Serigrafia Sign conta com 90% de seu espaço vendido

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 28/02/2018
Retomada da indústria fez aumentar a procura de novos expositores na feira

Retomada da indústria fez aumentar a procura de novos expositores na feira

A Informa Exhibitions, organizadora da Serigrafia Sign 2018, feira que ocorrerá entre os dias 25 e 28 de julho em São Paulo, anunciou que a atual edição da exposição está com 90% do seu espaço comercializado.

Liliane Bortoluci, diretora da feira, declarou: “O evento é promissor devido à oportunidade de novos negócios e também pela visibilidade que as empresas ganham. Porém, com a retomada de um cenário mais favorável, é natural que cresça o interesse dos novos expositores”.

A Unitrama, empresa de Maringá (PR), será expositora pela primeira vez na feira e decidiu investir em 2018 edição por causa do ambiente mais positivo. Com cinco anos de existência, a empresa especializada em soluções para comunicação visual, destacará na feira seus três principais produtos: chapa de alumínio composto (ACM) para fachadas, lona para impressão digital para banners, outdoor, fachadas, empenas e painéis rodoviários e a linha de Vinil Auto Adesivo.

Cristhian Baltieri, gerente comercial da Unitrama, afirmou: “Conheço a expressividade e a capacidade da feira em abranger públicos de diferentes localidades. Estes fatores foram essenciais para estar presente na edição 2018”.

A exposição terá atrações paralelas como o Fórum Serigrafia Sign, que, no ano passado, abordou temas relativos a impressão digital têxtil e sublimação. Também está previsto o Circuito de Impressão Digital Têxtil, que apresenta passo a passo a produção de uma estamparia digital têxtil.

Outra atração para 2018 será o DecorExpress, projeto que destaca as possibilidades que as técnicas de impressão oferecem para a decoração de interiores. Um ambiente será montado dentro da feira, para demonstrar a versatilidade da impressão digital.

Fonte: Serigrafia Sign



Sinalização digital externa e as cidades inteligentes

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 11/03/2019
Tecnologia pode ser usada para melhorar os centros urbanos

Tecnologia pode ser usada para melhorar os centros urbanos

Não há dúvida de que a sinalização digital externa está mudando a cara de muitas cidades. Não se trata apenas de empresas tentando aumentar suas receitas por meio da tecnologia; ela faz parte das mudanças pelas quais estão passando as “cidades inteligentes”.

Em 2018, 55% da população mundial estava vivendo em áreas urbanas. O número deve aumentar para 68% até 2050. São mais 2,5 bilhões de pessoas procurando por lares, serviços e empregos em centros urbanos já lotados.

As “cidades inteligentes” adotam tecnologias para melhorar serviços, e a sinalização digital externa parece ser parte fundamental desse processo, pois está em linha com as tendências físicas, tecnológicas e ambientais da atualidade. Há instalações que melhoram a vida em áreas urbanas, ao oferecer bons serviços, manter as pessoas seguras e melhorar a qualidade de vida.

Serviços melhores

A sinalização digital de autoatendimento é cada vez mais comum. Elas são quiosques interativos, máquinas de bilhetes, telas tácteis usadas em varejo e exibições automáticas em compras de drive-thru.

O reconhecimento facial pode ser o próximo passo para a sinalização digital de autoatendimento. O KFC na China está empregando exibições que sugerem refeições com base no sexo e na idade do cliente. Também na China, alguns displays externos de reconhecimento facial são usados pela polícia para monitoramento e identificação.

Segurança

Nos EUA, a sinalização digital também tem sido usada para fins não comerciais. Com as instalações existentes, as autoridades conseguem fornecer alertas meteorológicos em vários estados, a fim de avisar a população sobre furacões e possíveis desastres naturais. É um indicativo de que, em breve, veremos a sinalização digital sendo usada em tempos de crise nas cidades de todo o mundo.

Qualidade de vida

A sinalização digital pode tornar os centros urbanos lugares mais agradáveis. A cidade de Bentonville, no Arkansas (EUA), recentemente trocou alguns de seus outdoors estáticos por digitais, que permitem que vários anunciantes compartilhem o mesmo espaço, em um loop contínuo de conteúdo. Por isso, a cidade conseguiu reduzir o número total de outdoors e melhorar a aparência da região.

As tendências relacionadas às características físicas, tecnológicas e ambientais da sinalização digital externa permitem que empresas e governos ofereçam serviços melhores para um número maior de pessoas. Essas tendências e seus benefícios garantem o crescimento contínuo da sinalização digital externa nos centros urbanos. Com essa integração, todos saem ganhando.

Fonte: DigitalSignageToday



Campeonato mundial de envelopamento automotivo acontece em maio

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 08/05/2018
A exibição da Fespa 2018 sediará o World Wrap Masters

A exibição da Fespa 2018 sediará o World Wrap Masters

A edição 2018 do World Wrap Masters, campeonato de envelopamento de carros promovido pela Fespa, logo revelará o melhor instalador do segmento no mundo. Isso porque tanto a etapa europeia quanto a série final mundial estão marcadas para ocorrer entre os dias 15 e 18 de maio de 2018, em Berlim, na Alemanha.

A fase europeia do campeonato reunirá 36 profissionais. O vencedor e mais dois classificados terão o direito de competir na World Wrap Masters Final, etapa que contará com participantes da Rússia, África do Sul, Finlândia, Dinamarca, Brasil, México e Turquia que se classificaram nas eliminatórias ocorridas nas exibições regionais da Fespa.

Os finalistas terão de envelopar carros e outros itens desafiadores que serão anunciados apenas durante a competição – uma ideia para adicionar um elemento surpresa aos competidores.

Patrocinada pela Hexis, Mimaki, Carwrapper 3D, F&Z Foliant e Wrappingking, a competição contará com jurados especializados, como a alemã Martina Lorenz, da Aqasio Folienverklebung, instaladora certificada pela Hexis. Outros dois juízes são Jeremy Conner, proprietário da Who Did That!?! (EUA), e Kiss “Luigi” Lajos, da Fixfolia (Hungria).

Conner, um dos jurados do campeonato, declarou: “Estou ansioso para o World Wrap Masters, pois ela incluirá os vencedores das competições regionais de 2017 e 2018. Então, teremos muitos talentos na disputa”.

Na área de exposição do Wrap Masters haverá oficinas e demonstrações diárias gratuitas.

Fonte: Fespa