte: Zünd



Vinil adesivo: como realizar instalações bem-sucedidas

Por Eduardo Yamashita em 28/04/2014

Para garantir a aplicação correta do vinil adesivo em carros, vans, caminhões e em qualquer superfície lisa não porosa, a recomendação é seguir os procedimentos descritos abaixo. Por meio deles, é possível obter a instalação profissional de imagens diversas, como nomes, logos e letras.

Etapa 1 – Limpeza da superfície

A melhor maneira de garantir a aplicação da imagem é preparar a superfície, deixando-a limpa. Esse procedimento é uma obrigação. Portanto, certifique-se de que a superfície está limpa e livre de graxa, óleo, insetos e piche. Observe também se ela está enferrujada ou lascada.

Verifique se o veículo foi pintado recentemente. Em caso positivo, antes de prosseguir com a instalação, confirme a recomendação do fabricante sobre o tempo de cura da tinta.

Para a limpeza da superfície, na maioria dos casos, é necessário atacá-la com um líquido de limpeza ou solvente apropriado. No mercado, há uma série de soluções de solventes projetadas para remover gordura e cera.

O segundo passo na limpeza da superfície é remover óleos e umidade restantes (inclusive a umidade escondida em emendas e rebites), que podem gerar falhas e prejudicar a instalação futuramente. Por fim, antes de começar a instalação, execute a limpeza da superfície com álcool isopropílico.

Um dos pontos vitais para a instalação perfeita de vinil é a limpeza correta da superfície

Um dos pontos fundamentais para a instalação perfeita de vinil é a limpeza correta da superfície

Etapa 2 – Controle do ambiente de trabalho

Para garantir a aplicação correta, realize a instalação do vinil adesivo em temperatura média (nem muito quente nem muito fria). Segundo especialistas, o ambiente ideal deve ficar entre 18ºC e 25ºC. O vinil até pode ser instalado em locais com temperaturas abaixo de 10ºC ou de até 35ºC. Porém certamente o aplicador terá muito mais dificuldade para trabalhar com as devidas propriedades do vinil.

Temperatura, umidade e luz solar podem afetar a instalação da imagem. A temperatura ideal varia conforme o instalador e o tipo (fabricante) de vinil. Enquanto alguns preferem 20ºC, outros preferem temperaturas mais baixas. Se estiver muito quente, o vinil pode aderir à superfície rápido demais, diminuindo o tempo para reposicionar a imagem.

A umidade muito alta pode amolecer o vinil e umedecer o suporte de papel (liner), o que torna a sua remoção mais difícil. A falta de umidade, no entanto, provoca a formação de bolhas, pois o vinil fica mais rígido, isso dificulta a espatulação.

Empregar aplicação úmida é uma das maneiras mais eficazes de lidar com o calor e a umidade. Ela resfria a superfície e permite ao instalador reposicionar o vinil antes que ele seja aplicado. Instaladores experientes preferem usar a técnica a seco, pois a úmida tende a ser mais demorada por exigir a remoção da água.

O controle das variáveis ambientais melhora as condições da aplicação do vinil adesivo

O controle das variáveis ambientais melhora as condições da aplicação do vinil adesivo

CUIDADO: O uso demasiado de sabão impedirá a adesão do vinil à superfície. Ele deve ser o suficiente para "quebrar" e suavizar a superfície da água. Lembre-se também que, quanto mais água você usar, mais água você terá de remover após a aplicação.

Evite empregar a técnica de instalação úmida nas seguintes condições:

  • Aplicação em rebites e emendas: levará muito tempo para que a água saia dessas áreas. A umidade por trás do vinil faz ele levantar com o tempo;
  • No inverno e em temperaturas mais frias: o tempo mais fresco retarda a evaporação da água.

A instalação de imagens impressas em vinil adesivo pode parecer difícil, mas com prática e paciência, vale a pena. O vinil é um meio barato de publicidade e oferece a capacidade de fazer alterações facilmente.

Gostou do artigo? Você também vai se interessar pelas matérias abaixo:

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis adesivos, envelopamento de carro e comunicação visual

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis adesivos, envelopamento de carro e comunicação visual

 



HP informa ter instalado mais de 30 mil impressoras látex no mundo

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 02/12/2015
Portfólio de impressoras látex da HP conta com modelos de entrada e de alta produtividade

Portfólio de impressoras látex da HP conta com modelos de entrada e de alta produtividade

A HP, desenvolvedora de tecnologias, afirmou recentemente que mais de 30 mil impressoras látex de grande formato já foram vendidas e instaladas em diversos países do globo. Sobre o assunto, Joan Perez Pericot, diretor de marketing mundial da HP Large Format Printing, declarou: “É um marco fenomenal. A versatilidade da tecnologia látex da HP permitiu que nossos clientes fossem pioneiros em novas aplicações de alta rentabilidade, em que os consumidores são sensíveis ao uso de tecnologias ecossolvente, solvente ou de cura UV”.

No portfólio de equipamentos látex da HP estão os modelos 310, 330, 360 e 370, indicados a empresas que pretendem expandir seus serviços de impressão de grande formato, sobretudo com aplicações indoor que não podem ser executadas por tecnologias solvente. Já as impressoras HP Latex 3100 e 3500 são recomendadas a birôs com produção de alto volume e prazos de entrega curtos.

De acordo com a companhia, as impressoras látex estão se firmando como um novo padrão tecnológico para a indústria, o que tem sido apoiado por diversas empresas de fornecimento de mídias e materiais. Atualmente, mais de 72 fornecedores e mais de 360 substratos já foram certificados HP Latex.

Fonte: HP