Sinalização digital 3D é instalada nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2014

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 01/02/2014

Os rostos dos participantes eram scaneados e projetados em 3D

As faces dos participantes são escaneadas e projetadas em imagens 3D

Os Jogos Olímpicos de Inverno de 2014, realizados de 7 a 23 de fevereiro, em Sóchi (Rússia), reunirão não apenas a nata dos esportes de competição, mas também a elite da sinalização digital. Os atletas e os espectadores dos Jogos poderão ver de perto a inusitada instalação chamada Monte Rushmore da Era Digital. Trata-se de um display que projeta imagens tridimensionais das pessoas que interagem com ele.

Instalação recebeu a alcunha de Mt. Rushmore of the Digital Age

Instalação recebeu a alcunha de Monte Rushmore da Era Digital

Criada pela MegaFon, maior empresa de telecomunicações da Rússia e parceira da competição olímpica, a instalação tem 2 mil metros quadrados e é composta por 10 mil cilindros (atuadores) de LDEs RGB. Eles se acendem atrás do véu que cobre o prédio.

As faces dos participantes são escaneadas dentro de uma cabine, que captura a imagem de cinco ângulos diferentes. Em um minuto, um modelo 3D é criado e, por fim, uma imagem (de 8 metros) do rosto do visitante é projetada por 20 segundos.

A instalação fica localizada na entrada do Parque Olímpico e permancerá lá ao longo dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Inverno de 2014.

Assista ao vídeo da sinalização digital 3D em funcionamento:

Fonte: Digital Signage Connection



VinilSul passa a vender impressoras Durst

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 20/11/2014

Fornecedora aumentou portfólio de equipamentos para impressão digital

Fornecedora aumentou portfólio de equipamentos para impressão digital

A VinilSul, fornecedora de materiais para comunicação visual, passou a distribuir impressoras UV da Durst. O foco das vendas será na linha Rho P10 160.

Além disso, a VinilSul anunciou a contratação de Roni Montini, executivo com grande experiência no mercado de grandes formatos, com passagens por empresas nacionais e multinacionais do setor.

Segundo Ricardo Pi, diretor geral da Durst Brasil, o novo acordo de distribuição aumentará as ações comerciais da fabricante no país. O executivo declarou: "Através da nova parceria com a VinilSul, a Durst Brasil unirá know how com uma empresa tradicional no segmento e que tem a impressão em seu DNA. A VinilSul trará maior capilaridade para a comercialização de nossa linha de impressoras de entrada."

De acordo com a nova parceria, a VinilSul também comercializará suprimentos e oferecerá suporte técnico pós-venda.

Fonte: Durst



APS e Fespa anunciam Fespa Brasil Fórum

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 26/07/2015

Organizadores apresentaram o novo fórum em encontro com empresários e jornalistas

Organizadores apresentaram o novo fórum em encontro com empresários e jornalistas

No dia 1º de julho, a APS e Fespa, organizadoras de feiras, promoveram um encontro para anunciar o 1º Fespa Brasil Fórum – Negócios, Oportunidades e Tecnologia.

Trata-se de um evento que percorrerá seis cidades (São Paulo, Rio de Janeiro, Blumenau, Curitiba, Brasília e Recife) e tem como objetivo reunir empresários e técnicos para debater o futuro do mercado, discutir novas oportunidades e apresentar tecnologias.

Na ocasião, serão apresentados dados da Fespa Print Census, pesquisa internacional realizada em parceria com a InfoTrends, que incluiu informações sobre o mercado nacional de impressão digital. O evento abre com uma palestra que aborda as mudanças no cenário nacional e como elas podem ser de grande valor. Na parte da tarde, será ministrado o programa de tecnologia, com cursos sobre técnicas e processos de tratamento de imagens, gerenciamento de cores, fechamento e preparação de arquivos.

Investimento no mercado

Durante o evento promovido no dia 1ª de julho pelos organizadores do fórum, o diretor da Fespa Brasil, Alexandre Keese, falou sobre a estrutura da APS Feiras e destacou a importância de estar próximo aos mais variados segmentos, para entender as necessidades e particularidades de cada um. Na ocasião, o executivo declarou: “Será um grande debate sobre o mercado nas cidades por onde o Fespa Brasil Fórum passará. Tendo como ponto de partida os números do Fespa Print Census, convidamos os empresários para uma conversa sobre o nosso mercado, falando de tendências e caminhos mais interessantes. Logo após, os profissionais de impressão poderão aprender muito com a parte de tecnologia”.

Organizadores apresentaram em São Paulo objetivos e motivações para criar o Fespa Brasil Fórum

Organizadores apresentaram em São Paulo objetivos e motivações para criar o Fespa Brasil Fórum

Neil Felton, CEO Fespa, veio ao Brasil para o anúncio e reportou alguns números do Fespa Print Census, além de apresentar a história e o alcance global da Fespa atualmente, através de suas associações e seu Programa de Reinvestimento, que contou com 3,6 milhões de euros entre 2007 e 2014. O CEO declarou: “Sou realmente apaixonado pelo país e pela Fespa Brasil, que é parte fundamental do crescimento global da federação. Ela é a feira com o melhor resultado de visitante por metro quadrado de nosso portfólio. O Fespa Brasil Fórum vem a somar às iniciativas que já existiam e às outras novidades apresentadas hoje”.

Já o diretor da APS Feiras, Ismael Guarnelli, destacou a importância de estar conectado ao que ocorre em todas as regiões do país. O executivo declarou: “Cada região do Brasil possui características muito específicas. Com o fórum, poderemos entender as necessidades e as demandas de cada local, podendo assim promover uma feira ainda mais grandiosa e integrada ao empresário e trabalhador do ramo de impressão digital”.

Fonte: Fespa Brasil