Xitron desenvolve solução para componentes eletrônicos GIS

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 04/04/2018
Software roda eletrônico GIS usados em conjunto com diversas cabeças

Software roda eletrônico GIS usados em conjunto com diversas cabeças

A Xitron, fabricante de soluções de pré-impressão, anunciou a conclusão de um projeto de suporte a impressoras a jato de tinta que empregam eletrônica da GIS (Global Inkjet Systems). Trata-se de um front end que inclui as propriedades Navigator Workflow Server e o RIP Navigator, baseado na plataforma Harlequin Host Renderer.

A solução foi instalada e testada em uma impressora com cabeças Kyocera. De acordo com a empresa, tudo funcionou de acordo com as especificações, e a impressora rodou na velocidade máxima.

A conclusão bem-sucedida do projeto significa que a solução aciona impressoras com componentes eletrônicos GIS e cabeças Fuji Dimatix, Ricoh, Kyocera, Toshiba, Xaar ou Konica Minolta. Essa integração oferece aos fabricantes de impressoras inkjet um sistema estável de fluxo de trabalho e RIP.

Eric Nelsen, vice-presidente da Xitron, declarou: “O suporte para sistemas baseados em GIS é essencial devido à variedade de cabeças inkjet impulsionadas por seus componentes eletrônicos”.

Fonte: Xitron



Caldera lançará versão 11 de software homônimo na SGIA 2016

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 05/09/2016
Lançamento do Caldera V11 faz parte das comemorações de 25 anos da empresa

Lançamento do Caldera V11 faz parte das comemorações de 25 anos da empresa

A Caldera estará na SGIA 2016, feira de impressão digital que ocorre entre os dias 14 e 16 de setembro, em Las Vegas, EUA. Durante o evento, a empresa promete lançar a versão 11 do software RIP homônimo. Um dos diferenciais da nova edição do aplicativo é a incorporação do Adobe PDF Print Engine (APPE 4), tecnologia de processamento que melhora o desempenho de impressoras de grande formato por meio de avanços no gerenciamento de cache, memória e configurações técnicas. Além de incluir o gerenciamento de 127 cores especiais simultaneamente, o APPE é capaz de processar padrões e máscaras com maior precisão.

Compatível com macOS Sierra, o Caldera V11 vem com novas ferramentas, como a True Bleed, com a qual pode-se clonar pixels em torno das bordas das imagens para criar acabamentos melhores. A ferramenta também pode ser combinada com opções de nesting disponíveis em pacotes como o GrandRIP+, VisualRIP+, TextilePRO e várias outras soluções OEM.

Outra ferramenta é a Sync & Deploy, que possibilita rodar as mesmas configurações de um mesmo RIP em diferentes impressoras e ambientes. Isso reduz o tempo de instalação de software, e os dados mais críticos, como perfis ICC e predefinições de cores, podem ser compartilhados de maneira mais amigável. Quando o Caldera V11 for lançado, a desenvolvedora também fornecerá um aplicativo que calcula os recursos de hardware necessários para o ambiente de produção.

O Caldera V11 também emprega o OpenCL (Open Computing Language), que aumenta o poder de processamento por meio de implantação automática na CPU e na GPU, o que maximiza a interação da arquitetura da Caldera com os componentes centrais das máquinas.

Segundo a empresa, as ferramentas do Caldera V11 poderão ser usadas para criar ambientes de produção baseados em um único modelo de impressora. Por exemplo, para determinada empresa pode ser mais interessante adquirir algumas unidades de um mesmo tipo de equipamento com largura de 1,6m em vez de investir em uma máquina maior, com 3,2m.

Fonte: Caldera



Nova impressora 3D para comunicação visual da Massivit

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 27/03/2018
Massivit 1500 produz peças de sinalização com até 1,45m de altura

Massivit 1500 produz peças de sinalização com até 1,45m de altura

A Massivit, fabricante de impressoras 3D de grandes formatos, anunciou no mercado internacional o Massivit 1500, novo equipamento para composição de peças tridimensionais, leves e ocas de até 1,45m de altura.

Com a exclusiva tecnologia Gel Dispensing Printing, a Massivit 1500 é indicada para empresas que produzem comunicação visual para os segmentos de varejo, publicidade, sinalização, entretenimento, eventos e decoração de interiores, que demandam cada vez mais serviços customizados.

A impressora também pode ser empregada para a composição de letras-caixas e outras estruturas complexas produzidas em processos e maquinários mais tradicionais.

Fonte: Massivit