SAi e Touch7 unem-se para oferecer solução de pré-impressão digital

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 05/07/2016
Touch7 melhora o desempenho dos softwares SAi

Touch7 melhora o desempenho dos softwares SAi

As desenvolvedoras SAi e a Touch7 anunciaram que o sistema de gama de cores estendido Touch7 é suportado pelos softwares Flexi e PhotoPrint (versão 10.x ou superior), indicados para empresas de sinalização e impressão digital.

Mark Geeves, diretor de marketing da Touch7, declarou: “Agora, os clientes com RIP da SAi podem processar arquivos Touch7 para obter imagens para sinalização e destacar-se perante a concorrência, usando toda a gama que os engines de impressão digital podem proporcionar. O Touch7 aplica as separações na fase de projeto utilizando o ambiente do Adobe Creative Cloud, enquanto a conversão de perfil é feita no RIP da SAi, resultando em separações de qualidade superior, com transições suaves e misturas de tons”.

Dean Derhak, diretor da SAi, declarou: “O Touch7 melhora a saturação de cor das impressoras inkjet com gama de cores maior, bem como em impressoras de grande formato CMYK. O Touch7 com o nosso software Flexi RIP oferece uma vantagem competitiva perceptível em comparação com empresas que não usam o Touch7”.

Fonte: SAi



Inscrições abertas para campeonato de envelopamento de carros

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 07/02/2015

Wrap Cup Masters Series é uma das principais atrações da Fespa Brasil 2015

Wrap Cup Masters Series é uma das principais atrações da Fespa Brasil 2015

Já estão abertas as inscrições para o Wrap Cup Masters Series, campeonato de envelopamento de carros promovido pela Fespa Brasil 2015. O concurso vai de 18 a 20 de março e visa reunir os melhores envelopadores do país. O vencedor, além de receber uma soma em dinheiro, terá vaga garantida para a Fespa World Wrap Masters Series Global, competição internacional que ocorre em maio, na Alemanha.

Todos os participantes competem entre si, no sistema de ranqueamento. Os três competidores com maior pontuação vão para a final, a ser realizada no dia 20 de março. A Wrap Cup Masters Series Brasil é patrocinada pela Imprimax, Mutoh e Sign Supply.

Adriano Medeiros, especialista da Pixel Dots e responsável pela organização do evento no Brasil, declarou: "O envelopamento será exclusivamente automotivo. Na fase de classificação, apenas uma parte do veículo será envelopada. Na final, uma lateral completa e mais alguma parte surpresa. Serão avaliados qualidade do envelopamento, habilidade, organização, limpeza e tempo de execução. Este evento é fundamental, pois é o único no Brasil com peso internacional e que oferece a oportunidade ao competidor de mostrar seu trabalho em outros países".

Os métodos e regras da primeira edição foram mantidos. Todos os profissionais competirão com as mesmas ferramentas, fornecidas pela organização do evento, o que garante condições de igualdade entre os participantes.

As inscrições podem ser realizadas pelo site do Wrap Cup Masters Series Brasil.

Fonte: Fespa Brasil



Zünd apresenta nova ferramenta de corte e gravação

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 17/01/2017
Novo RM-L tem potência de 3,6kW e torque de 0,7Nm

Novo RM-L tem potência de 3,6kW e torque de 0,7Nm

A fabricante Zünd anunciou o RM-L, novo módulo de corte, gravação e acabamento para diversos substratos, como Plexiglass, policarbonato, alumínio, Dibond, MDF, entre outros. O maquinário incorpora um spindle (refrigerado a água) com pinça pneumática, potência de até 3,6kW e torque de 0,7Nm. Além disso, conta com um sistema de extração de pó para manter a área de trabalho sempre limpa.

Segundo a empresa, o uso do RM-L diminui os tempos de troca de ferramentas, o que auxilia sobretudo nos fluxos de trabalho que envolvem diferentes produtos personalizados e projetos complexos. Além disso, substratos mais densos e duros podem der processados a velocidades e profundidades maiores, o que reduz o número de passes e aumenta a produtividade.

O módulo também vem equipado com o MQL, sistema de lubrificação de quantidades mínimas que mantém o bit lubrificado para diminuir atritos. Assim, pouco calor é gerado durante a produção, o que aumenta a vida útil do bit e permite velocidades maiores de processamento.

O RM-L tem um sistema de compensação de superfície que determina a espessura do substrato e detecta inconsistências. Durante o processamento, o sistema compensa variações e faz ajustes de profundidade. Para trabalhos de gravação, isso evita problemas causados por diferenças na espessura do substrato.

Para acomodar diferentes diâmetros de eixo, são utilizados suportes HSK-E25, que permitem o uso de uma gama maior de bits no mesmo módulo de router, e o ARC HSK troca automaticamente os bits.

Fonte: Zünd