swissQprint celebra 10 anos de negócios

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 25/09/2017
Fabricante suíça opera em 40 países, com três subsidiárias e 100 funcionários

Fabricante suíça opera em 40 países, com três subsidiárias e 100 funcionários

A swissQprint, fabricante suíça de impressoras digitais, está comemorando 10 anos. Foi em setembro de 2007 que os três fundadores (Reto Eicher, Hansjörg Untersander e Roland Fetting) começaram a produzir seus primeiros equipamentos inkjet de grande formato. Uma década depois, a empresa conta com 75 funcionários em sua sede e 35 profissionais que operam as três subsidiárias. Além disso, vários parceiros comerciais representam a swissQprint em 40 países.

Os três empreendedores suíços começaram em um armazém, onde se propuseram a desenvolver uma nova impressora plana UV. Apesar das condições econômicas adversas, criaram e apresentaram a primeira máquina ao mercado de língua alemã. Em seguida, passaram a vencer para outros países europeus. Paulatinamente, a swissQprint expandiu sua planta fabril até não haver mais espaço disponível no local original, em Widnau (Suíça). Então, no início de 2015, a empresa mudou-se para Kriessern (Suíça) e estabeleceu uma subsidiária nos EUA. Dois anos depois, foram abertas subsidiárias no Japão e na Alemanha, para operações de vendas e serviços. O desenvolvimento e a produção das impressoras são centralizados na sede.

De acordo com a empresa, há atualmente 900 impressoras da marca instaladas no mundo. A swissQprint concentra-se exclusivamente na fabricação de máquinas planas UV com design modular. O Oryx foi o primeiro modelo da empresa a chegar ao mercado. Dois veio a Impala. Em 2012, o Nyala, maior equipamento do portfólio, fez sua estreia na feira drupa. Passados dois anos, a empresa apresentou uma nova geração de impressoras, a Nyala 2. Em 2015, houve uma renovção tecnológica e a companhia lançou a Oryx 2 e a Impala 2. No início de 2017, a swissQprint apresentou as versões 4 × 4 das Impala 2 e Nyala 2, além das Impala LED e Nyala LED. Ainda neste ano, a swissQprint pretende lançar a Oryx LED.

Fonte: swissQprint



Ricoh lança tinta látex para a série de impressoras Pro L4100

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 15/03/2016
Impressoras da linha Pro L4100 podem empregar tintas látex

Impressoras da linha Pro L4100 podem empregar tintas látex

A Ricoh, fabricante de equipamentos para impressão digital, anunciou no mercado internacional uma nova tinta látex ecologicamente amigável para a linha de impressoras de grande formato Ricoh Pro L4100.

Além do padrão CMYK, a Ricoh venderá tintas laranja e verde (para aumentar a gama de cores) e branca (para impressão em mídias transparentes ou com fundo escuro). Os insumos são indicados para impressão de cartazes, banners, displays para PDV, aplicações em janelas, entre outros usos.

Segundo a empresa, a tinta preta tem alta densidade e melhor brilho, o que ajuda na reprodução de detalhes ricos e contrastantes. Já a tinta branca é indicada para a composição de fundos em material transparente ou escuro. Com a impressão de três camadas, em que a tinta branca é impressa entre as cores, é possível criar imagens visíveis de ambos os lados de substratos transparentes.

Graham Moore, diretor de negócios da Ricoh Europa, declarou: “Esta nova tinta vai ampliar a gama de aplicações possíveis com a série de impressoras látex Pro L4100. Será possível reproduzir cores especiais e imagens de alta qualidade. A tinta preta de alta densidade permite a impressão de detalhes mais nítidos e cores mais ricas”.

Fonte: Ricoh



Impressão digital ganha destaque no relatório de tendências globais da Drupa

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 07/03/2014

Maior feira de impressão do mundo, a Drupa, cuja próxima edição ocorrerá de 31 de maio a 10 de junho de 2016, em Dusseldorf (Alemanha), comprometeu-se a publicar uma série de estudos sobre tendências e mudanças no mercado internacional de impressão.

Acaba de ser lançado o Drupa Global Trends, primeiro relatório da organização, cujos resultados têm como base pesquisas realizadas com um grupo de executivos de gráficas, fornecedores e consumidores de impressão de todo o mundo.

Realizada no fim de 2013, a pesquisa contou com aproximadamente 2.500 tomadores de decisão de 119 países; 58% deles eram de gráficas, 21%, de fornecedores e 21%, de clientes finais.

O documento revela um número de tendências críticas compartilhadas por todas as regiões econômicas e por todos os segmentos de impressão.

De acordo com a Drupa, 65% das gráficas no mundo usam impressão digital

De acordo com a Drupa, 65% das gráficas no mundo usam impressão digital

O relatório confirma que há uma grande transformação estrutural em curso na indústria mundial de impressão, juntamente com a ocorrência de margens mais apertadas. Além desses, há outros pontos de grande destaque no estudo:

  • Há sinais claros de que as condições econômicas mundiais estão melhorando. Consequentemente, a indústria global de impressão planeja aumentar seus investimentos nos próximos 12 meses. A América do Norte está na liderança, pois acelerou o ritmo de grandes transformações ao investir pesado em tecnologia, TI e novos serviços. Nos países emergentes, o aumento da demanda é a razão para o crescimento;
  • A atividade de impressão está se transformando de indústria de produção em massa para ramo prestador de serviços. É evidente a demanda por novas soluções e modelos de negócios que reflitam as novas necessidades dos clientes;
  • A impressão digital está cada vez mais presente no parque gráfico. Entre os provedores de serviços de impressão, 65% usam tanto métodos convencionais quanto digitais, e um terço das gráficas comerciais obtem um quarto ou mais de suas rendas por meio da impressão digital. Mas a tecnologia convencional continua a ser um importante pilar para o setor.

O primeiro relatório da Drupa oferece uma avaliação inicial do estado atual da indústria de impressão. A fim de monitorar as tendências em curso, a pesquisa será repetida anualmente. Além disso, a Drupa publicará uma série de relatórios com insights para oferecer análises detalhadas sobre tópicos de relevância para a indústria.

A Drupa também está desenvolvendo uma pesquisa sobre os impactos da internet na indústria de impressão, que será lançado em 2014. O objetivo será apresentar os efeitos causados pelo e-commerce, marketing digital, comunicação de massa e TI. E mostrará como as estratégias e os modelos de negócios precisam ser adaptados.

Fonte: What They Think