SGIA divulga ganhadores do prêmio Product of the Year 2015

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 12/11/2015
Confira a lista dos vencedores do Product of the Year 2015

Confira a lista dos vencedores do Product of the Year 2015

A SGIA, uma das entidades internacionais mais importantes de sinalização e impressão digital, realiza anualmente a Product of the Year, competição que premia equipamentos e materiais usados na indústria global de comunicação visual.

Em 2015, as avaliações do Product of the Year ocorreram entre os dias 4 e 6 de novembro, em Atlanta, nos EUA, durante a SGIA Expo. Confira a lista de categorias e seus respectivos vencedores:

- Acabamento (display para exibição de produto): VM-SHELF, da Visual Magnetics;

- Acabamento (laminadora): Kala Mistral 1650, da Rolinx Performance Products;

- Acabamento (equipamento): AES1900, da Miller Weldmaster;

- Acabamento (filme, verniz e revestimento superficial): EFI Armor, da EFI;

- Mídias (películas): VM-DRYerase MNW, da Visual Magnetics;

- Mídia (sem PVC): Cling-King Spider Mat - PN: NS-CK-SOL-WT014, da Newlife Magnetics LLC;

- Mídia rígida: Liquid Chalkboard, da Panel Processing Inc;

- Mídia (tecido para vestuário): Jennifer S/914, da Pacific Coast Fabrics;

- Mídia (tecido para bandeira): Flag Superb, da Top Value Fabrics;

- Mídia (tecido para estruturas): DD 6788 MoJo (Backlit Fabric), da Fisher Textiles;

- Mídia (vinil sensível a pressão): Gecko-grip, da Daf Products;

- Serigrafia (impressora manual de tecidos): Kruzer Manual Screen Printing Press, da M&R Companies;

- Serigrafia (impressora automática para gráficos): Oval Evolution, da Ryonet + Roq;

- Serigrafia (impressora automática para tecidos): Stryker Automatic Screen, da M&R Companies;

- Serigrafia (automação): Atmaline CL50 (para impressão de vidros), da DLP Imaging Corp;

- Serigrafia (pré-impressão): i-Image XE CTS Imaging-Exposure, da M&R Companies;

- Impressora direct-to-garment: M-Link X, da M&R Companies;

- Impressora plana ou híbrida (preço abaixo de 100 mil dólares): ValueJet 1617H, da Mutoh America Inc;

- Impressora UV plana (preço entre 100 mil e 200 mil dólares): Anapurna M2540i FB, da Agfa Graphics;

- Impressora UV plana (preço entre 200 mil e 500 mil dólares): Jeti Mira, da Agfa Graphics;

- Impressora UV plana com tinta branca (preço entre 100 mil e 200 mil dólares): EFI H1625 LED, da EFI;

- Impressora UV plana com tinta branca (preço entre 200 mil e 500 mil dólares): EFI VUTEk H2000 Pro, da EFI;

- Impressora plana de pequeno formato (para aplicações industriais e itens de decoração): UJF7151 Plus, da Mimaki USA;

- Impressora rolo a rolo solvente ou látex (com largura de impressão abaixo de 80 polegadas): HP Latex 370, da HP;

- Impressora rolo a rolo solvente ou látex (com largura de impressão acima de 80 polegadas): ValueJet 2638X, da Mutoh America;

- Impressora rolo a rolo UV (com largura de impressão abaixo de 80 polegadas): JV400SUV-160, da Mimaki USA;

- Impressora rolo a rolo UV (com largura de impressão acima de 80 polegadas): Durst Rho 312R, da Durst;

- Impressora rolo a rolo com tinta dispersa para estampar diretamente em tecidos: Durst Rhotex 322, da Durst;

- Impressora rolo a rolo sublimática para tecido: SureColor F9200, da Epson;

- Impressora sublimática para metal: Virtuoso VJ 628, da Sawgrass;

- Impressora UV híbrida ou plana para produção de alto volume: Jeti Tauro H2500, da Agfa Graphics;

- Scanner de grande formato: Colortrac SmartLF SG Series, da Paradigm Imaging Group;

- Tintas digitais: SubliJet-HD para impressoras Virtuoso SG 800, da Sawgrass.

Fonte: SGIA



Soyang apresenta novos substratos

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 22/08/2014

Mídias recobrem pisos e paredes

Mídias recobrem pisos e paredes

A Soyang, fornecedora de mídias para comunicação visual, anunciou o lançamento no mercado internacional de dois substratos, o G-Floor e o AlumiGraphics. O primeiro é uma película de PVC flexível e alta densidade, disponível em vários acabamentos, para personalização de pisos. Pode receber impressão digital UV ou solvente. Segundo a empresa, a mídia pode ser rapidamente instalada e é mais viável que os laminados convencionais para adesivação de piso.

O AlumiGraphics é uma material com base composta por foil de alumínio. Adequado para diversas aplicações, a mídia é compatível com grande variedade de tintas e pode ser utilizada sobre diferentes superfícies texturizadas, por ser maleável e fácil de moldar.

Andrew Simmons, diretor da Soyang na Europa, declarou: "Calçadas, passarelas, escadas rolantes, estacionamentos, elevadores e paredes podem ser cobertos com o AlumiGraphics, abrindo oportunidades de trabalhos em superfícies geralmente subutilizadas".

Fonte: My Print Resource



Seis tendências para o mercado global de impressão de grande formato

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 21/05/2015

Censo da Fespa consultou mais de 1.200 empresas de várias regiões do globo

Censo da Fespa consultou mais de 1.200 empresas de várias regiões do globo

A Fespa, federação internacional de indústrias de impressão digital e comunicação visual, publicou recentemente o resultado de uma pesquisa sobre o mercado global no qual atua. Trata-se do Censo Fespa, que revelou seis tendências e consultou mais de 1.200 empresas entre maio de 2014 e abril de 2015.

Metade das empresas que responderam a pesquisa era do continente americano, 42% dos participantes eram da Europa e 8%, da região asiática do Pacífico.

Segundo a Fespa, as empresas consultadas representam todo o espectro dos negócios do mercado, pois incluem birôs de impressão digital e serigrafia (34%), gráficas comerciais (15%), signmakers (13%), designers (7%), agências de publicidade (5%) e outros. Como novidade, a pesquisa incluiu fabricantes industriais, que representaram 8% dos consultados e desempenham atualmente papel considerável na comunidade de usuários de impressão digital.

Como resultado, a pesquisa obteve seis tendências para o mercado internacional, que são:

Otimismo

Dos consultados, 80% estão otimistas com seus próprios negócios. Isso excede o otimismo geral em relação ao setor (14%). Esse otimismo individual fundamenta-se no sucesso comercial. Nos mercados desenvolvidos, as receitas médias mais do que dobraram, passando de 3 milhões de euros em 2007 para mais de 6,25 milhões de euros em 2015.

Demandas dos clientes – a impressão como indústria de serviço

A demanda dos clientes é a razão para que as empresas de impressão façam esforços contínuos para entregar trabalhos mais rápidos, just-in-time, dentro de prazos estabelecidos e com possibilidade de personalização. Pelo menos 70% dos entrevistados esperam que essas quatro tendências cresçam, o que reforça a ideia de que as empresas de impressão atualmente são dirigidas para entregar serviços. A adoção de processos digitais (sistemas de produção, fluxo de trabalho, automação e web-to-print) é motivada por essas expectativas.

Mudança no portfólio de produtos – da produção de massa para customização em massa

Os principais materiais produzidos pelas empresas que responderam a pesquisa são banner (49%), poster (40%), sinalização (38%) e outdoor (37%).

Um crescimento expressivo foi sentido na produção de tecidos impressos para os mercados de moda e decoração, com mais de 80% dos entrevistados relatando uma expansão na demanda por essas aplicações.

A mudança no mix de aplicações também foi refletida pelo crescimento dos substratos rígidos, que representam 25% da saída das empresas consultadas.

Tecnologia digital possibilita mudanças

Quase metade dos entrevistados para o Censo Fespa indicaram intenções em comprar equipamentos de impressão de grande formato, com um plano de investimento na faixa de 100 mil euros.

Os planos de compras são dominados pelas impressoras UV (27%), têxteis (21%), solvente (17%), ecossolvente (16%) e látex (14%). Já para acabamento, as cortadoras e laminadoras são as máquinas preferidas.

A maior parte desses investimentos (45%) é motivada pela abertura de novos mercados e aplicações. Mas outras questões, como melhoria da qualidade de impressão, aumento da capacidade e velocidade e redução de custos, também entram nos planos de investimento.

Crescimento da impressão têxtil nos segmentos gráfico, industrial e de moda e decoração

Segundo o Censo Fespa, 27% do consultados estão envolvidos com impressão de vestuário e 81% enxergam as perspectivas de crescimento desse segmento. A tecnologia digital é um elemento chave e mais da metade dos entrevistados espera que a estamparia digital têxtil torne-se uma alternativa importante para a impressão serigráfica nos próximos dois anos. As impressoras têxteis têm lugar de destaque nos planos de investimento, com 21% dos entrevistados planejando investir nessa tecnologia. Os substratos têxteis continuam a crescer no segmento de sinalização, com 67% dos entrevistados apontando crescimento do soft signage.

A integração entre mídias digitais e impressão de displays e sinalização

Mais de três quartos dos consultados esperam que a sinalização digital cause impactos nos negócios de grande formato num futuro próximo, com 36% dos entrevistados afirmando que essas tecnologias já fazem parte do negócio. E 31% dos participantes planejam oferecer soluções de sinalização digital nos próximos 12 meses.

Fonte: Fespa