SAi revela versão 6.1 do EnRoute

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/08/2019
Software de corte e gravação foi aperfeiçoado

Software de corte e gravação foi aperfeiçoado

A desenvolvedora SAi atualizou o EnRoute, software de CAD/CAM, que chegou à versão 6.1.

Indicado para rodar routers CNC e equipamentos similares, o EnRoute 6.1 inclui meia dúzia de novas ferramentas aprimoradas, como a “Backplot”, que gera simultaneamente quatro ângulos de pré-visualização e provê estatísticas de corte detalhadas.

Outra novidade é a função “Group Order”, que permite selecionar a ordem na qual os objetos serão cortados, além de salvá-los em um grupo que pode ser copiado. Isso reduz o tempo de design e melhora o rendimento.

A “Job Statistics” é outra ferramenta destacada pela SAi. Trata-se de uma função que fornece as melhores informações sobre o tempo de corte.

A opção “Order by Line” permite que, ao desenhar uma linha simples na tela, os usuários consigam selecionar rapidamente a ordem das peças a serem cortadas.

A versão 6.1 do EnRoute também inclui recursos como a nova opção de “Hot Folder”, que salva automaticamente arquivos digitais em uma pasta pré-definida pelo usuário. Isso reduz o tempo para salvar cada parte e diminui o risco de erros manuais. Além disso, desenvolvida para cortes de geometrias complexas, a nova ferramenta “Drag Knife” lança mão de uma faca controlada por movimento que determina a direção da lâmina. Isso confere novas e avançadas funcionalidades ao usuário de nível básico.

A SAi oferece diversos pacotes baseados no EnRoute, como o Complete (abrange todas as ferramentas), o Fabrication (para indústrias de metais que usam equipamentos com tecnologias de plasma, jato de água e laser) e o Designer (com ferramentas mais básicas e preço acessível).

Fonte: SAi

Tags: SAi, EnRoute,


Aplike lança filmes de laminação texturizados

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 29/10/2013

A Aplike, fabricante brasileira de mídias, passou a vender novos filmes para laminação a frio. Texturizados, os materiais podem ser aplicados em fotos, vitrines, painéis, banners, murais, displays, divisórias e outros impressos.

Além de proteger contra riscos e arranhões, os filmes apresentam flexibilidade, resistência e estabilidade dimensional. Também podem ser usados como antiderrapantes, para proteger imagens em pisos.

De acordo com a fabricante, as películas são vinis calandrados e com várias texturas (couro, telado, canvas, bambu e madeira) e têm durabilidade de quatro anos (para aplicação interna) ou um ano (para instalações externas).

Recentemente, a Aplike lançou também um poliéster prata autoadesivo para impressão solvente.

Aplike passa a vender filmes para laminação

Aplike passa a vender filmes para laminação

Fonte: Fespa Brasil



Vinil adesivo: como realizar instalações bem-sucedidas

Por Eduardo Yamashita em 28/04/2014

Para garantir a aplicação correta do vinil adesivo em carros, vans, caminhões e em qualquer superfície lisa não porosa, a recomendação é seguir os procedimentos descritos abaixo. Por meio deles, é possível obter a instalação profissional de imagens diversas, como nomes, logos e letras.

Etapa 1 – Limpeza da superfície

A melhor maneira de garantir a aplicação da imagem é preparar a superfície, deixando-a limpa. Esse procedimento é uma obrigação. Portanto, certifique-se de que a superfície está limpa e livre de graxa, óleo, insetos e piche. Observe também se ela está enferrujada ou lascada.

Verifique se o veículo foi pintado recentemente. Em caso positivo, antes de prosseguir com a instalação, confirme a recomendação do fabricante sobre o tempo de cura da tinta.

Para a limpeza da superfície, na maioria dos casos, é necessário atacá-la com um líquido de limpeza ou solvente apropriado. No mercado, há uma série de soluções de solventes projetadas para remover gordura e cera.

O segundo passo na limpeza da superfície é remover óleos e umidade restantes (inclusive a umidade escondida em emendas e rebites), que podem gerar falhas e prejudicar a instalação futuramente. Por fim, antes de começar a instalação, execute a limpeza da superfície com álcool isopropílico.

Um dos pontos vitais para a instalação perfeita de vinil é a limpeza correta da superfície

Um dos pontos fundamentais para a instalação perfeita de vinil é a limpeza correta da superfície

Etapa 2 – Controle do ambiente de trabalho

Para garantir a aplicação correta, realize a instalação do vinil adesivo em temperatura média (nem muito quente nem muito fria). Segundo especialistas, o ambiente ideal deve ficar entre 18ºC e 25ºC. O vinil até pode ser instalado em locais com temperaturas abaixo de 10ºC ou de até 35ºC. Porém certamente o aplicador terá muito mais dificuldade para trabalhar com as devidas propriedades do vinil.

Temperatura, umidade e luz solar podem afetar a instalação da imagem. A temperatura ideal varia conforme o instalador e o tipo (fabricante) de vinil. Enquanto alguns preferem 20ºC, outros preferem temperaturas mais baixas. Se estiver muito quente, o vinil pode aderir à superfície rápido demais, diminuindo o tempo para reposicionar a imagem.

A umidade muito alta pode amolecer o vinil e umedecer o suporte de papel (liner), o que torna a sua remoção mais difícil. A falta de umidade, no entanto, provoca a formação de bolhas, pois o vinil fica mais rígido, isso dificulta a espatulação.

Empregar aplicação úmida é uma das maneiras mais eficazes de lidar com o calor e a umidade. Ela resfria a superfície e permite ao instalador reposicionar o vinil antes que ele seja aplicado. Instaladores experientes preferem usar a técnica a seco, pois a úmida tende a ser mais demorada por exigir a remoção da água.

O controle das variáveis ambientais melhora as condições da aplicação do vinil adesivo

O controle das variáveis ambientais melhora as condições da aplicação do vinil adesivo

CUIDADO: O uso demasiado de sabão impedirá a adesão do vinil à superfície. Ele deve ser o suficiente para "quebrar" e suavizar a superfície da água. Lembre-se também que, quanto mais água você usar, mais água você terá de remover após a aplicação.

Evite empregar a técnica de instalação úmida nas seguintes condições:

  • Aplicação em rebites e emendas: levará muito tempo para que a água saia dessas áreas. A umidade por trás do vinil faz ele levantar com o tempo;
  • No inverno e em temperaturas mais frias: o tempo mais fresco retarda a evaporação da água.

A instalação de imagens impressas em vinil adesivo pode parecer difícil, mas com prática e paciência, vale a pena. O vinil é um meio barato de publicidade e oferece a capacidade de fazer alterações facilmente.

Gostou do artigo? Você também vai se interessar pelas matérias abaixo:

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis adesivos, envelopamento de carro e comunicação visual

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis adesivos, envelopamento de carro e comunicação visual