Tinta para impressora Roland Texart XT-640 está 25% mais barata

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 01/03/2017
Indicada para sublimação, tinta da Texart XT-640 está com preço mais acessível

Indicada para sublimação, tinta da Texart XT-640 está com preço mais acessível

A filial brasileira da Roland DG, fabricante japonesa de plotters e impressoras digitais, anunciou que a tinta original para equipamentos do modelo Texart XT-640 ficou 25% mais barata. O insumo está disponível em 4 cores (CMYK) e é fornecido em cartuchos de 1 litro.

A Texart XT-640 é uma impressora sublimática indicada para estampar uniformes esportivos, artigos de moda, peças de comunicação visual, decoração de interiores e propaganda. Com 1,6m de largura, a máquina oferece gerenciamento remoto, emprega sistema automático e inclui inteligente de limpeza, para trabalhar em resolução de até 1.440 dpi ou velocidade máxima de 102m2/h.

Segundo a empresa, clientes que desejam estampar cores especiaies (laranja, violeta e fluorescente), a impressora Texart XT-640 pode ser adquirida com as configurações de 7 ou 8 cores, em bags de 500 ml.

Anderson Clayton, gerente de marketing da Roland DG Brasil, declarou: “Toda a linha caracteriza-se pelos resultados incríveis, secagem rápida e qualidade impressionante, com detalhes mais nítidos, para tecidos sublimados, peças de decoração e material de sinalização”.

Fonte: Roland DG Brasil



Zünd expande sua sede na Suíça

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 14/10/2019
Três novos andares abrigarão áreas de atendimento e desenvolvimento

Três novos andares abrigarão áreas de atendimento e desenvolvimento

A produção e a venda de sistemas de corte da Zünd, fabricante suíça, estão em expansão constante. Para dar conta de atender a essa demanda de crescimento, a empresa investiu recentemente na ampliação de um edifício de sua sede, localizada em Altstätten, na Suíça. Três andares foram construídos para abrigar os departamentos de atendimento ao cliente e pesquisa e desenvolvimento.

Oliver Zünd, CEO da empresa, declarou: “O térreo será usado para salas de treinamento e conferência, além de uma lanchonete para funcionários e visitantes”.

As questões ambientais são prioridade para o fundador da fábrica, Karl Zünd. O exterior do edifício, por exemplo, terá superfícies que absorvem o escoamento da água. O prédio conta também com paisagismo natural, para oferecer condições ambientais agradáveis e espaços de reunião esteticamente atraentes.

A Zünd tem percebido que seus clientes estão cada vez mais preocupados com a fabricação e a origem das máquinas que usam, e começam a exigir tratamento responsável dos fornecedores ao meio ambiente.

A empresa também notificou que está em andamento o planejamento de um novo edifício para fabricação e montagem. Com um cronograma ambicioso, a nova instalação deverá ficar pronta em 2022. A razão para a construção de espaço fabril maior tem a ver com o aumento do formato das mesas de corte vendidas atualmente. Máquinas maiores exigem um espaço maior para serem fabricadas.

Fonte: Zünd



Kyocera lança o menor dispositivo de cura UV LED do mundo

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 04/04/2018
Refrigerada a ar, solução tem estrutura escalonável

Refrigerada a ar, solução tem estrutura escalonável

A fabricante Kyocera anunciou o G5A, dispositivo de cura UV LED para impressoras inkjet industriais. Segundo a empresa, a solução inclui tecnologia proprietária de intensidade de 24W/cm2. Também é a mais leve e a menor do mundo, com aproximadamente a metade do tamanho de um dispositivo convencional de cura UV resfriado a ar.

A G5A incorpora substrato cerâmico com excelente condutividade térmica, em um design modular que permite a montagem de elementos LED em alta densidade. Por empregar um sistema integrado de resfriamento a ar, o dispositivo elimina a necessidade de equipamentos suplementares de resfriamento líquido, o que ajuda a reduzir custos e economizar espaço. Além disso, sua estrutura escalonável permite ajustar a largura da irradiação, o que permite a otimização dos projetos para atender a uma ampla variedade de aplicações e mídias.

A tecnologia UV LED cura a tinta imediatamente após a impressão. Além de sua conveniência, este método é mais ecológico por empregar diodos de baixo consumo de energia.

De acordo com a Yole Développement, empresa francesa de pesquisas, o mercado de cura UV deve crescer para aproximadamente 300 milhões de dólares até 2019. A demanda por impressão UV de alta velocidade está aumentando, sobretudo entre as aplicações de grandes formatos, revestimentos e adesivos.

Fonte: Kyocera