Sinalização digital e realidade aumentada contra o racismo

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 26/11/2018
Instalação foi usada para arrecadar fundos para instituição

Instalação foi usada para arrecadar fundos para instituição

O Centro Norueguês contra o Racismo, sediado em Lillestrom, busca de muitas maneiras combater a discriminação racial na Noruega. Recentemente, a organização fez uma parceria com a JCDecaux Norway e promoveu uma campanha para arrecadar fundos que empregou sinalização digital e realidade aumentada.

A JCDecaux Norway implantou uma instalação ao ar livre que apresentava um vídeo de um grupo de supremacistas brancos marchando em direção aos pedestres. O grupo bradava em norueguês: “Branco e livre! Não dominem o nosso país”. Muitos usavam máscaras para esconder seus rostos. O vídeo mostrava pessoas com bastões em punho, prontos para bater contra a tela.

Um lado da tela apresentava um terminal integrado de pagamento, que pedia aos espectadores uma doação de dinheiro para interromper o vídeo. Quando a doação era realizada, os supremacistas brancos pararam de falar e o display mostrava a mensagem de “Obrigado”.

O objetivo da campanha era arrecadar dinheiro para o Centro Norueguês Contra o Racismo, que perdeu sua principal fonte de financiamento.

Confia abaixo a campanha antirracismo no vídeo:



Matan cria estação de operação móvel para impressoras Barak

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 28/06/2013

Dispositivo dá maior mobilidade ao operador da impressora

Dispositivo dá maior mobilidade ao operador da impressora

Você já deve ter notado que os operadores de impressoras digitais, principalmente industriais, estão sempre se movimentando: para fazer o carregamento de mídias, checar a qualidade de impressão e monitorar os trabalhos por meio do PC. E quando um trabalho desafiador está sendo impresso, o operador fica andando incessantemente do computador para a impressora. No caso de uma impressora de 5m de largura, isso pode ser ineficiente e exaustivo.

Pensando nisso, a Matan, fabricante de impressoras digitais, criou uma estação especial para ser utilizada no modelo Barak 8Q. Trata-se de um dispositivo móvel que desliza na parte frontal da máquina. Com ele, o monitor pode ser inclinado para cima e para baixo, para se adequar à altura do operador, ajudando-o a checar a impressão e, imediatamente, fazer os comandos no software da máquina.

Veja como o dispositivo funciona:

Fonte: Matan



Mimaki lança no Brasil a linha UCJV de impressoras UV

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 01/02/2018
Modelo 300-160 pode empregar tinta branca e processo de impressão de quatro camadas

Modelo 300-160 pode empregar tinta branca e processo de impressão de quatro camadas

No dia 31 de janeiro, a Mimaki lançou oficialmente no Brasil a UCJV, linha de impressoras rolo a rolo UV LED composta pelos modelos 300-160 e 150-160 (ambos com recorte integrado).

As máquinas possuem largura de 1,60m e são indicadas para estampar etiquetas, mídias para janelas, gráficos de piso, displays de ponto de vendas, envelopamento de veículos, embalagens, protótipos, entre outras aplicações.

Um dos diferenciais dos equipamentos é a capacidade de cortar antes da impressão, o que impede problemas comuns, como a separação do filme e outras possíveis falhas de acabamento.

O modelo UCJV300-160 pode realizar impressão em quatro camadas (por exemplo: colorida, branca, preta, colorida). Trata-se de uma ferramenta que cria imagens em aplicações retroiluminadas. A combinação de tintas coloridas e branca agrea valor a essas aplicações. Já o modelo UCJV150-160 emprega quatro canais de tinta (CMYK).

As impressoras da série UCJV rodam com o software RasterLink6 Plus atualizado, versão que inclui a função ID Cut, que torna a impressão e o corte mais ágeis.

Dezenas de empresários estiveram no evento de lançamento da série UCJV na sede da Mimaki, em São Paulo

Fonte: Mimaki