Roland DG Brasil apresenta fresadora MDX-50

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 21/12/2017
MDX-50 é indicada para pequenas tiragens e protótipos de produtos e embalagens

MDX-50 é indicada para pequenas tiragens e protótipos de produtos e embalagens

A filial brasileira da Roland DG, fabricante de equipamentos digitais, apresentou a MDX-50, fresadora de bancada indicada para a fabricação de peças de espuma, nylon, PVC, madeira, entre outros materiais. Fresagem de garrafas de refrigerante e calçados para serem testados antes da produção são algumas das funções do equipamento.

Com sistema de transmissão aprimorado e acionamento aperfeiçoado, o equipamento oferece função de detecção automática, que corrige o comprimento da ferramenta, para garantir a precisão dos trabalhos. Já o VPanel é um painel de controle virtual e conta com alertas de gerenciamento da ferramenta e avisos que o operador recebe por e-mail.

O equipamento inclui ainda o programa SRP Player CAM tanto para especialistas quanto para iniciantes.

Anderson Clayton, gerente de marketing da Roland DG, declarou: “A MDX-50 representa a tecnologia mais confiável, com atendimento ao cliente e suporte técnico. Além de vir com abrangente garantia de um ano. A certificação internacional ISO reforça nosso compromisso com produtos e serviços de qualidade. O software para indústria e educação foi atualizado para corresponder às funções avançadas. As configurações de fresagem podem ser feitas em cinco simples etapas, tornando a operação fácil”.

Fonte: Roland DG Brasil



Esko apresenta novidades na Drupa 2016

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 31/05/2016
Esko foi à Drupa para apresentar novas ferramentas para aumento de produção no acabamento

Esko foi à Drupa para apresentar novas ferramentas para aumento de produção no acabamento

A Esko, fabricante de equipamentos de corte e acabamento, apresentará na Drupa 2016, feira que ocorre na Alemanha entre os dias 31 de maio e 10 de junho, uma série de novas ferramentas desenvolvidas para melhorar o desempenho e o controle da produção do acabamento em birôs e gráficas digitais. Conheça as novidades:

Sistema robótico de alimentação de mídias

Trata-se de um sistema em forma de guindaste que carrega e descarrega substratos nos equipamentos Kongsberg. Com um alcance de 2,8m, o robô consegue manusear mídias de vários paletes, além de poder ser configurado para trabalhar com duas mesas de corte simultaneamente.

O sistema também integra tecnologia de scanner a laser que protege o operador e reduz a necessidade de barreiras de segurança física.

Há uma câmera inteligente para garantir a precisão e a capacidade de repetição, assegurando a colocação precisa das mídias sobre a mesa.

O sistema de produção demonstrado na Drupa 2016 opera com a nova Esko Kongsberg C24, equipada com capacidade multizonas. Essa configuração aumenta em 80% a produtividade do equipamento.

Sistema robótico ajuda a aumentar a produtividade no acabamento

Múltiplas zonas de carregamento de mídia

Para eliminar o tempo ocioso da máquina e revelar o potencial produtivo das mesas Kongsberg, é possível programá-las para funcionar com várias zonas, que podem ser carregadas independentemente. Isto é, enquanto o substrato está sendo processado em uma zona, o operador (ou robô) pode carregar e preparar a outra zona. O tempo ocioso do operador é drasticamente reduzido e a mesa de corte funciona quase sem parar.

Novos alimentadores automáticos de mídias

Outra novidade da Esko é a série iBF, composta por três modelos de alimentadores de substratos, que combinam com as mesas Kongsberg C e X. Os dispositivos movimentam paletes de materiais com várias pilhas e permitem o acesso por empilhadeira. O alimentador pode ser usado em conjunto com uma alimentadora de rolos para materiais flexíveis.

Novo gerenciador de equipamentos Esko

Segundo a empresa, o novo software gerenciador permite realizar o planejamento preciso da produção e a priorização das operações de acabamento. O andamento dos trabalhos, o status e as filas de todos os dispositivos conectados podem ser facilmente visualizados na tela do computador.

O software também determina o melhor agrupamento das folhas, para aumentar a capacidade de produção.

Os operadores contam com uma interface intuitiva para priorizar as filas da mesa, inserir trabalhos urgentes e equilibrar as cargas de trabalho entre as mesas.

Fonte: Esko



Mutoh lança impressora solvente ValueJet 1638X

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 10/01/2015

ValueJet 1638X possui 1,6m de largura de impressão

ValueJet 1638X possui 1,6m de largura de impressão

A Mutoh, fabricante de equipamentos para comunicação visual, realizou o lançamento internacional da ValueJet 1638X, impressora ecossolvente de 1,6m de largura.

A máquina é indicada para birôs de sinalização e displays, para aplicações outdoor e indoor, como decoração de ambientes, pontos de venda, fine arts, envelopamento de carros, decalques, entre outros.

Com duas cabeças de impressão (de 1440 nozzles), o equipamento pode trabalhar na velocidade de 20m²/h (na resolução de 720 x 1080 dpi) e de 36m²/h (720 x 720dpi).

A ValueJet 1638X também possui sistema de automação (que reduz o tempo de ajustes de mídia) e alavanca de alimentação traseira (para manipulação de substratos). Além disso, conta com a tecnologia Intelligent Interweave, que dispara tinta em formas de ondas, o que elimina problemas de banding.

O usuário da impressora pode controlá-la remotamente por meio do aplicativo ValueJet Status Monitor (VSM). Também é possível adquirir o espectrofotômetro de bordo opcional, para controle de processo e gerenciamento de cores.

Fonte: My Print Resource