Zünd anuncia novas fresas com revestimento DLC

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/05/2019
Fresas foram desenvolvidas especialmente para mesas de corte da fabricante suíça

Fresas foram desenvolvidas especialmente para mesas de corte da fabricante suíça

A fabricante Zünd está trazendo para o mercado novas fresas com revestimento DLC (diamond-like carbon), que reduz o atrito, aumenta a resistência ao desgaste e melhora o desempenho da produção. As peças são otimizadas para equipamentos Zünd e estão disponíveis em diâmetros de 2mm a 6mm, para trabalhos em mídias de alumínio, madeira e PVC.

De acordo com a empresa, o atrito durante o processamento afeta a qualidade das mídias, o desempenho da mesa de corte e a longevidade das fresas. Além de diminuir os desgastes, o revestimento de DLC permite maiores velocidades e profundidades de corte. Por exemplo: compósitos de alumínio de até 4mm de espessura podem ser processados em uma única passada, a uma velocidade de até 11m/36pés por min.

As fresas também têm propriedades que ajudam a evitar o acúmulo de material nas peças cortadas. Suas forças de arrasto reduzidas permitem o roteamento de contornos mais detalhados. Por isso, até peças menores podem ser processadas sem a necessidade de pontes para mantê-las no lugar. As superfícies mais lisas das fresas também diminuem a quantidade de calor gerado durante o processamento. Isso elimina a necessidade de refrigeração e lubrificação. Portanto, painéis de alumínio podem ser cortados a seco ao usar as peças de DLC, o que facilita o manuseio e mantém a área de trabalho limpa e seca.

Fonte: Zünd



QPS anuncia tinta compatível para impressoras Brother

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 14/10/2019
Insumo é alternativa usada em equipamentos DTG

Insumo é alternativa usada em equipamentos DTG

A Quality Print Services (QPS), distribuidora britânica de materiais para impressão digital, anunciou no mercado europeu uma nova solução alternativa de recarga de tinta para as impressoras Brother GT-3.

Compatível com os insumos originais da Brother GT-3, a tinta de refil da QPS está disponível nas cores CMYK e branco, com pré-tratamentos para tecidos claros e escuros.

Os refis contêm 380ml de tinta pigmentada e devem ser encaixados nos cartuchos vazios.

Indicadas para estampar camisetas, bonés, sacolas, toalhas e até sapatos, as tintas – segundo a empresa – reproduzem cores vibrantes e oferecem excelente lavabilidade e segurança.

Chris Bailey, diretor-gerente da QPS, declarou: "Estamos felizes em anunciar essas novas tintas para as impressoras Brother GT-3. Por serem produtos de recarga, não há necessidade de descartar os cartuchos, que podem ser reutilizados. Trata-se de uma solução mais ecológica”.

Fonte: QPS



Mutoh lançará equipamento de impressão direta em tecidos na ITMA 2015

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 02/11/2015
VJ-1938TX tem 1.9m de largura e imprime diretamente em tecidos

VJ-1938TX tem 1.9m de largura e imprime diretamente em tecidos

A Mutoh, fabricante de equipamentos para comunicação visual, estará presente na ITMA 2015, feira têxtil internacional que ocorre entre os dias 12 e 19 de novembro, em Milão, Itália. Para o evento, a empresa promete lançar a ValueJet (VJ) 1938TX, impressora de grande formato para estamparia têxtil digital.

Desenvolvida no Japão, a VJ-1938TX imprime diretamente em tecidos (algodão, seda, rayon, tecidos de fibras mistas), apresenta 1,9m de largura e emprega duas cabeças de impressão escalonadas. A máquina é indicada para produção de peças de vestuário, estofamento, moda, decoração, bandeiras, entre outras aplicações.

A VJ-1938TX pode trabalhar na velocidade máxima de 40m²/h (em qualidade de produção) ou na resolução máxima de 1440dpi, disparando gotas de tintas com volumes variáveis. O sistema de alimentação de substratos possibilita a impressão em ambos os lados das mídias.

O sistema de tensionamento frontal e traseiro e o take-up permitem o trabalho com rolos de até 100kg, adequado para tecidos fechados, abertos e elásticos.

Segundo a empresa, a VJ-1938TX pode empregar tintas pigmentadas à base d’água, tintas dispersas e até tintas sublimáticas da série Mutoh DS2. A fixação dos insumos é realizada por meio de calor e o pós-tratamento não utiliza água.

Fonte: Mutoh