Saiba como foi a primeira edição do Decor Wrapping

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 02/08/2018
Os campeões da 1ª edição do Decor Wrapping, que teve 65 equipes inscritas

Os campeões da 1ª edição do Decor Wrapping, que teve 65 equipes inscritas

Dentre as atrações com as quais os quase 37 mil visitantes puderam interagir na feira Serigrafia Sign 2018 (FuturePrint), o Decor Wrapping foi uma das mais destacadas. Iniciativa da Imprimax, a primeira edição do campeonato de adesivação decorativa atraiu centenas de profissionais e curiosos da área. Do lançamento à realização, o concurso levou apenas três meses. Nesse curto período, foram recebidas inscrições de 65 equipes de todo o país – volume alto e até inesperado pela organização. Das dezenas de inscritos, oito foram selecionados para colocar suas habilidades em prática durante o evento, que ocorreu entre os dias 25 e 28 de julho, em São Paulo.

A Imprimax tomou a iniciativa de criar o campeonato de adesivação decorativa após estudar e analisar certas tendências do mercado nacional de comunicação visual. Entre elas, a escolha de muitos profissionais pelos serviços de decoração, com maior valor agregado e entrega mais rápida. O concurso também foi desenvolvido com o objetivo de aumentar a visibilidade do segmento, não só entre os próprios adesivadores, mas entre arquitetos e designers de interiores.

Duplas de adesivadores tiveram de instalar vinis em ambientes que simulavam cômodos

O campeonato foi dividido em duas categorias. Uma delas, a Decor Fast, avaliou a rapidez dos aplicadores. Mais simples, bastava que o interessado se inscrevesse durante o evento para colocar em prática sua celeridade. A mais “fast” da competição foi Dayane Chagas, de Quirinópolis (GO), que levou um montante de 1.500 reais em produtos Imprimax. Na outra categoria, a Decor Wrapping, os participantes tiveram de se inscrever antecipadamente e apresentar seu portfólio para análise dos organizadores. Os selecionados competiram em etapas que demandaram trabalhos mais complexos, cujos resultados foram avaliados segundo critérios técnicos e rigorosos, sobretudo em instalação e acabamento. Os juízes foram zelosos na análise de falhas como bolhas, vincos, rasgos, deformação dos materiais, enquadramento e casamento mal executado das imagens.

A avaliação dos trabalhos ficou por conta dos jurados e consultores Wagner Oliveira e Eduardo Yamashita. Outra bancada, composta pelos arquitetos Diego Stuchi e Pamella Resende, analisou os materiais usados pelos competidores, que tiveram de selecioná-los antes das aplicações. Caso mudassem as mídias durante a prova, os aplicadores perderiam pontos.

Juízes fizeram avaliações meticulosas dos trabalhos já concluídos

As baterias classificatórias ocorreram nos três primeiros dias do campeonato. No quarto e último dia, foi a vez da final, da qual as adesivadoras da Artimax Gráfica e Comunicação Visual, Aline Taine Guaiume e Priscilla Ferreira Gomes, sagraram-se campeãs (leia entrevista). As vencedoras foram premiadas com um conjunto de produtos Imprimax no valor de 10 mil reais, uma plotter de recorte da Mimaki e mil reais da Exfak. O segundo lugar ficou para a equipe dos envelopadores Marcos Alvim e Alex Maia, de Arujá (SP), que ganharam produtos da Imprimax e 500 reais. Já o terceiro posto foi ocupado por Bismarkis Santos e André Alves, de Santos (SP), que também levaram mídias da Imprimax e 250 reais da Exfak.

Igor Paiva, gerente de marketing da Imprimax, estava exultante: “Todos os competidores estão de parabéns. As campeãs cresceram durante a competição. Elas foram bem organizadas e fizeram boas composições. As disputas foram justas, e elas ganharam por pouca diferença da equipe vice-campeã. As técnicas de aplicação delas ajudaram muito e o entrosamento da dupla foi um diferencial, assim como a boa análise dos materiais que utilizaram”.

Categoria Decor Fast revelou aplicadores ágeis

Bem-sucedida, a primeira edição do Decor Wrapping dá impulso para o segundo ano do evento. Os organizadores prometeram uma competição ainda mais emocionante para 2019. As regras também receberão uma revisão, para tornar as disputas ainda mais claras e competitivas.

Paiva concluiu: “Gostamos muito resultado. Por isso, já fechamos a próxima edição com a Serigrafia Sign. Também vamos realizar uma etapa regional durante a feira Signs Nordeste, em Fortaleza, em outubro de 2019. O Decor Wrapping foi muito bom para a Imprimax, que é a idealizadora, e para os patrocinadores e parceiros, como a Mimaki e a Exfak, que também trabalham para desenvolver ferramentas para o segmento”.



Sun Chemical lança tintas digitais na Fespa 2013

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 11/06/2013

Novas tintas da Sun Chemical atendem o mercado de estamparia têxtil

Novas tintas da Sun Chemical atendem o mercado de estamparia têxtil

Na Fespa 2013, em Londres, a Sun Chemical, fabricante de materiais gráficas, vai apresentar seu mais novo insumo, o Streamline TX. Trata-se de uma tinta digital sublimática, desenvolvida para a indústria têxtil.

"O mercado de impressão está usando novos tipos de substratos mais amigáveis ao meio ambiente. Até agora, temos visto muitas mídias composta de PVC, mas a tendência é usar tecidos sintéticos, para a confecção de bandeiras, banners e aplicações flexíveis, e estamos trabalhando nessa linha", revelou Tony Cox, gerente de negócios da Sun Chemical.

As melhorias realizadas nas tintas Streamline também serão demonstradas, incluindo o novo Streamline Optima HPQ, que é um insumo à base de solvente.

Fonte: Image Reports Mag



Roland dos EUA anuncia solução de sinalização digital

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 17/04/2013

Durante a ISA Sign Expo 2013, a filial norte-americana da Roland noticiou que pretende entrar para o mercado de sinalização digital. "A Roland sempre ajudou signmakers ao oferecer plotters de recorte e impressoras digitais. Por isso, faz sentido ajudarmos também com uma solução para sinalização digital", declarou Rick Scrimger, presidente da subsidiária da Roland nos EUA.

No evento, foi apresentada a Roland PowerPoint, solução que deverá ser disponibilizada no último trimestre do ano. O ‘digital-sign-in-a-box’ inclui software, player e uma variedade de conteúdo, bem como displays (opcionais) em diferentes tamanhos.

"Projeta-se que o mercado de sinalização digital cresça entre 15 e 30% nos próximos anos. Nosso objetivo é oferecer uma solução eficaz e abrangente que atenda aos padrões elevados de qualidade da nossa marca, além de facilitar o acesso a esse tipo de serviço", concluiu Scrimger.

Rick Scrimger, presidente da subsidiária da Roland nos EUA, falou sobre a novidade

Rick Scrimger, presidente da subsidiária da Roland nos EUA, falou sobre a novidade

Fonte: Output Magazine