Zünd apresenta nova fresa de diamante policristalino

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 12/09/2017
P201 é indicada para acabamento em acrílico

P201 é indicada para acabamento em acrílico

A fabricante suíça Zünd anunciou a nova P201, fresa de diamante policristalino (PCD) indicada para polir bordas e sulcos de substratos de acrílico. O dispositivo foi desenvolvido para uso em mesas de corte da empresa.

Segundo a empresa, a fresa possui uma borda de corte mais longa (de 16 mm), que permite polir materiais em uma única passagem. Além disso, tem diâmetro de 5,5 mm e aresta de corte tratada com laser. Por isso, pode ser usada para ranhuras com mais de 6mm de largura.

A versão P201-A da fresa é vendida com anel de parada, indicado para aplicações totalmente automatizadas com o Zünd ARC. Para facilitar a identificação e o rastreamento, o tipo de fresa e o número do lote são gravados a laser em seu eixo.

Fonte: Zünd



GCC lança a LaserPro X380 Hybrid

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 30/05/2014

Novas ferramentas fazem parte da X380 Hybrid

Novas ferramentas fazem parte da X380 Hybrid

A GCC, fabricante de equipamentos para comunicação visual, anunciou no mercado internacional a X380 Hybrid, máquina a laser que combina ferramentas de corte e gravação.

Segundo a empresa, o equipamento emprega tubos de laser RF-driven e DC CO2. Para trabalhos de gravação, a máquina ativa automaticamente o tubo de metal. Já para cortes, o processamento se dá com o tubo de vidro.

O equipamento vem com software de interface amigável e com o driver LaserPro, que oferece múltiplas funções de corte e gravação e processa trabalhos de acordo com definições vetoriais e raster prévias.

A fabricante frisa que o grande diferencial da X380 Hybrid é unir, em uma mesma máquina, ferramentas para trabalhos de corte e gravação.

Fonte: GCC



Como é a adesivação dos carros Renault de Fórmula 1

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 16/05/2018
Equipe Renault tem um estúdio especial para produzir adesivos para seus veículos

Equipe Renault tem um estúdio especial para produzir adesivos para seus veículos

Em fevereiro, a equipe Renault revelou seu carro para a temporada 2018 da Fórmula 1: um bólido com design preto e amarelo e vários gráficos, marcas e logos impressos. Para essa composição, a montadora francesa usou (e usa) adesivos estampados e recortados por uma impressora Roland TrueVIS VG-640 e uma plotter Roland CAMM-1 GX, equipamentos instalados num centro técnico sediado em Enstone, na Inglaterra, onde os carros de corrida são projetados e fabricados.

Os carros da Renault, que competirão em 21 Grands Prix, serão exibidos por mais de 400 milhões de telespectadores. É uma exposição enorme, em que as marcas desempenham um papel essencial nos programas de patrocínio. Portanto, é preciso o máximo de zelo na reprodução delas. Se algum adesivo ficar avariado, a equipe deve substitui-lo imediatamente. Por isso, os carros sempre viajam com vários conjuntos de adesivos.

Joe McNamara, chefe de pintura e gráficos da equipe Renault de Fórmula 1, explicou: “A equipe sempre carrega 30 versões de cada adesivo. Isso equivale a cerca de 1.400 adesivos para cada corrida, e 80% deles são relacionados ao patrocinador. Então, eles precisam ser substituídos com precisão absoluta”.

Embora a equipe tenha suas próprias ferramentas, ela conta com o apoio dos usuários da Roland em todo o mundo, que podem imprimir os adesivos dos carros com rapidez e precisão, se necessário.

Além de impressora e plotter, o estúdio da Renault possui quatro fresadoras Roland MDX-540, para fabricar núcleos de espuma para algumas peças de carros que exigem esse material.

Fonte: Roland DG