Signs Nordeste, Maquintex e Femicc 2015: visitação qualificada e bons negócios

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 02/09/2015
Eventos terminaram em clima otimista

Eventos terminaram em clima otimista

Realizadas entre os dias 18 e 21 de agosto, no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza, as feiras Signs Nordeste, Maquintex e Femicc atraíram 20 mil profissionais para a concretização de muitos negócios, relevando um otimismo inesperado dos segmentos têxtil, coureiro-calçadista e de comunicação visual no segundo semestre de 2015. A FCEM, organizadora dos eventos, anunciou a data da próxima edição das feiras, que ocorrerão entre os dias 3 e 6 de outubro de 2017.

Hélvio Roberto Pompeo Madeira, diretor-presidente da FCEM, declarou: “Ficamos muito satisfeitos com os resultados, que foram concretizados em um momento de macroeconomia em retração. Os expositores realizaram bons negócios e estão otimistas com os resultados do pós-evento. A expectativa para o segundo semestre é positiva”.

Os expositores das 800 marcas presentes nos eventos apresentaram lançamentos e tecnologias. Entre os fornecedores estava a Ampla, fabricante nacional de impressoras digitais, representada por Sidnei Marques, diretor de operações, que declarou: “Apesar da conjuntura adversa, investimos na feira, que deu um resultado acima das nossas expectativas. Desenvolvemos o mercado distribuidor na região nordeste, atendemos novas empresas e, com certeza, fecharemos negócios logo após o evento, especialmente com o lançamento da New Targa XT, uma exclusividade da nossa empresa”.

Fonte: Signs Nordeste



SAi atualiza aplicativo de monitoramento de produção

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 12/11/2015
App foi desenvolvido para gerentes e donos de empresas de sinalização e impressão digital

App foi desenvolvido para gerentes e donos de empresas de sinalização e impressão digital

A SA International (SAi), desenvolvedora de softwares, anunciou que o SAi Cloud foi atualizado. Trata-se de um app de gerenciamento de produção de birôs e gráficas digitais especializadas em sinalização e comunicação visual.

O SAi Cloud trabalha em conjunto com a versão 12 do SAi Flexi e fornece acesso remoto, por meio de dispositivos mobile, a informações de produção e relatórios específicos.

Exclusividade do SAi Cloud, o painel de tendências fornece avaliações de produção diária, além de relatórios mensais e anuais. Ademais, exibe previsões sobre desempenho futuro da empresa. Com tais informações, os empresários podem tomar decisões mais conscientes e determinar se a produção está aumentando ou diminuindo.

Já a ferramenta smartwatch dá suporte a dispositivos como o Apple Watch e o Android Wear. Por meio deles, é possível visualizar rapidamente os trabalhos recém-concluídos na empresa, independentemente da localização do proprietário. Isso reduz a necessidade de estar no escritório.

Dean Derhak, diretor de produto da SAi, declarou: “Muitos donos de birôs não têm conhecimento do real volume de produção de suas empresas. As atualizações do SAi Cloud permitem que nossos clientes estabeleçam comparações semanais, mensais e anuais que podem ajudá-los a melhorar o rendimento da empresa”.

O SAi Cloud está disponível para download gratuito na Apple Store e no Google Play.

Fonte: SAi



Epson, Avery e Casa do Zezinho unem-se por causa educacional

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 27/11/2018
Realizado em dez países, projeto Impressione América Latina chega ao metrô da capital paulista

Realizado em dez países, projeto Impressione América Latina chega ao metrô da capital paulista

A Epson Brasil, em parceria com a Avery Dennison, criou o Impressione América Latina, projeto que estimula o debate sobre questões sociais por meio da exposição de impressões em grande formato. No dia 21 de novembro, a ação desembarcou em São Paulo (SP), onde permanecerá até 20 de dezembro e abordará a necessidade do desenvolvimento de atividades educativas, artísticas, culturais e esportivas para crianças e adolescentes de baixa renda.

O primeiro passo da Epson foi realizar um concurso e selecionar a obra da artista gráfica Bianca Klempe, de 20 anos, para ilustrar a causa defendida no Brasil. Com o tema “Enquanto você espera só um pouquinho, já tem gente esperando por muito tempo”, a criação impressa em grande formato ficará exposta na Linha 4-Amarela do metrô de São Paulo, em duas portas da plataforma de embarque da Estação Pinheiros e no corredor de acesso à Estação Paulista. Além disso, a ação resultou em uma doação em dinheiro para a Casa do Zezinho, organização sem fins lucrativos localizada no Parque Maria Helena, bairro da Zona Sul paulistana.

Os painéis criados por Bianca foram estampados em substrato Avery Dennison pela impressora solvente Epson SureColor S60600, que incorpora a cabeça de impressão PrecisionCore TFP. Sobre a tecnologia, Evelin Wanke, gerente de vendas da Epson do Brasil, declarou: “Os equipamentos dessa linha ainda incluem a tinta solvente GS3 UltraChrome, que oferece alta qualidade de impressão, durabilidade e menor tempo de secagem”

Criada em 1994, a Casa do Zezinho recebe jovens entre 6 e 21 anos que frequentam a rede pública de ensino. Com base nos quatro pilares da Pedagogia do Arco Íris, criada pela psicopedagoga Tia Dag, a ONG investe em programação socioeducativa que compreende artes, ciências, filosofia e espiritualidade

Eduardo Valentin Gonçalves, head de marketing da Epson do Brasil, declarou: “A Epson está sempre atenta às necessidades de desenvolvimento dos países onde está presente. No Brasil, acreditamos que a educação é um fator para a transformação social. Por isso, optamos por realizar este trabalho com a Casa do Zezinho. E o metrô de São Paulo, pela democracia e abrangência que oferece, possibilita gerar impacto em grupos de diferentes gêneros, raça, idade e classe social. Cerca de 197 mil pessoas passam pela Estação Paulista diariamente, enquanto 173 mil usuários circulam todos os dias pela Estação Pinheiros”.

Outros nove países participam do Impressione América Latina. O primeiro local a contar com a exposição de uma obra foi o Museu Gabriela Mistral, em Santiago (Chile). No país, a causa defendida foi o combate ao câncer de mama, assim como na Argentina, onde uma obra foi exibida no Museu de Arquitetura e Design de Buenos Aires.

Fonte: Epson Brasil