Sawgrass e J-Teck3 fecham acordo para produção de tinta sublimática

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 03/04/2015

J-Teck3 recebeu licença para produzir insumos para sublimação de acordo com patentes da Sawgrass

J-Teck3 recebeu licença para produzir insumos para sublimação de acordo com patentes da Sawgrass

A Sawgrass, desenvolvedora de tecnologias de impressão, tem expandido seu portfólio de patentes nos últimos 10 anos. E a J-Teck3, fabricante de insumos gráficos, assinou recentemente um novo contrato de licença com a Sawgrass, a fim de continuar a vender legalmente tintas sublimáticas compatíveis com impressoras de grande formato com largura acima de 1 metro.

Há mais de oito anos, a J-Teck3 vende e fabrica tintas para sublimação digital com licenciamento da Sawgrass, o qual garante a reprodução de tecnologia proprietária, alta qualidade e padrões éticos.

Enrico Grasselli, CEO e fundador da J-Teck3, declarou: "Decidimos continuar a licenciar uma gama de patentes da Sawgrass. Como empresa dedicada ao desenvolvimento de novos produtos e tecnologias, apreciamos os avanços da Sawgrass, bem como sua carteira de patentes".

Fonte: Sawgrass



Esko lançará mesa de corte Kongsberg C64 na SGIA 2013

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/10/2013

A nova Esko Kongsberg C64 é indicada para quem rtabalha com sinalização, dsplays ou embalagens

A nova Esko Kongsberg C64 é indicada para quem trabalha com sinalização, displays ou embalagens

A Esko, fabricante de equipamentos para acabamento gráfico, promete o lançamento da mesa de corte Kongsberg C64, que será apresentada na feira SGIA 2013. Steve Bennett, vice-presidente da companhia, falou sobre a novidade: "Este modelo foi totalmente redesenhado. Agora, ele conta com área de trabalho de 3,2 x 3,2m, para acomodar substratos ainda maiores".

No evento, a Esko ainda vai mostrar outras soluções:

  • Kongsberg C60: mesa de corte com área de produção de 3,2 x 1,6m;
  • i-cut Production: console mais fácil de operar e gerenciar as máquinas Kongsberg;
  • Kongsberg X: mesa de corte versátil, com produtividade mediana;
  • Kongsberg i- XE 10 Auto: mesa com um sistema automático de alimentação e descarregamento de substratos.
  • i -cut Suite: software de fluxo de trabalho de impressão e acabamento, com preflight e edição de arquivos PDF;
  • ArtiosCAD 12: programa que contém uma extensa biblioteca de projetos de displays, que ajudam designers no desenvolvimento de projetos 3D.

Fonte: Esko



Fotoprodutos e brindes com impressão por sublimação (Parte 2)

Por Jimmy Lamb em 28/05/2013

Exemplos de celulares e tablets personalizados com sublimação

Exemplos de celulares e tablets personalizados com sublimação

Para se ter uma ideia dos mercados, materiais e custos dos fotoprodutos, vamos dar uma olhada em alguns exemplos interessantes, começando com capas de celular.

Fotoprodutos e brindes com impressão por sublimação (Parte 1)

Algumas capas de celular possuem placas removíveis de metal que podem receber imagens fotográficas com sublimação. Lembre-se que, em muitos casos, este é um produto personalizado que pode ser vendido a preço de varejo. Portanto, atente-se ao valor percebido pelo usuário final. E isso serve não apenas para capas de celulares, mas também para capas de tablets.

Produza fotoprodutos com imagens de bebês

Produza fotoprodutos com imagens de bebês

Você também pode fazer produtos com fotos de bebês. Nesse caso, basta criar um modelo gráfico com áreas editáveis ​​(para adicionar detalhes sobre o recém-nascido). Esse modelo é combinado com uma imagem para criar a arte final. Pense no valor desse presente especial. Não é apenas um produto, mas sim uma lembrança — e uma memória que vale a pena acalentar por muitos anos.

Há todos os tipos de oportunidades com os fotoprodutos. Por exemplo, pense em esportes: clubes, jogadores e campeonatos. A chave é fazer um produto de apelo emocional, como nos exemplos abaixo:

Esporte é um tema que pode ser explorado nos fotoprodutos

Esporte é um tema que pode ser explorado nos fotoprodutos

Precisa de mais ideias? A lista é longa quando se trata de produtos sublimados. Abaixo, estão alguns materiais a serem considerados:

  • Bandejas;
  • Caixas de joias;
  • Canecas;
  • Capas de interruptor de parede;
  • Chaveiros;
  • Enfeites de Natal;
  • Ímãs;
  • Jogos americanos;
  • Molduras;
  • Placas de porta;
  • Quebra-cabeças;
  • Relógios;
  • Suportes de guardanapo;
  • Tábuas de corte;
  • Teclados.

Saiba, entretanto, que os fotoprodutos não se limitam a materiais rígidos. Você também pode usar a sublimação para personalizar tecidos. Porém, ela só funciona com fibras de poliéster, o que limita o estilo de vestuário, mas isso não é problema, já que esse mercado vêm abrindo dezenas de possibilidades.

Com a sublimação, você pode reproduzir imagens com detalhes, clareza e alta resolução. Trata-se de um processo que emprega tintas com corantes, que se fundem às fibras do tecido, o que significa que você não sente a tinta na superfície da peça. Isso também significa que ela não vai rachar, descascar ou desaparecer quando as peças forem lavadas.

Com sublimação, você também pode personalizar camisetas

Com sublimação, você também pode personalizar camisetas

Potenciais consumidores de camisetas sublimadas são clubes e organizações esportivas, cujos membros têm a necessidade de fazer declarações personalizadas. E isso é apenas a ponta do iceberg, já que há muitas outras possibilidades que não se limitam ao vestuário. Ou seja, se você pode vender uma camiseta, pode vender várias outros produtos sublimados.

Para concluir, saiba que fotoproduto é muito mais do que uma foto na carteira ou uma bugiganga barata. Você vai descobrir que ele é um bom complemento para os seus negócios. Mais importante: o custo de sublimar fotoprodutos é baixo, tornando o retorno algo atraente. Você não precisa gastar muito. Você só precisa encontrar maneiras criativas para gerar altas margens a custos baixos — e o fotoproduto é a ferramenta perfeita para realizar esse objetivo.

 

Sobre o autor: Jimmy Lamb escreve e palestra sobre sublimação e impressão em tecidos mundo afora. Tem mais de 20 anos de experiência no negócio de vestuário e decoração. Atualmente, é o gerente de comunicação na Sawgrass Technologies.

Esse artigo técnico foi cedido, com exclusividade, pela Sawgrass ao portal InfoSign, que traduziu e adaptou o texto.