Roland DG Brasil lança impressora VersaEXPRESS RF-640

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 03/07/2014

A filial brasileira da Roland DG, fabricante de equipamentos digitais, anunciou o lançamento da VersaEXPRESS RF-640, impressora ecossolvente de grande formato que trabalha na velocidade máxima de 48,5m2/h. Segundo a empresa, o objetivo da máquina é aliar produtividade, qualidade de impressão e preço de aquisição mais acessível.

Além de possuir sistema de rebobinamento reforçado, a impressora trabalha na resolução máxima de 1440dpi e pode produzir continuamente, porque conta com sistema de substituição automática de tintas. O dispositivo permite carregar um cartucho de tinta de backup, que passa a operar automaticamente quando o cartucho principal esvazia.

VersaExpress RF-640 alia alta velocidade a custos mais baixos

VersaEXPRESS RF-640 alia alta velocidade a custos mais baixos

O equipamento emprega tintas ECO-SOL MAX2 (certificadas pela Greenguard Gold) e utiliza o software RIP Roland VersaWorks®TM. Ambas as soluções poupam até 20% de tinta em comparação com as impressoras antecessoras.

A máquina conta também com o Printer Assist, aplicativo grátis, intuitivo e de fácil operação que permite gerenciar os trabalhos da impressora por meio de tablets (iPad2 ou superiores). O aplicativo está disponível na App Store.

Anderson Clayton, gerente de marketing e novos negócios da Roland DG Brasil, comentou: "As empresas de comunicação visual e os prestadores de serviços que se utilizam da impressão exigem soluções de tecnologia de ponta, para produção em grandes volumes e preços acessíveis, capazes de contribuir com o aumento da produtividade e dos lucros".

Fonte: Roland DG Brasil



Software Onyx certificado para impressoras Latex R

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 04/07/2018
HP Latex R2000 Plus rodou com o aplicativo Onyx durante a Fespa Print Expo 2018

HP Latex R2000 Plus rodou com o aplicativo Onyx durante a Fespa Print Expo 2018

A desenvolvedora Onyx anunciou que seu software homônimo foi certificado pela HP para rodar as recém-lançadas impressoras da série Latex R, composta por equipamentos híbridos capazes de trabalhar com mídias flexíveis e rígidas.

O programa de certificação da HP define um conjunto de critérios de desempenho e recursos exclusivos das tecnologias látex da marca. O certificado chancela os produtos que atingem um determinado nível de integração, compatibilidade e performance com um dispositivo específico da HP. Apenas as empresas em conformidade com esses critérios recebem o selo.

Para as impressoras da série de HP Latex R, a Onyx projetou drivers para incluir configurações especiais para tornar as operações com tinta branca mais fáceis. Uma das ferramentas é a Spot Layer, que gera camadas brancas específicas para aplicações de sinalização e exposição.

Bryan Manwaring, diretor de marketing da Onyx, declarou: “O software Onyx certificado pela HP e sua compatibilidade com impressoras látex recria a definição de imagens com tinta branca em mídias transparentes e coloridas. Os clientes da série HP Latex R que utilizam o Onyx podem sentir confiança em saídas consistentes e operações eficientes da impressora”.

Fonte: Onyx



Região italiana ganha destaque como polo produtor de impressoras têxteis

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 22/08/2014

Na cidade de Milão e no entorno do lago Como estão concentradas diversas fabricantes de impressoras digitais para estamparia têxtil

Na cidade de Milão e no entorno do lago de Como estão concentradas diversas fabricantes de impressoras digitais para estamparia têxtil

Há séculos, a cidade de Milão e a região do lago de Como, na Itália, foram polos definidores de tendências para as indústrias de moda e decoração. Trata-se de um centro de inovação em impressão de tecidos – muito influenciada recentemente pelos sistemas digitais.

Os primeiros equipamentos a jato de tinta para estamparia têxtil começaram a ser fabricados na década de 1990, por empresas locais, como Robustelli. Atualmente, a região conta com fabricantes como AlephF-Tex, DurstKornitReggianiMS Printing – empresas que vêm transformando o mercado de tecidos, como ponta de lança de eficiência produtiva e sustentabilidade.

Com as impressoras digitais mais recentes, a Miroglio Textile, por exemplo, conseguiu reduzir o consumo de água em mais de 90% e diminuiu drasticamente a emissão de CO2.

Pesquisa do InfoTrends indica que em 2013 cerca de 370 milhões de metros quadrados de tecidos foram produzidos digitalmente para vestuário, decoração e aplicações industriais. A tendência é que o número cresça nos próximos anos.

Fonte: My Print Resource