Site e logo da SA International passam por reformulação

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 26/11/2012

A fim de melhor apresentar seus pacotes de software, a SA International, provedora de soluções para comunicação visual, acaba de repaginar o seu site, que recebeu novas funcionalidade e conteúdos. A novidade também exibe o novo logo da empresa.

Contando com um design limpo e prático, o site apresenta um layout aprimorado. Organização, intuição e simplicidade na navegação também marcam a experiência de quem acessa a página que, para completar, está disponível em nove idiomas (incluindo o português).

Com o novo visual, o site contém páginas de suporte aos usuários, incluindo vídeos informativos e tutoriais com dicas para otimizar a produtividade daqueles que trabalham com softwares como o PhotoPRINT.

"Acreditamos que os visitantes do nosso site irão se beneficiar muito com as mudanças que fizemos", disse Stephanie Stamm, gerente de marketing da SA International. Para Stamm, as modificações visam atender às expectativas dos usuários. "Nosso objetivo foi melhorar a experiência dos nossos visitantes, permitindo o acesso rápido e intuitivo às informações de nossos produtos", defendeu.

Sobre o logo, inspirado no conceito de um centro geométrico que capta novas ideias, Stephanie afirmou que a novidade vai de acordo com o planejamento da empresa: "Queremos passar a ideia de que há uma força central que interage com forças externas, como parte essencial de uma indústria em constante evolução", esclareceu.

Com layout renovado, site da SA International contém dicas e informações sobre programas como o PhotoPRINT

Fonte: SA International. Texto: InfoSign



Fujifilm lança sistema inkjet para impressoras flexográficas

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 08/10/2017
Samba 42000 permite que empresas de embalagens complementem sua capacidade produtiva

Samba 42000 permite que empresas de embalagens complementem sua capacidade produtiva

A fabricante Fujifilm anunciou o Samba 42000, sistema de impressão inkjet UV LED que pode ser acoplado a máquinas de flexografia ou pode ser usado como dispositivo off-line para customização de rótulos e etiquetas.

Capaz de reproduzir imagens com 600dpi ou 1200dpi de resolução e trabalhar na velocidade de 90m/min, o sistema é composto por 8 ou 10 cabeças Dimatix Samba alinhadas para imprimir imagens com larguras que variam de 33cm a 43cm.

Segundo a empresa, o Samba 42000 pode rastrear e segmentar as zonas de impressão. Uma vez estampado, o substrato é colocado novamente em linha, para pós-processamento. Além disso, o sistema possui ferramentas para facilitar o gerenciamento de fluxos de trabalho, interface para RIP (com dados variáveis), interface de câmera de controle de qualidade e manutenção automática dos nozzles (opcional).

Já as cabeças Dimatix Samba têm as seguintes características: design modular, disparos com frequências de jato de 100kHz, volumes de gotas variáveis (de 1 a 5 picolitros), sistema de recirculação contínua de tinta, revestimentos não molhantes (RediJet), capacidade de trabalhar com tintas aquosas, UV, látex e solventes e 2048 nozzles (1200 nozzles por polegada).

Fonte: Fujifilm



Konica Minolta lança impressora inkjet única passada para estamparia têxtil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 23/11/2015
De porte industrial, Nassenger SP-1 é capaz de produzir em altíssimas velocidades

De porte industrial, Nassenger SP-1 é capaz de produzir em altíssimas velocidades

A Konica Minolta, fabricante de tecnologias de impressão, apresentou ao mercado internacional o Nassenger SP-1, equipamento de estamparia têxtil digital que produz em velocidades altíssimas. A máquina é fruto da experiência em desenvolver e produzir cabeças e dispositivos de impressão e tintas inkjet para tecidos.

O modelo foi lançado em resposta ao aumento do uso de impressão digital sob demanda para mídias têxteis, a fim de reduzir o tempo de inatividade entre trabalhos em grandes indústrias de tecidos. Segundo a empresa, a máquina também foi desenvolvida para reduzir efluentes e gastos com combustíveis.

Com tecnologia única passada, a Nassenger SP-1 imprime diretamente sobre tecidos alimentados no equipamento por meio de unidade fixa de impressão, que pode produzir em velocidades atingidas por impressoras serigráficas.

Fonte: Konica Minolta