Xerox lança impressoras a jato de tinta única passada

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 18/02/2013

Xerox CiPress 500: inkjet de banda estreita voltada para os mercados comercial e editorial

Xerox CiPress 500: inkjet de banda estreita voltada para os mercados comercial e editorial

A Xerox, fabricante de soluções gráficas, anunciou os modelos CiPress™ 500 e 325, equipamentos a jato de tinta (única passada) para produção de materiais para os segmentos editorial (catálogos, livros e manuais) e de marketing impresso (folhetos e folders). Imprimindo em bobinas (sistema rotativo), as impressoras são de banda estreita, suportando rolos de 24 cm de largura, podendo trabalhar nas velocidades de 500 ou 325 metros por minuto.

Usando tintas sem água, atóxicas e certificadas (pela INGEDE), o modelo CiPress imprime em papéis, e emite relatórios de acompanhamento de tinta, informando a quantidade exata do insumo que foi utilizada nos trabalhos.

Segundo a fabricante, a CiPress também tem setups automatizados e controles que agilizam a produção. Conta também com o servidor Xerox FreeFlow®, que lida com trabalhos com dados variáveis (​​sem sacrificar a velocidade de impressão). Além disso, oferece suporte para IPDS, PDF, PS e VIPP.

Fonte: Xerox



Alltak lança vinil Ultra Fantasy Black

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/08/2017
Vinil apresenta acabamento especial com cristais coloridos

Vinil apresenta acabamento especial com cristais coloridos

A Alltak, fabricante nacional de películas adesivas, lançou o Ultra Fantasy Black, vinil com acabamento preto cintilante especial. O diferencial da mídia é que ela contém cristais coloridos que refletem luz de acordo com o ângulo de visão do observador.

Segundo a empresa, o Ultra Fantasy Black pode ser utilizado não só para envelopar veículos, mas também para decoração de objetos, eletrodomésticos, móveis, entre outras aplicações.

A película é composta por PVC calandrado polimérico 100 micra, liner de 150g/m2 e adesivo acrílico reposicionável.

Vendida em bobinas de 1,38m x 25 m, a mídia incorpora tecnologia Airflow anti bolhas e pode durar até 12 meses.

Fonte: Alltak



MTEX lança tecnologia digital de produção de amostras têxteis

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 16/11/2015
Mini-Lab foi desenvolvido para produzir amostras de tecidos estampados digitalmente

Mini-Lab foi desenvolvido para produzir amostras de tecidos estampados digitalmente

Durante a ITMA 2015, feira internacional que ocorre entre os dias 12 e 19 de novembro, na Itália, a MTEX, fabricante de equipamentos para estamparia têxtil, apresentará em primeira mão o Mini-Lab, sistema de produção de amostras de tecidos. A tecnologia é composta por um conjunto de equipamentos (coater, vaporizador, lavadora e secadora) combinado com uma impressora digital (com tinta pigmentada, ácida ou reativa).

Segundo a empresa, o Mini-Lab funciona da seguinte forma: o coater reveste a superfície de tecidos (algodão, linho e seda), a fim de prepará-los para a impressão digital. Depois de revestido, o material passa através de dois rolos para que o excesso de líquido seja retirado.

O tecido é então introduzido na secadora, para que fique pronto para a impressão. Logo após receber as imagens, o material é inserido no vaporizador, que possui um gerador de vapor embutido usado para manter a umidade sob controle.

No processo seguinte, o tecido é lavado em tanque específico e, finalmente, o material segue para o secador. Todo o fluxo de trabalho leva entre 20 e 30 minutos, dependendo do tipo de corante e do tempo no vaporizador.

Eloi Ferreira, CEO da MTEX, declarou: “Este é um dos lançamentos de 2015 mais importantes para a indústria. Trata-se de um sistema de estamparia digital têxtil de fácil operação e baixo custo, para produzir amostras sem comprometer o fluxo de trabalho”.

Fonte: MTEX