Xaar comemora aniversário de 30 anos

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 01/07/2020
Empresa é reconhecida mundialmente por suas inovar a tecnologia inkjet

Empresa é reconhecida mundialmente por suas inovar a tecnologia inkjet

A fabricante Xaar completou 30 anos, e todos os membros de sua equipe ganharam champanhe para brindar a aniversariante.

Sediada em Cambridge Science Park, na Inglaterra, a Xaar foi inaugurada em 1990 por uma equipe de quatro pessoas, incluindo Mike Willis e Mark Shepherd. O objetivo inicial da companhia era desenvolver e comercializar tecnologias piezoelétricas drop-on-demand.

Em 1991, a empresa assinou seu primeiro contrato com a Brother Industries, que licenciou a tecnologia para desenvolver impressoras domésticas e aparelhos de fax. Em 1992, a Xaar ultrapassou 1 milhão de libras esterlinas em vendas, com taxas de licença, kits de avaliação e consultoria técnica.

Além do licenciamento de sua tecnologia, o desenvolvimento e a fabricação de cabeças inkjet se tornaram uma parte importante da Xaar. As duas primeiras foram a Xaar 128 e a Xaar 500, fundamentais para o crescimento da impressão digital.

Posteriormente, o lançamento da Xaar 1001 representou outro avanço na tecnologia inkjet. A arquitetura exclusiva dessa cabeça, a Hybrid Side Shooter, permitiu a recirculação de tinta atrás do nozzle e em todo o canal. Essa inovação impulsionou a transformação digital do mercado de fabricação de revestimentos cerâmicos nos anos 2000.

Em 2007, a Xaar abriu uma fábrica de ponta em Huntingdon, no Reino Unido, para produzir cabeças Xaar 1001. Mais de 60 milhões de libras esterlinas foram investidas nesse negócio.

O investimento em pesquisa e desenvolvimento sempre foi essencial para a Xaar. Atualmente, 11% da receita da empresa são aplicados nesse departamento. Essa ênfase resultou em mais de dois mil pedidos de patentes feitos pela empresa durante seus 30 anos de história.

As inovações mais recentes da Xaar incluem a tecnologia High Laydown, que permite a deposição de grandes quantidades de fluidos, em altas velocidades, e a Ultra High Viscosity, que trabalha com fluidos com viscosidades mais altas (de até 100 centipoise em temperaturas operacionais de cerca de 40ºC a 50ºC). Tais desenvolvimentos expandiram o portfólio da empresa, para setores como impressão 3D e manufatura aditiva.

John Mills, CEO da Xaar, declarou: “30 anos é um marco para qualquer negócio, e todos nós estávamos extremamente ansiosos para essa ocasião e para comemorar nossas realizações”.

Fonte: Xaar



Quando usar vinil adesivo calandrado?

Por Eduardo Yamashita em 16/01/2015

Saiba quais as possibilidades de aplicação do vinil calandrado

Saiba quais as possibilidades de aplicação do vinil calandrado

O aumento explosivo da popularidade do envelopamento de carros gerou crescimento da demanda pelo serviço, muitas vezes realizado por pessoas que não dominam suficientemente bem técnicas e tecnologias inerentes à aplicação de vinis adesivos, como, por exemplo, a escolha correta da película (cast ou calandrada).

Há uma grande quantidade de aplicações que não exigem as características de alta conformabilidade do vinil fundido (cast), e o mercado oferece uma ampla gama de filmes calandrados, os quais podem ser utilizados em muitos trabalhos.

Ambos os filmes são fabricados a partir das mesmas matérias-primas. Basicamente, os dois são compostos por polímero de cloreto de polivinila (PVC) mais outros ingredientes que determinam características como flexibilidade, cor, durabilidade, entre outros aspectos das películas.

Filmes calandrados oferecem maior rendimento na fabricação, por isso são mais baratos. No entanto, têm alta resistência à abrasão e excelente desempenho em superfícies planas e curvas moderadas.

As películas calandradas são comumente usadas para a composição de anúncios de curto prazo ou envelopamentos completos de ônibus. Se o projeto exige acabamento como de uma pintura, o uso da película fundida (cast) é mais apropriado.

Outras aplicações populares para filmes calandrados incluem sinalização promocional, letras de vinil em recorte em banners e veículos e pequenos decalques, como adesivos para carros.

Vinil adesivo calandrado é indicado para trabalhos com superfícies planas e curvas moderadas

Vinil adesivo calandrado é indicado para trabalhos com superfícies planas e curvas moderadas

Independentemente de saber se você está usando filmes cast de cores sólidas ou branco (para impressão digital), eles geralmente são mais finos (em torno de 2mil), mais duráveis (de dez a 12 anos) e mais adaptáveis do que os filmes calandrados.

Os calandrados apresentam espessura média de 3,2mil. No entanto, há filmes de 2,5mil e de 6mil ou mais.

A vida de um filme calandrado varia muito. Há películas econômicas que apresentam durabilidade de um a dois anos. Os vinis intermediários normalmente duram de três a quatro anos. Já os filmes de alta performance podem durar até sete anos.

Os filmes calandrados também são os melhores para aplicações gráficas de piso, pois são mais espessos que os cast. Portanto, têm maior resistência ao desgaste de tráfego.

Esse artigo técnico foi patrocinado pela Imprimax, fabricante de vinis adesivos

Este artigo técnico foi patrocinado pela Imprimax, fabricante de vinis adesivos

Gostou do artigo? Você também vai se interessar pelas matérias abaixo:

 

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis adesivos, envelopamento de carros e comunicação visual

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis adesivos, envelopamento de carros e comunicação visual



Documento mostra manutenção preventiva para impressoras Roland

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 20/12/2012

Aviso importante para todos os operadores e proprietários de impressoras Roland: a empresa disponibilizou um documento sobre os "cuidados com o equipamento inoperante por um longo período", ou seja, para quem vai sair de férias e deixar a(s) máquina(s) parada(s).

Os cuidados descritos no documento visam preservar as cabeças de impressão, evitando ressecamentos de tinta dentro delas, o que pode avariar as peças.

Os procedimentos valem para usuários de tintas das marca ECO SOL MAX, ECO UV, SBL-2 e ECO EXTREME.

Vai sair de férias? Então não deixe de fazer essa manutenção preventiva.

impressoras Roland

Antes de sair de férias, faça as manutenções preventivas necessárias

Fonte: Roland DG Brasil. Texto: InfoSign